Dark Side RPG

Um RPG que se passa em um mundo pós-apocalíptico, com vários reinos se formando sobre as ruínas do mundo antigo.
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 O Caminho da Espada III

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: O Caminho da Espada III   Ter Abr 07, 2015 1:44 pm

Dias após o encontro com o grande líder de Dragonland, Tenkai, Nana estava atrás da poderosa aura que sentiu. Ela se localizava um tanto afastada de Kyoto (onde o templo Ishiyama residia), mas ainda era a terra dos Dragões. A samurai que buscava seu pai andava em uma vila, já estava próxima da aura, ela podia sentir isso. Eis quando...

- Ei gracinha, o que faz aqui por essas redondezas?

Cinco pessoas, más intencionadas, se aproximavam da garota ruiva. A encurralando em um canto, eles a olhavam de baixo para cima várias vezes. Dois ficavam mais ao fundo com um sorriso no rosto, e os outros três ficavam quase que colados nela, com olhares intimidadores, mas apenas um deles agia.

- Aqui é perigoso sabia? - Segurava um dos braços dela. - Mas podemos te proteger, sabe? Nos dando algo...

Assim que o que aparentava ser o líder dizia aquilo, os outros já começavam a rir, como se aquilo fosse engraçado. Eles se divertiam encurralando uma jovem garota, e esperavam para ver sua reação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 09, 2015 8:31 am

Ohashi Nana, depois de seu encontro com o líder daquele país, Tenkai Ishiyama, estava bem mais confiante em relação a sua busca, já caminhava a alguns dias e desejava todas as noites que passava a céu aberto que seu pai fosse pelo menos um pouco parecido com aquele homem. Naquele dia em questão, Nana continuava no rastro daquela aura que havia sentido pouco antes de se despedir no Templo Ishiyama quando se deparava com uma pequena vila.

- Talvez alguém aqui conheça essa pessoa...mas como eu vou perguntar isso?

Enquanto caminhava pensativa Nana conversava consigo mesma, treinando diversas maneiras de perguntar para alguém se por acaso saberiam onde ela poderia encontrar tal pessoa de grande poder.

- Olá! Viu alguém extremamente forte por aqui? Hmm...talvez muito direto... Ei maldito! Me diga onde está essa pessoa com a aura poderosa! Não não não! Nana! Muito rude...deixa eu ver... hmm.... Poderia por favor me dizer onde posso encontrar meu pai?  Isso! É perfeito! Oro...

Alguém de repente segurava seu braço, era só então que Nana percebia que haviam várias pessoas a cercando, ela conseguia ficar tão perdida em seus pensamentos, e era tão desligada que não notou aquele grupo se aproximar.

- Perigoso? Então preciso tomar cuidado.. Obrigada mais eu preciso recusar, estou numa missão importante e preciso ir andando! Mas obrigada por sua preocupação.

Nana tentava continuar caminhando e ignorar aquelas pessoas, ela percebeu que suas intenções eram maliciosas, por isso tentava se afastar pacificamente, e jamais usaria a força contra aqueles homens já que um samurai não deve abusar dos mais fracos com seu poder, nem lutar a não ser que seja extremamente necessário. Nana guardava esses ensinamentos com sua vida, e os seguia a risca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 09, 2015 8:46 pm

Os homens, ao ouvirem as palavras da garota que tentava sair pacificamente, perdiam a paciência, e mais uma vez se colocavam a frente de Nana.

- Hahaha... você não parece estar entendendo a situação garotinha. Nós insistimos em te proteger, e para isso você deve nos dar algo.

Os outros homens, começavam a cerca-la e se aproximar, todos com um sorriso malicioso no rosto. Enquanto o líder continuava a falar, agora com um tom mais sombrio.

- Seja por bem, ou por mal...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Liang Zheng

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1988
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 17

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 09, 2015 9:04 pm

Um herói. Muitos o chamavam assim desde a batalha de Dragonland contra Skyhold, e toda aquela fama não deixava um dos maiores samurais ainda vivos, Liang Zheng, muito confortável. Tanto que ele passou a ficar muito mais tempo em casa, junto de seus treinos diários, seu pequeno dojo e sua linda esposa. O homem já havia batalhado tanto, e agora seu trabalho era apenas observar pelo seus feitos e ensinamentos em como o mundo se transformaria. Seu filho, Jun, carregava seu legado, e sua partida para o mundo fora de Dragonland o pegou de surpresa como um pai, mas o deixou orgulhoso como guerreiro. Sendo seu filho, o deixava com bastante expectativas de logo ouvir falar de um grande feito do mesmo.

No dia em questão, sua esposa Hikari lhe disse que deveriam comprar mais mantimentos, os daquele mês já estavam no fim, e essa situação era uma das poucas que faziam o Zheng sair de sua casa. Porém, durante o caminho ele sempre procurava esconder sua identidade, com "disfarces" bem estranhos, e daquela vez estava com um óculos escuro (mesmo tendo um tapa-olho de faixas sobre o olho esquerdo), um cachecol que escondia o seu rosto até o nariz e um boné com a escrita "Dragon's Pride". As pessoas por quem ele passava sabiam perfeitamente que era o grande Liang, aquele que derrotou tropas de Skyhold sozinho enquanto protegia um ponto estratégico importantíssimo para a virada da batalha, mas não falavam com ele por estarem sentindo vergonha alheia. Mesmo sendo um herói, achavam estranho seu jeito de vestir.

"Hahaha... esse disfarce é perfeito!"

Mas por ser um herói alguns deveres ainda subiam a sua cabeça, mesmo com ele tentando sempre se esconder dos olhos dos outros. Ainda caminhando ele avistava alguns rapazes importunando um jovem garota, de cabelos ruivos e curtos. Ela se vestia como um samurai e carregava uma katana. Liang não aguentava ver a cena com ela não reagindo, deveria estar em seus princípios assim como os que ele tem. Honra e respeito. Palavras fortes que se tornaram rapidamente princípios para o mesmo, ainda em sua infância.

Abaixando o cachecol e retirando seu boné e óculos escuros, Liang se dirigia até os rapazes, sempre "escondendo" o braço esquerdo dentro de seu quimono, já tendo um desculpa perfeita, mas mal sabia ele que poderia estar entrando em uma grande encrenca.

- Ei vocês... - Chamava a atenção dos delinquentes, lançando um sério olhar para eles. - Por que estão importunando minha filha?

Liang se mostrava como superior a aqueles delinquentes, usando sua imagem para conseguir alguma intimidação. Um grande herói, além de ser adorado, pode ser facilmente temido. Não era uma forma de ataque bondoso, de fato, mas se funcionasse, todos sairiam ilesos, o que o Zheng prezava bastante, evitar lutas desnecessárias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 09, 2015 9:05 pm

Os delinquentes continuariam mexendo com Nana, até que ouviam a voz de um homem, o líder já sem paciência, se virava nervoso.

- O QUE VOCÊ QUER... aqui?... Hahaha... pois é, engraçado não é?...

Engolia o seco, assim como os outros olhavam com medo para Liang. Todos alí sabiam o quanto ele era forte, e que não teriam chance nenhuma. Por isso todos os delinquentes começavam a correr desesperados, enquanto o líder deles ia por último gritando.

- Eu não sabia que ele tinha uma filha!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Dom Abr 12, 2015 11:30 am

De qualquer maneira Nana tentava evitar aquelas pessoas, mas eles continuavam a importuna-la. Sua paciência era grande, e esse era o motivo pelo qual Nana continuava tentando resolver as coisas pacificamente.

- Situação? Mil desculpas senhor, mas eu preciso insistir em lhe dizer que não preciso de proteção, estou procurando meu pai por aqui.

"Por que eles não vão embora? Apenas me deixem em paz", quando se via cercada Nana parava de andar, ficava em silêncio e abaixava sua cabeça. Não sabia como deveria agir, não sabia se deveria ataca-los, fugir ou não fazer nada. "As vezes o código é difícil de se seguir... é isso! É um teste!" Ela pensava. Pensava que só precisava continuar evitando aquelas pessoas até que fossem embora. Mas pouco antes das coisas ficarem feias ela escutava uma voz.

"Ei vocês, Po que estão importunando minha filha?"

Nana ficava paralisada, seu coração acelerava a mil de uma hora pra outra, ela se virava e via aquele homem alegando ser seu pai sem hesitar. Até que aquelas pessoas ruins iam embora ela ficava paralisada, mas poucos segundos depois ela conseguia falar.

-P...pa...pa....PAPAI?!

E num pulo ela o abraçava na altura do pescoço sorrindo feito uma criança de 8 anos que não vê o pai a muito tempo. Uma pequena recaída devido a emoção do momento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Liang Zheng

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1988
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 17

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Dom Abr 12, 2015 1:39 pm

Assim que os delinquentes iam embora, Liang voltava o olhar para a garota importunada e ela estava em silêncio, o olhando com um olhar bem fixo. Ao vê-la naquele estado, o samurai preocupado perguntava passando uma mão em frente aos olhos dela:

- Ei! Você tá bem?

E nenhuma resposta era dada, mas quando Liang suspirava a garota reagia, gritando de felicidade, o chamando de pai, e pulando em seu pescoço. O samurai se surpreendia e quase perdia seu equilíbrio, conseguia assim manter-se de pé. Depois de instantes as peças se juntavam na mente do Zheng, e então ele se dava conta que caiu em uma armadilha ainda maior do que aqueles delinquentes.

"Ahhh... isso vai ser complicado..."

Antes de respondê-la, o samurai olhava em volta e obviamente teriam pessoas o olhando com aquela garotinha. Os habitantes sabiam que Liang não tinha uma filha, apenas um filho, e aquela cena poderia levar a todos a pensar qualquer coisa. O tratar como um pedófilo era o maior problema. Depois da observação, coçava a cabeça e finalmente respondia a garota que estava pendurada em seu pescoço com um tom de voz bem desleixado.

- Hahaha! Que bom não é? - Então, sussurrava para ela, com um olhar já um pouco mais sério e levemente desesperado. - Que tal irmos pra um outro lugar pra conversar? Posso te pagar um lámen.

Não passava na mente de Liang que aquilo poderia tornar a situação ainda mais suspeita, mas ele não queria que aquela cena fosse vista por mais ninguém, e principalmente chegar até os ouvidos de sua esposa. A maioria das mulheres de Dragonland têm uma tendência natural em ser tsundere.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Ter Abr 14, 2015 10:43 am

A pequena samurai realmente fora pega de surpresa, seria aquele homem realmente seu pai que depois de muitos anos simplesmente apareceu se declarando abertamente sem nenhum receio? Pouco provável, mas não para Nana, para ela só existe o sim e o não, o talvez não tem lugar em sua pequena mente linear. Enquanto o agarrava exaltada ela escutava sua sugestão, era aí que finalmente percebia que a maneira que estava agindo era inaceitável para um samurai, por isso ela o soltava imediatamente e curvava a cabeça numa posição absolutamente formal e falava.

- Akram! Desculpe-me pelo comportamento inadequado papai, não quero inventar desculpas mas a verdade é que venho lhe procurando a um longo tempo, por isso não consegui me conter e agora que finalmente de encontrei eu não sei bem o que falar, eu só queria dizer que....Ah! estou fazendo de novo!

Curvando sua cabeça várias vezes ela voltava a falar.

- Sinto muito! Sua filha é uma idiota! Vamos fazer como disse, tem tanta coisa que quero falar. Se me permitir é claro!

Sua excitação era evidente, mesmo que Nana tentasse conte-la para não trair seus próprios princípios. Ela seguiria Liang aonde quer que este a levasse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qua Abr 15, 2015 7:40 pm

Com Nana se atrapalhando toda em suas palavras de emoção, mas com gestos concordando em seguir Liang, o samurai a levava até uma barraquinha de lámen, onde ele costuma frequentar sempre que sai de casa. Era amigo do dono, e com ele, dentro daquela pequena barraca, várias memórias foram compartilhadas, de ambos os lados. Memórias de guerra, até casuais, e isso desde o final da Terceira Guerra...

Com os lámens a sua frente, o dono da barraquinha se sentava de frente para os dois, e dirigia algumas palavras a Liang. Sempre com um gentil sorriso no rosto.

- Liang, Liang. O que está fazendo a essa hora junto de uma garota? Sabia que boatos já se espalharam? Hikari não ficaria muito feliz com isso.

A risadas ele se levantava, ainda tinha que lavar algumas louças. O homem sabia que seu amigo não seria capaz de fazer isso, pelo amor que o mesmo sente por sua esposa e das histórias que ouviu. A mulher que levou um dos maiores guerreiros ao chão apenas com o olhar, mulheres tem esses poderes para derrubar qualquer homem, seja ele forte ou não.

- Hahaha! Vou deixá-los conversar, fiquem a vontade.

Por fim, o homem os deixava, e ia lavar algumas louças. O cheiro do lámen podia chegar as narinas dos dois, uma boa receita, em um lugar humilde, com a melhor e mais afetiva recepção que se podia ter. Aquela barraquinha de lámen fazia sucesso por essas características, além do preço ser bem baixo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Liang Zheng

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1988
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 17

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qua Abr 15, 2015 7:44 pm

- Hanzo, meu amigo, eu tenho certeza que ela não vai ficar. Tomara que ela me escute dessa vez...

Liang estava tenso com a situação, mas um sorriso discreto estava em seu rosto. Gostava de encontrar seu amigo que tinha o melhor lámen do Japão, ainda mais naquelas ocasiões. Hanzo sempre tinha boas palavras, e uma simpatia sem igual. Tais palavras e ações já ajudaram o samurai bastante, e por causa delas ele ainda podia frequentar a barraca e não estar a sete palmos abaixo da terra. Uma das principais forças que o guerreiro tinha eram seus amigos que sempre o ajudaram, seja lutando ou conversando.

Quando seu amigo deixava Liang a sós com a garota, Liang pegava os hachís e começava a degustar daquela comida. Depois do primeiro gosto do lámen, olhava para Nana ao seu lado e percebia que ela ainda que o confundia como seu pai, ele devia desfazer o mal-entendido o mais rápido possível. Era cruel deixar uma garota tão esperançosa, sendo que aquilo tudo era uma mentira.

- Que dia não é? Eu mal saio de minha casa e um pouco de confusão me é arrumada. Hahaha! - Pegando um tempo, até terminar sua breve risada, Liang ficava em silêncio. Se degustando mais uma vez do lámen a sua frente. Terminando de engolir, voltava a falar. - Garota, sinto lhe informar mas não sou seu pai... usei aquilo pra afastar aqueles delinquentes que a importunavam. Mas isso não quer dizer que não me deixou um pouco curioso. Você controlou bem sua paciência, tenho amigos que já teriam batido neles, hahaha!

Liang tocava no ombro de Nana, com um sorriso leve no rosto.

- Uma samurai de fato, seu pai deve ser muito importante por estar a procura dele. Pode me dizer mais sobre? Talvez eu saiba onde ele pode estar. Já visitei muitos cantos desse mundo, sei o nome de várias pessoas e não me esqueço de nenhuma delas, e antes de me responder, poderia me dizer seu nome brava guerreira?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 16, 2015 10:26 am

Nana seguia seu "pai" com toda sua alegria contida como um samurai faria. Era indiferente aos olhares maliciosos das pessoas e até mesmo a pergunta do dono da barraca de lámen. Finalmente sua busca havia acabado e agora ela poderia viver junto de seu pai e lhe fazer as perguntas que sempre quis fazer. Ou talvez não.

Ela pegava seus hachis e levava uma boa quantidade de macarrão até sua boca, mas no momento em que estava de boca cheia escutava seu "pai" dizer que na verdade não era seu "pai" e aquilo tudo não passou de uma mentira para se livrar dos delinquentes. Ela engasgava e começava a tossir lámen até pelo nariz. Toda aquela alegria fora mais uma vez tirada dela, quantas vezes mais ela passaria por isso? Depois de dez segundos tentando desengasgar ela finalmente conseguia. Acreditando novamente em cada palavra que lhe era dita como de costume.

- Então...você...

Tossindo mais algumas vezes e recuperando o folego ela continuava

- Então você não é meu pai? Ah...eu deveria ter percebido, Sinto muito pela minha idiotice senhor, não tinha a intenção de lhe causar problemas!

Mas sua tristeza, assim como sua alegria não durava muito, logo o homem lhe elogiava por sua paciência, e perguntava seu nome. Nana por sua vez, continuava comendo normalmente mesmo depois de quase perder a vida engasgada, e respondia com um sorriso no rosto. Não tinha raiva daquela pessoa, já que segundo ela, havia mentido apenas para lhe tirar de um problema.

- Meu nome é Ohashi Nana! Sou uma samurai em formação e estou procurando meu pai...

A princípio ela ficava com um certo receio, mas logo decidia que era melhor pegar suas chances com aquele homem e perguntar.

- Ele é uma pessoa muito forte, e tem uma tatuagem no traseiro. Você conhece?

Uma pergunta idiota e sem o menor sentido, mas para ela aquilo era muito importante, e obviamente ela não sabia do quão absurda era aquela pergunta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Liang Zheng

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1988
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 17

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 16, 2015 6:05 pm

Liang escutava tudo o que a garota lhe dizia. Enquanto comia tranquilamente o lámen com os olhos fechados. Porém, ao ouvir o sobrenome Ohashi da garota seus olhos se abriam um pouco. E quando a pergunta lhe era lançada, o samurai engolia a porção de macarrão em sua boca, voltando seu olhar para Nana.

- Ohashi Nana, com o que disse me voltou a memória algumas imagens.

Fazendo uma pausa em sua fala, Liang colocava a mão sob o queixo, ficando pensativo. O nome Ohashi não lhe era estranho, talvez precisaria de mais uma coisa para se lembrar de vez, mas o que?... O samurai olhava bem para Nana, e via em sua cintura uma katana. Sim, essa era a chave! O estilo de luta dela clarearia sua mente e sua ideia quebrava o seu silêncio:

- Hahaha! Ohashi Nana, posso ter boas notícias para você. Por hora termine sua refeição, iremos pra minha casa depois daqui.

E com um sorriso no rosto, voltava a comer seu lámen. Usando sempre apenas um dos braços, por ter perdido um contra Skyhold anos atrás, mas Nana não poderia ver isso, do jeito que a manga vazia de seu quimono estava ele poderia muito bem estar sempre escondendo um dos braços.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Seg Abr 20, 2015 10:13 am

Ela continuava comendo enquanto escutava as palavras de Liang, aquele lámen era estupidamente bom, por isso ela não conseguia parar e acabava pedindo mais um por impulso. As palavras dele lhe encorajavam pouco a pouco, "que imagens será que ele lembrou?" ela se perguntava, mas tudo isso ficava ainda mais forte quando ele lhe dizia sobre ter boas noticias.

- Boas noticias?! Você sabe onde eu posso encontrar meu pai?!

Mas o homem não parecia querer falar ali, ele lhe mandava terminar sua refeição e depois segui-lo. A inocente samurai comia com toda a velocidade do mundo e em questão de segundos já estava de pé ao lado de Liang.

- Já terminei! Vamos lá! Se souber onde posso encontrar meu pai e me disser, ficarei extremamente grata em debito com você!

Seria aquela finalmente sua chance? Aquele homem parecia tão sábio, talvez ele realmente soubesse onde encontrar seu pai. Era nisso que Nana acreditava, por isso ela o seguiria até sua casa, ou a qualquer lugar que ele a propusesse, sem malicia alguma em sua mente, e um sorriso inocente no rosto. A esperança de encontrar seu pai estava grande como nunca em seu peito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Ter Abr 21, 2015 12:15 pm

Quando a refeição era terminada. Liang se despedia de seu amigo, Hanzo, que por sua vez se despedia tanto do samurai quanto de Nana. A dizendo, com um gentil sorriso no rosto, para sempre voltar ali quando quisesse conversar e comer um bom lámen.

Não demorava muito, e Liang chegava com Nana em sua casa. Que era um tanto afastada da vila em que estavam anteriormente. Porém, mesmo estando distante da civilização, nas proximidades da residência do samurai havia um grande lago, assim como uma leve brisa, que passava quase o tempo todo por não ter muitas árvores por perto, deixando uma sensação boa a quem a sentisse.

Entrando na casa, que tinha o estilo tradicional japonês como sua arquitetura, após tirarem seus calçados, Liang e Nana poderiam escutar um som de uma lâmina afiando. O samurai saberia na hora que se tratava de sua esposa, mas agora a razão para ela estar fazendo isso era incerta...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Liang Zheng

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1988
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 17

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Ter Abr 21, 2015 12:17 pm

Um som de lâmina se afiando, será que sua esposa estava praticando algo? Afinal, ela era uma ferreira, e principal fonte de renda daquela casa uma vez que Liang não ganhava dinheiro algum, um herói desempregado, era essa sua atual situação financeira.

Nana estava ao seu lado, e antes que ela pudesse perguntar algo, dizia a ela sobre o barulho primeiramente:

- Minha esposa deve estar praticando ou trabalhando, ela é ferreira. Hahaha! Então, antes de começar a te falar o porquê de te trazer aqui, vamos lá. Vou te apresentar pra ela.

Com um sorriso no rosto, Liang dava leves tapinhas nas costas da pequena samurai, e andava. Até de onde o barulho vinha. Em alguns segundos estavam em uma parte da casa reservada apenas para o local de trabalho da ferreira, onde tinha tudo o que ela precisava para atender os pedidos que recebia, ela estava de costas, ainda afiando uma lâmina. O samurai estava despreocupado, mas estaria ele se esquecendo de alguma coisa?

- Hey, Hikari! Voltei. Não trouxe o que me pediu porque aconteceram alguns imprevistos! Hahaha! Achei essa garota aqui chamada Nana em apuros e tive que salvá-la.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hikari Mizuki

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 10/05/1990
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Neutro
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 8

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Ter Abr 21, 2015 12:23 pm

Hikari Mizuki, era uma fria espadachim usuária do estilo Mizuki em busca de vingança contra sua irmã de consideração, Kyuubei Kawano, porém quem a visse agora jamais imaginaria que ela teria um passado assim. Assim como o estilo Mizuki que herdou de seu tio, também possuía uma boa habilidade como ferreira, conhecimento também adquirido através de seu tio.

No final da Grande Terceira Guerra, ou Guerra Nuclear, a jovem Hikari que gostava do samurai Liang decidiu viver com o mesmo, e em pouco tempo já eram um casal. Tiveram um filho, Jun Zheng, e este atualmente estava a serviço da Resistência, fora de Dragonland, o que a deixava sempre preocupada. Mas além de uma mãe preocupada, Hikari era uma esposa um pouco... ciumenta.

O motivo dela estar agora afiando uma lâmina? Rumores. Liang estava com uma garota na vila em que foi comprar os mantimentos. Enquanto afiava a arma branca, no rosto da mulher havia um sorriso, além de seus olhos estarem arregalados, mas como estava de costas para a porta, seu marido não pode ver seu rosto. Se tivesse visto, talvez fugiria.

Ouvindo a voz de Liang, enquanto ele falava o que tinha acontecido na vila, Hikari se virava arremessando a faca que estava em sua mão em direção do samurai, o que passaria a milímetros de sua cabeça e uma aura assassina começava a emanar dela assim que via a garota.

- Liang... acho melhor você ou ela explicar direitinho o que aconteceu! - Hikari andava até ficar próxima dos dois, seus olhos vermelhos brilhavam, e por fim estralava seus dedos lentamente enquanto os encarava. - Senão...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 23, 2015 10:42 am

Nana acompanhava Liang por todo o caminho até sua casa, mas ao chegar ela conseguia sentir que outra energia poderosa os aguardava la dentro. Revelava-se a esposa de Liang, e não parecia nada feliz. Nana por sua vez tentava acalmar a situação da pior maneira possível.

- Muito prazer senhorita Hikari, por favor não fique brava com o senhor Liang, é tudo culpa minha. Já venho a algum tempo seguindo os rastros da energia dele, para que pudesse olhar seu traseiro e confirmar uma coisa. Mas ele já me disse que não é meu pai, e pediu que eu o acompanhasse até sua casa logo depois de me chamar pra um encontro numa loja de lámen.

E sorrindo nada continuava, jurando estar fazendo um grande bem para o senhor Liang

- Por isso não fique brava com ele, afinal ele não fez nada de errado né?

Até mesmo Nana podia sentir o perigo, e aquilo era uma tentativa de salvar a própria pele e a pele de Liang antes que as coisas ficassem feias. Mas a inocência de Nana se provava novamente uma barreira entre o que ela queria fazer, e o que ela realmente fazia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Liang Zheng

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1988
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 17

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 23, 2015 7:03 pm

Liang estava feliz, e bem falante. Até que a faca arremessada por Hikari passava a mílimetros ao lado de sua cabeça. O samurai começava a suar frio e ficava em silêncio absoluto. O grande herói da guerra de Dragonland estava com medo da mulher a sua frente, que pedia explicações.

Ele falaria, mas Nana havia começado. E a cada palavra que a pequena dizia, mais ia complicando a situação deles. Liang estava desesperado fazendo sinais para ela parar de falar, até que ela finalmente disse:

"... e pediu que eu o acompanhasse até sua casa logo depois de me chamar pra um encontro numa loja de lámen."

Essa era a gota d'água, o samurai sabia, Hikari não iria se segurar mais. Por isso apenas segurava a mão de Nana e soltava sábias palavras enquanto tinha um sorriso desesperado em seu rosto.

- Nana-san... corre.

E assim, Liang começava a fugir. E sabia que Hikari iria vir. Lágrimas saiam enquanto corria e puxava a pequena samurai consigo, senão ela também seria vítima do ódio de sua esposa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hikari Mizuki

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 10/05/1990
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Neutro
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 8

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 23, 2015 7:05 pm

Hikari ficava de braços cruzados, disposta a ouvir o que a pequena garota tinha a dizer. Porém, a cada palavra desferida, o que era pra ser explicado ia deixando a ferreira cada vez mais brava. Veias brotavam em sua testa, uma atrás da outra, até que ouvia a pergunta final. A mulher respondia com uma voz trêmula e com raiva, sua expressão também indicava isso.

- Errado? Não não... imagina. No lugar pra onde eu vou mandar ele, o errado é algo normal!

Liang, sentindo o perigo, corria levando Nana, e a raiva de Hikari finalmente explodia. Ela tirava várias armas brancas de suas vestes e as arremessava contra seu marido, sem se importar com a garota que poderia ser apenas uma vítima. Na mente de Hikari, espancar o samurai era a prioridade no momento.

- VOLTA AQUI JÁ LIANG! VOCÊ NÃO VAI FUGIR DE MIM!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Qui Abr 23, 2015 7:06 pm

E assim a cena continuava, por vários minutos. Liang fugindo com Nana, desviando das lâminas arremessadas por Hikari, que os perseguia emanando um aura assassina muito forte. Enquanto corria de sua esposa, o samurai ficou gritando, tentando explicar o que tinha acontecido, e apenas depois da décima terceira vez que ele dizia que tinha salvo ela de delinquentes e havia a levado para a loja de Hanzo para não deixar Nana sozinha depois daquela cena, que Hikari se acalmava.

Com a mulher calma, ele finalmente explicava tudo com todos os detalhes possíveis. E Nana poderia ainda estar esperando a explicação de Liang, por que ele havia a levado até sua casa? O que ele sabia sobre seu pai? A samurai tinha essas dúvidas, e aquilo a estava matando por dentro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Sex Abr 24, 2015 10:08 am

- Heh...uffa...essa foi por pouco não é senhor Liang? Por que será que ela ficou tão brava?

Nana se apoiava nos próprios joelhos ofegante enquanto falava, aquela perseguição estava num nível completamente diferente de tudo pelo qual ela já havia passado, uma esposa em fúria e um marido especialista nas artes da fuga. Felizmente tudo havia sido esclarecido, e agora eles poderiam voltar ao assunto anterior.

- Senhor Liang, sinto muito te importunar novamente com esse assunto, mas acontece que não consigo tira-lo de minha cabeça.

Seu olhar agora estava mais sério e curioso

- É verdade que o senhor tem informações sobre meu pai?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Liang Zheng

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1988
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 17

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Sex Abr 24, 2015 8:05 pm

Toda aquela fuga foi desesperadora. Liang havia suado frio durante todos os segundos da perseguição até conseguir convencer Hikari com suas palavras e sua explicação. No momento ele ria, se desculpando com sua esposa, afinal, mesmo que ele estivesse certo, deveria colocar seu pescoço em alguma culpa, senão ela nunca seria convencida.

- Foi mal... hahaha, era só pra comprar os mantimentos, mas realmente não pude deixá-la sozinha depois daquilo. Entende isso querida?

Era o fim de sua explicação. E quando Nana chamava sua atenção com uma pergunta. Ela estava curiosa, e Liang finalmente decidia abrir o jogo, se virando para ela, ficando com um olhar sério desde então.

- Pois bem... Nana, eu não tenho certeza sobre quem é o seu pai, porém... - Liang colocava sua mão por cima de sua katana embainhada, presa em sua cintura. - você me daria a honra de uma luta? Posso clarear minha mente com isso...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hikari Mizuki

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 10/05/1990
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Neutro
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 8

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Sex Abr 24, 2015 8:57 pm

Hikari estava sentada na beirada da varanda, com os olhos fechados, enquanto escutava o final da explicação de Liang. Assim ela cruzava os braços, inchando uma de suas bochechas com ar, ainda levemente contrariada.

- Podia ter me avisado antes, baka...

Depois daquilo, acabava ouvindo de Nana o que Liang pretendia a trazendo ali. Hikari também estava curiosa com isso, mas conhecendo seu marido, provavelmente era algo relacionado com uma luta. Ele adorava isso, o seu sangue de guerreiro sempre falava mais alto do que qualquer coisa, e quando ouvia da boca dela o desafio que lançava a pequena samurai, se ela estivesse mesmo séria sobre a busca por seu pai, provavelmente aceitaria.

Tentando prever o que aconteceria, Hikari se levantava e entrava rapidamente em casa. Instantes depois voltava, segurando duas espadas de madeira, as entregando. A primeira para Liang, com um olhar ameaçador.

- Não quero que sujem meu jardim de sangue, usem isso aqui!

E quase ao mesmo tempo, entregava para Nana, mas quando fazia isso, se aproximava um pouco do ouvido da garota.

- Se você acertar ele pra valer... eu te faço qualquer lanche que queira. - Tocava no ombro dela, e com um sorriso no rosto mostrava a Nana um sinal positivo com a mão livre. - Estou contando com você, Nana-chan!

E assim, ela se afastava. Se sentando na varanda mais uma vez, assistiria a luta dos dois. Fazia tempo que não via seu marido lutar e aquilo de certa forma a animava, lembrando dos tempos antigos, mas não mudava o fato de que ele ainda precisava de uma leve punição, por não ter trazido os mantimentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Dom Abr 26, 2015 10:57 am

Nana estava apreensiva as palavras de Liang, por um momento ela pensou que finalmente aprenderia mais sobre seu pai, mas esse não era o caso. Antes de dizer qualquer coisa ele alegava precisar "refrescar a memória", e com uma luta ainda por cima.

- Eh?! Mas senhor Liang eu não...

Antes que pudesse se manifestar e dizer que era contra, ou que sabia que não teria a mínima chance contra Liang, uma katana de madeira voava em sua direção. Por reflexo Nana a segurava e ficava ainda mais confusa.

- EEH?! Mas...

Aquilo era contra sua moral, ela não deveria lutar por diversão, e suas habilidades só deveriam ser utilizadas como um ultimo recurso. Mas quando parava para pensar melhor, Nana percebia que talvez poderia utilizar sua força se aquilo pudesse lhe dar informações sobre seu pai, afinal era sim algo importante, e uma outra coisa a motivava a aceitar. O fato de que Liang era um mestre poderoso, ela não deveria recusar um pedido de uma pessoa a qual devia respeito, e aquilo poderia aprimorar e muito suas habilidades. Por isso Nana olhava aquela katana de madeira em mãos e de repente abria um sorriso.

- Entendi! Senhor Liang, ainda sou fraca, mas peço que não se segure contra mim.

Nana desamarrava sua katana da cintura e a colocava no chão, deixava a katana de madeira em seu lugar e mantinha a mão sobre seu cabo, flexionava os joelhos e com a outra mão ela segurava na espada como se esta possuísse uma bainha, o que não era o caso. Aquele era o estilo Jikiden que lhe fora ensinado por seu avô, seu principal fundamento era: "A lamina só deve ser desembainhada quando for ser utilizada, ou seja, o exato momento do ataque ou da defesa", por isso Nana aguardava naquela posição.

- Senhor Liang, vou te mostrar o que posso fazer com minhas mãos.

Inocência e Nana, uma combinação que poderia causar inúmeros desentendimentos, e a maioria deles por frases de duplo sentido como a de agora. Independente disso, Nana liberava toda sua aura, uma quantidade absurda para sua idade, as folhas, as plantas e os galhos ao seu redor balançavam como se uma tempestade estivesse a caminho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Liang Zheng

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1988
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 07/07/2014
Mensagens : 17

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   Dom Abr 26, 2015 12:29 pm

Empolgação, sangue fervendo, fazia tempo que Liang não sentia essas coisas. Era como se estivesse voltando no tempo ao fazer aquele desafio. E claro, sua esposa lhe jogava uma katana de madeira, o fazendo soltar sua verdadeira para pegá-la. Como era apenas um amistoso, o samurai não via problema em aceitar a proposta de Hikari, que não queria seu jardim sujo de sangue.

- Hai hai!

Era tudo o que dizia ao receber, com um sorriso no rosto. Depois as palavras de Nana lhe chamavam a atenção. A garota falava para o mesmo não se segurar, que deveria ir com tudo. Logo, entrava em pose de luta. Quando via a pose da pequena samurai seus olhos se arregalavam, deixando um pensamento escapar em voz baixa.

- Será?...

Porém, ainda não era certeza. Liang conhecia um homem que usava aquela pose para lutar, mas os golpes a seguir poderiam ser diferentes, por isso deveria lutar com Nana para formar de vez sua suspeita. O samurai deixava seu corpo totalmente ereto, com a mão que empunhava a katana a frente de seu corpo, que estava de perfil na visão de sua oponente. E em seu rosto, um olhar sério, se concentrando, era como ele ficava antes de qualquer luta...

- Fique tranquila, eu nunca luto me segurando...

E assim, Liang sentia, a aura que emanava de Nana. Uma bela aura de fato, fazia até fios de seu cabelo balançarem, "dançarem" em um certo ritmo. Tão cedo com uma quantidade de energia tão grande, só de observar fazia o samurai sorrir, se lembrando de seus tempos como o prodígio dos Zhengs, mesmo fazendo parte da classe mestiça do clã. Nostálgico, mas ele deveria se focar no presente, em que tinha uma oponente formidável a sua frente.

- Você disse que era fraca não é? Aqui vai um elogio, você tem a mesma força que eu tinha na sua idade, mas...

Com isso, Liang se via obrigado a liberar toda a sua energia, que era cerca de dez vezes mais intensa do que a de Nana. Sua aura rapidamente engolia a dela, como se a anulasse e lhe faltasse ar, mas isso seria apenas uma ilusão caso Nana se assustasse com o tamanho de sua aura. O samurai assim abria um leve sorriso.




- ...vou te mostrar que ainda existe um longo caminho, se quiser ser forte como aquele que um dia salvou Dragonland!

Com um tom de voz imponente, Liang se colocava em seu primeiro movimento. Uma investida, com um balança perfeito. Em menos de um segundo já estava bastante próximo de Nana, era como se todo o seu corpo estivesse em volta da garota por causa do tamanho de sua aura. E seu primeiro golpe, movimentava a katana de madeira na diagonal. Da direita para a esquerda. De baixo pra cima. O golpe era de puro impacto, possuindo uma grande velocidade, até sendo possível ouvir o som do vento sendo "cortado" pela arma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada III   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Caminho da Espada III
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Caminho a seguir para ser Piloto de Linha aérea
» [AH, BUCETA!] Novo jogo da VANILLAWARE (de DRAGON'S CROWN) a caminho?
» Kokotto e espada na mina
» A espada Lendaria
» como eu faço para fazer a espada da rathian

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Dark Side RPG :: Histórias do Novo Mundo :: Ato 2 - Histórias Secundárias-
Ir para: