Dark Side RPG

Um RPG que se passa em um mundo pós-apocalíptico, com vários reinos se formando sobre as ruínas do mundo antigo.
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Shiori Ishiyama

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Shiori Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Shiori Ishiyama   Ter Jul 15, 2014 11:34 pm

BIOGRAFIA

Templo Ishiyama, paraíso para quem puder ver e local perfeito para aqueles que desejam treinar. Ela também sentia isso do fundo de sua alma, mas quando foi que tudo mudou?

Filha mais nova de Daisuke Ishiyama e Amaya Ishiyama, mestres do templo, Shiori era uma criança um pouco quieta, totalmente o oposto do irmão Takashi. Apesar desse seu lado, ela ainda sorria para todos e treinava com sua mãe. Amaya logo notou que Shiori tinha o controle de um campo elétrico presente no mundo.

Um circulo de pedras foi feito em torno da garota. Era bem largo.

- Esse é o seu espaço, minha pequena. Eu não posso atravessar! Faça um campo que me impeça de chegar até você.

A garota olhou para o circulo e logo um raio foi tomando a forma. Era muito trabalhoso e ela era muito nova ainda, tinha apenas 7 anos.

A primeira tentativa não durou muito, apenas alguns segundos e a garota já estava um pouco ofegante.

- Vamos pequena! Se esforce! O inimigo não vai ter paciência! – Assim que Amaya falava isso, ela entrava no circulo e dava um golpe na garota. Por mais que isso fosse doloroso para a mulher, ela sabia que deveria continuar, tornar a filha forte era necessário. Assim que Shiori recebe o golpe e cai no chão com lágrimas nos olhos, Amaya se afasta novamente. – Chorar não vai adiantar nada!

A garota ficava no chão ainda, quando escuta a águia do irmão. Olha para o lado e Takashi estava ali, sorrindo para ela.

- Shi-chan! Se esforce! – gritava o animado garoto.

- Onii-sama... – sussurrava Shiori, secando as lágrimas e se levantando.

Novamente um esforço enorme e dessa vez a barreira durava mais tempo, uns 5 minutos e a garota novamente não aguentava.

- Melhor! Mas não o bastante Shiori! – novamente Amaya corria e dava mais um golpe na garota, se afastando novamente.

- Isso parece divertido! – Takashi falava com empolgação, com os olhos fixos na irmã.

- Você fala isso porque não é com você! – resmungava Shiori, se levantando ofegante e olhando novamente para o circulo.

- Meu anjo, você fez por mais tempo, sabe bem como é.... apenas concentre-se. Encontre dentro de si a motivação. Seu inimigo não vai se importar em te atacar.

Um sinal positivo e novamente a barreira se iniciava e por um bom tempo. Amaya sorria com aquilo e quando a barreira sumia novamente, ao invés de atacar Shiori, Amaya a abraçou.

- Pode descansar agora meu bem, amanhã nós continuaremos.

Shiori caiu sentada no chão e Takashi se sentou ao lado dela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shiori Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Shiori Ishiyama   Ter Jul 15, 2014 11:44 pm

Na manhã seguinte o mesmo treinamento, mas dessa vez o circulo estava menor e a cada dia menor ainda, até que 1 ano depois aquele treinamento já não cansava mais a garota, era algo normal e a barreira estava no formato do corpo da garota e agora não era mais visível. No começo ela até esquecia-se de fazê-la sumir, dando choques constantes no pai, na mãe e no irmão, mas logo isso foi também sendo trabalhado.

Assim que esse treinamento foi encerrado, Amaya teve a ideia de chamar um de seus antigos alunos para fazer o treinamento de Kung Fu de Shiori. O nome dele era Yun Jiang.

Yun havia se tornado um arqueiro e foi treinado por Amaya antes mesmo dela voltar para o templo em Kyoto. Era muito sério e focado em seus objetivos, mas é claro que não negou o pedido da mestre. Quando chegou na ilha em Kyoto, foi logo conhecer a sua aprendiz.

- Então é ela? – falava sem muita empolgação na voz, o que era típico dele.

- Sim, essa é minha pequena. Se você a machucar eu arranco seus olhos – falava no tom de brincadeira característico de Amaya.

- Se não confia no meu potencial, não deveria ter me convocado.

- Hihihi é exatamente por confiar no seu potencial que te chamei e principalmente por confiar nos meus ensinamentos. Eu não erro. – Sorria a mulher já olhando nos olhos da filha que agora tinha 9 anos. – Seja focada como você foi, objetivo em mente. Ele não vai ser mole com você como eu fui, então seja forte, ok?

- Sim! – dizia a séria garota.

Assim que recebe um sinal positivo, Amaya se afasta e some.

- Tsc... eu não sou bom como babá – resmungava o homem que nem olhava mais para a garota. Ela por sua vez havia parado perto dele e olhava o arco que ele carregava com atenção.

- Isso parece interessante...

- O que? Ah sim... – olhava agora para ela com um olhar intrigado. – Talvez eu te ensine, mas agora... hmmm vai cortar madeira com as mãos! Sem magia! Quando tiver o suficiente para montar uma cabana para mim, pode parar.

- Hã? Vai me treinar ou me fazer de escrava para construir sua casa? – esbravejava a garota inconformada.

- Bem, construir a minha casa é parte do seu treinamento. – Falava sério – e eu não pedi sua opinião! Agora vá logo!

A garota foi, muito irritada, mas foi.

- Sem magia? Que droga, vai demorar um século – murmurava a garota enquanto olhava para uma árvore. Em seguida olhava para as mãos. – Vai ter que ser assim então...mas vai doer. – começava a tentar quebrar a arvore com as mãos, mas antes mesmo de fazer algum dano à arvore, a garota já estava com as mãos doloridas e sujas de sangue.

Aquele fracasso estava irritando demais a menina que no desespero começou a chutar as arvores, descobrindo ter mais força nas pernas que nas mãos e esse fato também foi notado por Yun.

- Interessante...acho que até que vai valer a pena.

Dias se passavam e mesmo fazendo bastante estrago em algumas arvores mais finas, não era o bastante.

O que Shiori não sabia era que ele já havia feito uma casa em uma colina. Quando achou ser o suficiente Yun foi até a garota, com o mesmo tom sério.

- E então?

- é impossível! Você sabe disso e insiste!

- é mesmo? Vai desistir?

- eu...nunca!

- ótimo... pode parar então.

- O que?

- Eu disse, pode parar, não ouviu? Ou por acaso esses dias todos você perdeu a audição também?

- Você é muito irritante! Consegue ser mais irritante que a mamãe.

- Ótimo, isso significa que ela me ensinou a ser pior que ela.

- Arg! Cala a boca! Eu odeio sua voz! Eu odeio você! Você só sabe ser cruel e me obrigar a fazer coisas impossíveis!

- Me odeia? Que bom, então isso prova que vamos poder seguir em frente nesse treinamento. Meu objetivo nunca foi te dar tarefas fáceis, a vida não é fácil Shiori. Meu objetivo também nunca foi fazer você gostar de mim e passar a mão na sua cabeça dizendo "tadinha dela, ela não merece passar por isso"... Meu objetivo é te tornar forte o bastante para um dia quem sabe lutar contra você e você seja capaz de me vencer.

Shiori o olhava séria, apesar daquele homem ser tão cruel e desprezível, o que ele dizia tinha muito sentido para ela.

- Antes de tudo, você precisa ter um objetivo determinado e esse objetivo irá te fazer ficar mais forte. Qual é o seu objetivo agora Shiori?

- Agora? Hm... agora eu quero dar um soco no meio da sua cara!

- É assim que se fala!

Depois dessa conversa o treinamento de Kung Fu de Shiori apenas progrediu. Yun decidiu que como a força maior da garota estava nas pernas, o melhor seria o estilo do macaco, que é forte em pernas e saltos.

Um tempo se passava e Shiori completava parte do treinamento, mas agora ela tinha interesse em usar o arco e flecha. Esse ensinamento foi muito mais rápido, pois ela apresentou um talento incrível para tal. Quando Shiori estava pronta, Amaya voltou a treiná-la para apenas finalizar o trabalho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shiori Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Shiori Ishiyama   Qua Jul 16, 2014 12:04 am

Após tudo, Yun se despede de Shiori e volta a seguir seu caminho. As vezes ela ainda se pegava indo até a casa dele, mas apenas para ter um lugar tranquilo para ficar. De alguma forma a magnitude do templo Ishiyama perdeu o foco, já não era mais tão interessante para a garota. A solidão passou a ser mais convidativa. Foi assim que sua decisão começou a ser formada, ela iria construir uma casa só para ela e se afastar de tudo. A casa do mestre ficou ali, intocada e protegida por ela.

Meses lendo livro atrás de livro, meses arrumando o material e após dois anos a casa foi terminada. Na época a menina tinha 15 anos e era hora de informar a decisão para os pais.

Amaya como sempre levou a informação no espirito positivo, mas Daisuke ficou deprimido. Ele não esperava que a filha fosse sair de casa tão cedo. Shiori informou que iria demorar alguns meses para ela levar tudo o que precisava para a nova casa, o que possibilitou uma aceitação maior por parte do pai. Na manhã em que ela partiria, Daisuke deu para a filha um arco e uma besta, as quais ficariam em companhia da garota por muito mais tempo. Na época o irmão não estava presente. Foi uma despedida muito dolorosa, mas o fato dela ainda morar no território do templo aquietava o coração de Daisuke.

Assim que se mudou, Shiori encontrou um filhote de corvo caído e o levou para casa. Lá ela cuidou do animal até que ele estivesse bem para voar, mas ao invés dele ir embora, ele ficou com ela e se tornou seu companheiro. Brân era o nome que ela havia dado ao corvo. Brân passou a vigiar a casa e alertar à garota sobre qualquer invasor.

Os dias, os meses, os anos se passavam e o templo crescia. Shiori não se preocupava em saber o que estava acontecendo e nem como as coisas haviam mudado, mas uma noite Brân emitia o alerta de invasor. Shiori se levantava rapidamente e se posicionava na parte superior da casa, já atirando uma flecha na direção do intruso. A flecha ia de forma perfeita, mas rapidamente era segurada. Era sua mãe que trazia uma garota loira com ela.

- Hahaha que recepção mais calorosa minha pequena! – ria Amaya, puxando Sayuri até a porta da casa.

Shiori suspira ao ouvir o comentário da mãe, saia de sua posição e descia, abrindo a porta. Antes mesmo que pudesse dizer alguma coisa Amaya entrava com a menina de cabelos loiros.

- Se tivesse avisado, não teria essa recepção. – Dizia num tom frio.

- Tão amável como sempre, não é meu anjo? Não tive tempo para avisar. Te trouxe um presente. – assim que terminava de falar apontava para Sayuri.

- Uma menina? Pra que raios eu iria querer uma menina de presente?

- Essa é Sayuri Ishiyama, filha do Tenkai.

- E dai?

- E dai que você vai treiná-la. – dizia sorridente.

- Por que eu treinaria essa garota?

- Pra que eu fique mais forte que meu irmão! – Sayuri dizia algo pela primeira vez e com muita determinação.

- Não quero saber, não vou fa... – Antes mesmo dela terminar de falar Amaya já sumia, deixando um papel na mão de Shiori que dizia: Não perguntei nada, você vai treiná-la e ponto final. – Mas o que? Aff ela não muda nunca...Tsc...

A garota deixa Sayuri na sala sozinha e subia. Quando descia estava com um travesseiro e cobertores. Ela joga em cima da filha de Tenkai, que cai sentada no sofá soterrada.

- Já que não tenho outra saída, se vira. Fica no sofá, ou no chão, tanto faz. O quarto é meu e não me importa se você é visita. Eu não te convidei, então fique onde der.

- Como é? – dizia a assustada Sayuri, já saindo de baixo do monte de cobertor e travesseiro. A garota olha incrédula para Shiori. – Não pode falar assim comigo, ninguém fala! Se meu pai souber...

- Eu não tenho medo. Não me importa se seu pai é o líder do templo, se é o dono de tudo isso ou se é um dragão. Nem me importa se sua mãe é uma deusa e você é uma semideusa ou meio dragão ou sei lá o que. Eu já não gosto de você e você provavelmente não vai gostar de mim. Também não me importo com isso. Amanhã você vai acordar mais cedo e fazer o café da manhã, já que está aqui de favor e o Brân gosta de carne de coelho recém caçado, acho bom que você cace um antes dele acordar. – Assim que termina de falar, Shiori sobe.

- Como é que é? – se perguntava Sayuri com os olhos arregalados.

Na manhã seguinte Sayuri tentava fazer o que Shiori havia dito, mas tudo o que saia era uma bagunça monumental.

- Mas o que é isso?

- Ai... desculpa, eu nunca fiz isso antes...

- é... disso eu já sabia, limpe essa bagunça e me encontre do lado de fora da casa.

- ce..certo... – falava com lágrimas nos olhos e começava a arrumar a bagunça.

Do lado de fora Shiori comia algumas frutas e esperava a garota sair. Demorava um pouco mas logo Sayuri chegava.

- Já que você não conseguiu fazer o café da manhã, você não vai comer até o almoço, entendeu?

- O que?!

- Exatamente isso. – Shiori se sentava em uma pilha de pedras. – Me diga, sabe fazer alguma coisa de útil, ou eu vou ter que te ensinar até mesmo como se respira?

Sayuri ficava em silêncio olhando para o chão, segurando as lágrimas.

- Não ouvi a resposta, garotinha...

- Eu....eu controlo o elemento fogo...e sei algumas coisas

- é mesmo? Quero ver.

A garota secava as lágrimas e primeiro mostrava seu controle do elemento e em seguida alguns golpes que ela havia visto o irmão fazer, não saiam perfeitos e era obvio que não eram movimentos dela, mas Shiori apenas observava até o final.

- Esses movimentos são seus?

- Que? – Sayuri se assusta com a pergunta.

- Não parecem seus, na verdade você não se encaixa nem um pouco nesses movimentos. – Shiori suspira, fechando os olhos. – Vamos ter que começar do zero...ai ai

- Começar do zero?

- Isso mesmo. Está vendo aquele monte de pedras ali? – Apontava para várias pedras enormes.

- O que tem elas?

- Quebre todas... Sem magia...

- Como é que é? Isso é impossível!

- Realmente você é a filhinha do papai. – Shiori saia de onde estava sentada e se aproxima de Sayuri, pegando as mãos da garota e olhando-as. – Que mãos de princesinha...vamos colocar alguns cortes e calos nelas... Quebre as pedras até eu mandar você parar. Não pare, nem mesmo se elas sangrarem, entendeu?


Sayuri ficava a olhando assustada.

- Se eu voltar e você tiver parado por dor, se eu não ver as pedras quebradas, você também não vai almoçar. E se usar magia, Brân vai me avisar. Então seja uma boa menina e faça o que eu mandei sem chorar nem trapacear. Eu não me comovo com lágrimas. – Ao terminar, Shiori entrava na casa e Brân ficava em cima de uma arvore, apenas olhando para Sayuri.

Dentro da casa, Shiori esperava até um determinado horário e começava a cozinhar. Quando terminava já era horário do almoço. Ela comia, deixava em cima da mesa o prato de comida de Sayuri e então saia da casa. Ia até as pedras vendo que realmente Sayuri estava determinada, mas as mãos da garota já sangravam muito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shiori Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Shiori Ishiyama   Qua Jul 16, 2014 12:11 am

- Hm...você é meio lenta não? Só conseguiu quebrar algumas pedras, mas ainda há muitas para serem quebradas. Vamos fazer o seguinte, hoje você pode parar para descansar, mas amanhã vai começar tudo de novo.

Sayuri ainda socava a pedra até que esta quebrava. Naquele momento a garota caia de joelhos no chão, novamente com lágrimas nos olhos. Estava muito cansada e com muita dor. Shiori suspira, pegando a menina no colo e a levando para a casa. A colocava sentada no sofá, ia para uma dispensa pegando alguns curativos e se ajoelhando na frente de Sayuri, cuidando dos ferimentos das mãos da garota.

- Sabe que estou fazendo isso pelo seu bem não? – Dizia num tom frio.

- Eu não entendo... sniff ... como isso pode me fazer bem? Sniff – falava com a voz entregando o choro silencioso que ela estava tendo desde que começou a quebrar as pedras.

Uma lembrança vinha na mente de Shiori. Seu próprio treinamento.

- O que você está sentindo nesse momento, garota?

- Dor...

- E o que mais?

- Frustração...

- Não é como você esperava?

- Nem um pouco... sniff..

- Vai desistir? É o melhor, você é toda delicadinha, não vai durar muito se eu continuar te treinando. Desiste... Isso não vai te levar a nada. Volte para os braços do papai e da mamãe.

- Não posso... Sniff..Sniff

- Por que não?

- Eu quero ser mais forte que meu irmão.

- Entendi, esse é seu único objetivo?

- Sim... Sniff

Shiori terminava os curativos e se levantava.

- Então pare de chorar Sayuri. Seu inimigo é seu irmão. Ele não chorou e não vai chorar. – Guardava as coisas e ia para a mesa, apontando para a cadeira oposta que tinha o prato de comida. Sayuri se sentou meio temerosa e olhou para Shiori. – Pode comer... – Assim que falava aquilo Sayuri começava a comer muito rápido devido ao tamanho da fome que ela estava sentindo. – Sayuri, eu não tenho pena de você. Eu te dei uma chance de desistir e você disse ter um objetivo que te impede de desistir. Use isso a seu favor. Foque no seu objetivo, porque eu não vou pegar leve. Eu não quero que você goste de mim, pra mim é até melhor que você me odeie, então não espere que o tratamento vá melhorar, porque não vai. Entendeu?

- Entendi...

- Aqui você vai trabalhar para conseguir a moradia e o alimento. Aqui não é a sua casa. Tem regras que devem ser cumpridas.

- Certo...

- Amanhã você vai tentar de novo. Acordar, fazer o café da manhã, alimentar o Brân e quebrar as pedras. Se falhar novamente, não vai comer de novo. Essa é a regra. Eu quero empenho da sua parte ou eu te punirei mais do que simplesmente ficar sem comer. Agora descanse que mais tarde te ensinarei algumas coisas.

Shiori se retira, deixando Sayuri pensativa.

Dia após dia Sayuri fazia as coisas com mais facilidade e as regras iam mudando para pior. Sempre que parecia tudo estar indo bem, Shiori dava um jeito para piorar a situação da garota. Era assim que as duas trabalhavam, uma se esforçando para melhorar, a outra para piorar a situação.

Assim como Shiori, Sayuri também aprendeu a usar arco e flecha. Foi a parte final. Claro que demorou mais do que Shiori esperava, mas conseguiu e assim como com ela, Sayuri voltou aos cuidados de Amaya. A diferença é que, Sayuri não deixou isso tudo a mudar. Ela continuou como antes, mas com um objetivo. Já Shiori voltou a morar sozinha, tendo as visitas inesperadas da mãe e do pai.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shiori Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Shiori Ishiyama   Qua Jul 16, 2014 12:13 am

HABILIDADES

Monkey Style – Estilo considerado por muitos como um dos estilos mais incomuns e não ortodoxos das artes marciais. É composto de movimentos característicos. Este estilo é muito forte nas pernas e saltos. Em seus vários princípios de manobras incluem agilidade, agarrar, cair e saltar.

Archery – Habilidade obtida por Shiori muito rápido. Ela demonstrou um talento com esta arma muito forte e posteriormente uniu sua magia ao objeto. Normalmente ela usa um arco comum, mas em alguns casos específicos, a garota prefere o uso de uma besta como arma. Sua pontaria sempre fora perfeita e os objetos foram presentes de seus pais quando a garota decidiu morar sozinha em isolamento.

Thunderbolt – é uma variante das flechas que Shiori dispara com o arco ou a besta. Consiste em uma flecha feita inteiramente de energia elétrica, um raio. Ela raramente usa este golpe pois precisa do dobro de concentração e há um gasto muito grande de energia da jovem, já que há uma concentração de eletricidade enorme apenas nas mãos da garota.

Electric Shield – Shiori após anos de treino com sua mãe, teve um controle sobre uma carga elétrica presente no mundo. Aos poucos ela passou a usar isso como uma defesa física, envolvendo seu corpo com uma onda elétrica invisível, somente notada com o contato. Essa habilidade foi a primeira aprendida pela jovem e gasta muito pouca energia dela após anos de treinamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Shiori Ishiyama   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Shiori Ishiyama
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Shiori Ishiyama
» Ishiyama no TenKai
» Ishiyama no KaiTen

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Dark Side RPG :: Curiosidades :: Personagens-
Ir para: