Dark Side RPG

Um RPG que se passa em um mundo pós-apocalíptico, com vários reinos se formando sobre as ruínas do mundo antigo.
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Shoichi Ishiyama

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Shoichi Ishiyama

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 24/07/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Leão
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 17/05/2015
Mensagens : 3

MensagemAssunto: Shoichi Ishiyama   Sab Jun 13, 2015 4:03 pm

Bibliografia


Em 2012, cerca de um terço do Japão foi destruído com a curta, mas devastadora guerra nuclear, o resto do território acabou fragmentado em várias ilhas. O caos estava para ser formado, devido a destruição repentina do país, mas o Templo Ishiyama, que abrigava o antigo clã Ishiyama nas extremidades de Kyoto, agiu rápido, com a decisão de seu líder, Tenkai Ishiyama. Com uma grande quantidade de magia, uma barreira enorme, invisível a olho nu, cobriu todo o resto do destruído Japão, e Dragonland surgia.

Dragonland era um conjunto de várias ilhas, sendo dividida em cinco regiões. A central, considerada a capital, abrigava a cidade de Kyoto e o próprio Templo Ishiyama. E as outras quatro regiões cercavam a Ilha Central, elas são: a Ilha do Norte, a Ilha do Leste, a Ilha do Oeste e o Arquipélago do Sul. Com a magia que protegia Dragonland de portadores de má-intenção, a era pacífica começava, regida pelo líder dos Ishiyamas.

Os Ishiyamas continuavam seu estilo de vida em harmonia, sempre foi um clã bem propenso ao equilíbrio e as vezes era bem rígido por causa dessa política. Como é um povo bem antigo, já haviam várias famílias distintas dentro do clã, e por mais que todos carreguem o nome Ishiyama consigo, é fácil ver as diferenças a olho nu, basta observar um pouco, e o maior fator para essa diferença, sem dúvidas, era o estilo de luta de cada um. A educação das pessoas era basicamente vinda das artes marciais, uma tradição que foi se expandindo, absorvendo cultura de outras artes marciais, e aos poucos, cada família distinta dos Ishiyamas foi criando um próprio estilo.

Iwao Ishiyama era bem conhecido no Templo principal, principalmente por ser irmão da hiperativa Amaya Ishiyama, que era bem popular por estar sempre animada e conversando com todos que passavam pelo seu caminho. Iwao fazia mais o papel de alguém introvertido e fazia parte da guarda de elite dos Ishiyamas, os chamados Guardiões, que depois da criação de Dragonland, ficaram bem menos atarefados.

O lado da família de Amaya e Iwao era ótimo em controle de auras elementais, e como a maioria dos Guardiões usam armas brancas, Iwao aprendeu a revestir suas armas com a aura que melhor sabia dominar, o ar. Duas kamas (foice menor) eram suas armas e com elas protegeu por tanto tempo os Ishiyamas, e agora que Dragonland passava por uma era pacífica, Iwao descansaria e assim, pensar em ter uma família assim como sua irmã fez.

Amaya sempre dizia a ele, que por ser introvertido, nunca teria uma namorada. Poderia até ser verdade, Iwao nunca havia conversado tranquilamente com uma mulher sem ser sua mãe e Amaya, e durante uma de suas patrulhas em uma das vilas do Arquipélago do Sul avistou uma garota de cabelos verdes, longos e trançados, aquele guardião Ishiyama nunca havia visto uma mulher tão linda e com tão pouco ela acabava entrando em seu coração. Depois de muito esforço, ele acabou conseguindo se aproximar da gentil mulher, que achava bem fofo o lado tímido de Iwao.

O nome dela era Chie Nakano, uma camponesa das terras do Sul, e depois de alguns meses de amizade, onde Iwao sempre procurava visitá-la todos os dias (Dragonland era uma terra pequena, e era fácil transitar entre as Ilhas), Iwao conseguia fazer sua irmã ficar surpresa quando apresentou sua namorada a ela. Não demorou muito para que os dois morassem juntos e daquele amor, nos dois anos seguintes (2013 e 2014), nascia dois belos frutos. Um casal de filhos, Chiharu Ishiyama, a mais velha, e Shoichi Ishiyama, o caçula.

Shoichi e Chiharu adorava a força e habilidade que o pai deles possuía, e de sua mãe, toda aquela aura linda e gentil que conseguia emanar, Chie era como a paz em pessoa. Os dois queriam ser fortes, habilidosos e gentis como seus pais eram. E motivado pelo desejo dos filhos, Iwao começou a treiná-los desde cedo, sempre indo a um ritmo em que seus filhos pudessem acompanhar, sempre aproveitando para brincar com eles. Como o homem era bem introvertido, essas brincadeiras sempre saíam todas atrapalhadas, o que gerava uma certa diversão entre a pequena e feliz família.

Chiharu descobriu desde cedo sua aura sendo a de fogo, e Shoichi possuía a mesma do pai, a do ar. E assim como nas auras, normalmente os dois combinavam bastante, se divertiam, narravam aventuras fictícias. Por mais que o caçula tivesse uma natureza parecida com a de seu pai, sua irmã sempre o conseguia puxar para a realidade. Chiharu era a pessoa em que Shoichi sempre podia contar, a pessoa que ele admirava.

Shoichi e Chiharu

E não bastando ter a mesma aura e uma personalidade parecida, também não conseguia manter uma conversa com outra garota além de Chiharu, sua mãe e sua tia, Amaya, que com frequência visitava seus sobrinhos. Talvez a culpada por isso fosse realmente a tia. Amaya, sempre que podia, gostava de apresentar lindas garotas para Shoichi, com receio dele ficar encalhado por um bom tempo assim como Iwao, e todos aqueles encontros arranjados de Amaya, de alguma forma, traumatizaram o pequeno e inocente Shoichi, que sempre corria para Chiharu depois de fugir deles.

Porém, depois de tanto tempo em paz e harmonia, alguns acontecimentos deixavam a família de Iwao abalada. No ano em que Shoichi completou dez anos de idade, sua mãe acabou falecendo. Chie sempre teve uma saúde frágil, e seu corpo acabou não aguentando por tanto tempo, mas como a mulher gentil que era, com os sorrisos que ela esboçava todos os dias, ela com certeza conseguiu realizar os seus desejos e viver uma vida feliz ao lado das pessoas que amava.

Com a partida de Chie, a casa deles ficava bem vazia. Não ter a pessoa que sempre lhes mostrava o sorriso mais belo do mundo era estranho, mas a vida continuava. Assim como os sonhos da filha mais velha do casal, Chiharu. Ela queria conhecer o mundo fora de Dragonland, a cultura das outras terras, fazer amigos e ter histórias e mais histórias para contar, queria aproveitar sua vida ao máximo. SHoichi, por sua vez, não tinha muitas ambições, enquanto pudesse continuar perto de sua irmã e se divertir com ela, era o suficiente.

Chiharu treinava todos os dias, sabia que o mundo lá fora era rigoroso com qualquer um, por isso deveria ser forte. Sua aura de fogo encantava a katana que gostava de usar. Uma katana flamejante, e ela tinha uma grande habilidade com sua aura e aquela arma, mesmo tendo 11 anos na época, tinha uma força maior do que vários membros do Templo. Shoichi usava as mesmas armas do pai, e tentava acompanhar sua irmã nos treinamentos. Ele também era talentoso, mas sempre estava um passo atrás de Chiharu, e isso para ele apenas mostrava o quanto ela era incrível.

Foram anos de treinamento. Os dois conversavam bastante sobre quando terminassem, visitariam o resto do mundo juntos. Shoichi queria acompanhá-la em sua jornada, mas não para conhecer o mundo como ela, e sim para não sair de seu lado, ele tinha medo de não tê-la por perto, e era nisso que Iwao sempre puxava sua orelha, o garoto era muito dependente da irmã, e por isso não conseguia superá-la nos treinamentos. Ele não dava a mínima, era feliz daquele jeito e não queria arriscar mudar por isso, mas dois anos depois da morte de Chie, um acontecimento mudaria Shoichi, e também Chiharu...

Retinose pigmentar, uma doença que degenera gradualmente a retina, e Chiharu era portadora dela. Ninguém sabia, mas depois dos 10 anos de idade a garota já apresentava os sintomas da doença. Sua vista ficava embaçada as vezes e a cada mês que se passava, menos eficiente sua visão ficava, e quando ela tinha 13 anos, sua retina estava quase totalmente degenerada. Chiharu estava cega, e aqueles seus olhos nunca seriam capazes de ver o mundo fora de Dragonland, o mundo que ela tanto sonhava.

A garota continuou a sorrir, mesmo depois de saber não ser possível fazer seu sonho se tornar realidade, mas Shoichi sabia que Chiharu fazia aquilo para as pessoas a sua volta não sofrerem, ela sempre foi boa demais, não tinha coragem de machucar ninguém e estava sofrendo sozinha. E ao mesmo tempo que o garoto lamentava, um desejo de fazer aquele sonho se tornar verdade tomava conta dele. A partir dali, nos três anos seguintes, Shoichi treinava dia e noite, com uma grande determinação.

A força que Shoichi conseguiu alcançar nesses três anos assustava Iwao, seu filho havia evoluído bastante e tinha praticamente a mesma força que seu primo, Takashi Ishiyama, o grande General de Dragonland, quando este tinha sua idade. Primo este que Shoichi nunca teve a oportunidade de conversar, ele era bastante ocupado e sempre que aparecia estava sendo levado de um canto para o outro por sua mãe Amaya, sendo apresentado a garotos assim como ele era. Amaya parecia gostar de criar relacionamentos...

Shoichi já havia dito a Chiharu que faria seu sonho se tornar realidade, e ela se preocupava com ele, por nunca ter feito nada sozinho, mas mesmo se preocupando, era uma das que mais o apoiava, era a única coisa que poderia fazer agora. Sua irmã sempre teve um grande apoio de todo o Templo após perder a visão, por isso, mesmo não conseguindo sair de Dragonland, levaria uma vida tranquila. O garoto, queria ao menos, dar uma felicidade a mais para ela, ao contar sobre o mundo fora de Dragonland, foi essa a decisão que tomou a três anos atrás.

Com 15 anos estava preparado para sua jornada. Ano de 2029, dois anos depois de ter ouvido sobre um grupo de adolescentes terem salvo Kyoto de um atentado e que a meses atrás estes mesmos adolescentes teriam saído de Dragonland para se aventurar. Será que Shoichi poderia encontrá-los? Ele não sabia, afinal, tudo seria desconhecido assim que cruzasse o oceanos, e a barreira que protegia Dragonland. Dava um frio na barriga, mas ele deveria fazer aquilo, e carregava consigo palavras de sua irmã, palavras que deixou em sua despedida. "Não faça isso apenas por mim, cresça lá fora irmãozinho e acima de tudo, se divirta...".

Família de Shoichi. Esquerda pra direita: Iwao (58), Chie (36[†]) e Chiharu (16)



Última edição por Shoichi Ishiyama em Sab Jun 27, 2015 10:42 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shoichi Ishiyama

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 24/07/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Leão
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 17/05/2015
Mensagens : 3

MensagemAssunto: Re: Shoichi Ishiyama   Sab Jun 13, 2015 4:05 pm

Perfil


Nome: Shoichi Ishiyama

Sexo: Masculino

Data de Nascimento: 24 de Julho de 2014

Idade: 15 anos

Altura: 1, 67 m

Cor do Cabelo: Preto

Cor dos Olhos: Dourados

Tendência: Neutro - Bom


Última edição por Shoichi Ishiyama em Sab Jul 25, 2015 5:31 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shoichi Ishiyama

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 24/07/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Leão
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 17/05/2015
Mensagens : 3

MensagemAssunto: Re: Shoichi Ishiyama   Sab Jun 27, 2015 9:52 pm

Música Tema


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Shoichi Ishiyama   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Shoichi Ishiyama
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Shiori Ishiyama
» Ishiyama no TenKai
» Ishiyama no KaiTen

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Dark Side RPG :: Curiosidades :: Personagens-
Ir para: