Dark Side RPG

Um RPG que se passa em um mundo pós-apocalíptico, com vários reinos se formando sobre as ruínas do mundo antigo.
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Uma Surpresa no Oceano

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Sayuri Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 17/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Dom Nov 16, 2014 11:20 pm

Sayuri ouvia o que Heikki dizia e suspirava.

- É... podemos dizer que sim... - Porém aquele sorriso irritante e o tom de voz que ele usava a fazia o olhar séria. - Mas não tem graça nenhuma, Baka!

Sayuri chegava a dar um soco leve no ombro de Heikki, o suficiente só para um empurrão pequeno. Em seguida se levantava. O pirata acabava colocando o chapéu dele nela e a Ishiyama acabava sorrindo para ele. Depois que se entenderam, Sayuri raramente ficava brava com Heikki por mais de 1 minuto.

- Vamos lá... Melhor do que eu quebrar a cara do tal monstro e acabar com a viagem de todo mundo não é?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Saito Takeshi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1991
Horóscopo chinês : Cabra
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 68

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Seg Nov 17, 2014 12:32 am

Saito ainda permanecia na boia salva vidas. O que era um movimento estranho de noite, era um peixinho dourado, no qual ele ficava mais calmo. Porém, no dia seguinte, Saito estava pescando com o seu bastão como vara de pesca, enquanto um enorme vulto o rodeava por lá.

Demora assim mesmo.. ? Achei que fosse mais fácil...

No começo, parecia que ele estava falando sozinho, enquanto corria um grande perigo por lá. Um dos tripulantes, avistava-o lá em baixo, e indo salvá-lo, ele dizia.

-Ei, você ai em baixo! Cuidado!!.

Hum? Ei! Abaixe seu tom de voz... por favor... ela é tímida.. sabia?.

Dizia de uma maneira estranha, quando em seguida, surgia uma enorme baleia por perto dele.

Haha.. calma garota...

Ele passava um pouco a mão nela. Ninguém sabia como que ele havia feito amizade com uma baleia, mas era algo bem estranho e incomum. Enquanto isso, seu bastão finalmente conseguia um peixe, e ele ia o puxando, com força, mas naturalmente, chegando quase ao final de estar perto dele, a baleia finalmente o pegava.

Ah, acho que é aqui que eu me despeço...

Ela ainda voltava e passava por perto dele. O máximo que ele conseguia fazer de volta era passar um pouco a mão nela antes dela acabar levantando a boia dele, de tão perto que passava, e em seguida, ela ia embora. A linha que supostamente era pra estar presa nela, sumia.

É.. essa técnica é bem útil mesmo, sensei...

Ele falava em tom baixo, limpando o suor da testa. A referência era sobre Jin ter ensinado-o a fazer uma linha de mana, que tinha baixíssimo custo, e que poderia servir para muitas coisas. Em seguida, ele se ajeitava na corda que segurava a boia, e começava a subir, devagar. Os seus dois pés se prendiam em baixo, enquanto puxava para cima, levantava seus pés e prendia-os de novo na corda, como se estivesse escalando uma árvore. Novamente, Saito acabava parecendo um macaco.

1.. 2... 3.. vai.

Respirava fundo enquanto subia. Ao final, ele ia puxando a corda, enquanto aquele mesmo tripulante que havia o alertado, voltava.

-V.. você está bem?! Não viu o que tinha lá em baixo?.

Claro que eu vi, ela é minha amiga... e estava com fome.. então eu a ajudei um pouco.

-Desculpa.. eu tinha ido avisar aos meus superiores sobre aquilo, por isso não havia voltado, e como fui um dos primeiros a acordar, não tinha mais ninguém pra ajudar.

Hai hai.. está tudo bem.

Respondia enquanto arrumava a corda e a boia. Finalmente ele podia ver o estrago que a festa passada havia feito, e, pensando um pouco, ele resolvia arrumar algumas coisas, até alguns tripulantes aparecerem e ajudá-lo. Em pouco tempo, tudo estava como antes.

Pronto...

Ele batia uma mão na outra, limpando a sujeira enquanto ia para a cozinha, pois sentia cheiro de comida, e felizmente ele sentia um pouco de fome. Saito parecia um pouco animado naquele dia, pois nunca havia visto um animal tão grande em sua vida. Talvez aquilo o tivesse deixado mais alegre.

Ohayo.

Falava aos que encontrava, até mesmo ao grupo, na cozinha. Por lá, ele preparava um pão com requeijão, algumas torradas e um café. Ele havia passado grande parte da noite acordado, mas havia cochilado algumas vezes, justamente por estar entediado, mas em outras, conhecendo seres novos. Para muitos, Saito parecia estar normal, mas com a exceção de um pequeno sorriso que se mantinha por um bom tempo, e que só pessoas próximas a ele poderiam notar com mais facilidade. Ele ainda olhava Kohaku na mesa, relembrando sobre o incidente de ontem, mas ficando tranquilo quanto a isso, pois notava ela não estar estranha como na noite passada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Airi Nikolaievich

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/12/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 49

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Ter Nov 18, 2014 9:13 pm

Airi passava a noite acordada, barulhos de ferro sendo soldado e pequenas marteladas eram escutados a todo momento. Depois que Iori se fora Airi mal conseguia dormir , tudo o que pensava era em aprender mais e mais , inventar coisas novas, e se dedicar inteiramente a seu trabalho.

No dia seguinte , toda suja de graxa , e ainda usando um jaleco encardido , Airi seguia até a cozinha para tomar café.

- Bom dia escória.

Na noite anterior , fazia pouco caso como sempre das confusões de seus amigos , apesar de la no fundo não viver sem elas.

Sentada na mesa, Airi testava sua nova invenção parcialmente inútil. Um servidor automático de bebidas, ela colocava o copo no compartimento do que parecia um braço mecânico , e o ligava enquanto lia mais um de seus livros e comia biscoitos. No seu copo , uma prancheta com várias anotações repousava.

- Funcionamento parcialmente OK.

O mecanismo já levara o copo até a sua boca duas vezes sem problemas, porém na terceira , a força com que o copo era levantado era grande demais.

- Qualidade do produto.

A bebida voava na sua cara , fazendo-a perder o folego por ter liquido entrando no nariz por um instante. Airi balançava o rosto mas nada além disso e marcava novamente no caderno.

- Qualidade do produto....zero.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lin Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 02/08/2014
Mensagens : 63

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Ter Nov 18, 2014 11:02 pm

Separados por quilômetros e mais quilômetros de galáxias e estrelas , estavam Lin e a capacidade de navegar. Não foram feitos um para o outro, não eram farinha do mesmo saco. Como já não tinha mais o que vomitar , Lin continuava perambulando pelo barco como um zumbi.

Depois de tomar o remédio de Otohime , ela voltou sim a ficar boa , porém cerca de duas horas depois tudo voltava a piorar , a dor de estomago , tontura e enjoo retornavam. Um peso morto , era  melhor forma de descreve-la. Mas como nada tirava seu apetite , ela cambaleava até a cozinha , e comia tudo o que tinha direito. Mal conseguia falar com ninguém , mas tentava ser animada como sempre fora,  sem muito sucesso.

- Bom dia... pessoal...

Tudo que se passava em sua mente se resumia em: "Quando isso vai acabar?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Ter Nov 18, 2014 11:20 pm

Cerca de nove horas da manhã, a maresia batia forte sobre o convés do navio. O clima, frio. E o Dragão Bonzinho, juntamente com membros da tripulação, tomavam o café-da-manhã que Otohime havia preparado com a ajuda de alguns tripulantes no interior do navio.

Porém, durante o café-da-manhã tranquilo daquele calmo começo de dia, um navio estranho se aproximava do de Heikki, e com a velocidade em que se aproximava dava indícios de agressividade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Roque Eisenhauer

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 20/02/2009
Horóscopo chinês : Búfalo
Zodíaco : Peixes
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Iceland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 19/11/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Qui Nov 20, 2014 6:03 pm



♫Dos terríveis mares do norte , a serviço da poderosa rainha do gelo, ele viera assombrar as pobres almas do mundo ensolarado. Pele fria como a neve! Coração ainda mais gelado! Mas uma presença que aquece e aconchega as almas de todas as damas cujos olhos se cruzam com os teus!♫

♫Eisenhauer! Roque Eisenhauer! Um dos nomes mais temidos dos mares chegara, para eliminar todo e qualquer mal das fronteiras de sua bela dama. Lá estava ele, na frente de seu navio e de sua tripulação. Seus olhos, mais afiados do que os de uma águia , avistou o navio ao longe, e ordenou o ataque, não...não um ataque, um salvamento! Aquelas garotas estavam sendo sequestradas pelos terríveis e odiosos brutamontes que navegavam aquele barco imundo♫

♫Sem qualquer duvida de sua superioridade , Roque ordenava a tomada daquele navio, e o salvamento das donzelas! Dessa forma seus marujos, homens grandes e em sua maioria poderosos guerreiros, que causavam medo e terror em qualquer um (inclusive em Roque) começavam o ataque, obedecendo cegamente as ordens de seu "Aniki"♫

Roque: VAMOS HOMENS! NÃO PODEMOS DEIXAR QUE ESTAS LINDAS GAROTAS SEJAM MALTRATADAS, LEVAREMO-NAS CONOSCO! VÃO E PUNAM ESTES MALFEITORES!

SoldadoAleatório1: O aniki é mesmo incrível , sempre preocupado com o bem das donzelas e de seus preciosos companheiros!

SoldadoAleatório2: É verdade! Dizem que ele é tão bondoso que não consegue sujar as próprias mãos com o sangue inimigo!

E chorando de emoção os dois gritavam: CAPITÃO ROQUE!!!! BANZAAAAI!!!

♫E partiam para o ataque , lançavam ganchos e escadas na direção do navio dos vilões, e gritando , com espadas e armas , tentavam derrotar todos os homens do navio. Os olhos dos soldados se tornavam corações enquanto corriam atrás das garotas para leva-las até seu navio.
Já , ainda no próprio barco , claro que sem colocar seu belo e lindo corpo em perigo , estava Roque, com sua capa de capitão esvoaçando com o vento que lhe atingia, seus cabelos ao vento esboçavam um brilho encantador , como o orvalho sendo derrubado de uma bela rosa pelo vento , depois de um dia úmido♫

♫Escutando todos aqueles elogios por parte daqueles homens terríveis, suor escorria na nuca de Roque, mas ele se mantinha firme em sua posição e sorriso, esperando que aquelas pessoas fizessem todo o trabalho por ele como sempre♫
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heikki Niemi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 05/08/2007
Horóscopo chinês : Porco
Zodíaco : Leão
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Qui Nov 20, 2014 6:39 pm

Com Sayuri aceitando sua oferta, Heikki manobrava o navio ao lado dela, uma mão dele no leme e uma mão dela também estava. A manhã estava indo melhor do que ele esperava, levando em conta a noite passada. Porém, não podia ser tudo feliz, Tatsuo que estava encima do mastro avistava o navio inimigo se aproximando, e já gritava:

- INIMIGOS A VISTA! VAMOS SER ATACADOS!

Tatsuo já descia do mastro pela corda, e corria por todo o navio, avisando sobre o ataque. Yasuhiko que era o guerreiro mais forte da tripulação de Heikki, já organizava a tripulação que batalharia na linha de frente para atrasar a invasão até que todos estivessem a postos para contra-atacar.

A névoa havia atrapalhado muito, não conseguiriam usar os canhões por causa da proximidade que se encontravam do inimigo agora. Por causa da repentina invasão, a tripulação inteira de Heikki entrava em combate, haviam saído de seus postos originais. E o capitão por sua vez, soltava o leme, e olhava para Sayuri enquanto colocava sua máscara de caveira.

- Parece que essa manhã vai ficar bem animada Sayuri-chan!

Heikki não estava nem um pouco preocupado, confiava bastante em seus homens, e por isso sempre estava animado estando com eles. Seja em uma festa, ou em uma batalha. Ser um pirata para ele, que era apenas um garoto com vários sonhos em alto-mar, era a melhor coisa do mundo! O capitão saltava para fora da cabine dando risadas altíssimas, sacando sua espada curva e uma pequena pistola, que sempre ficavam com ele, se juntando a batalha com sua tripulação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sayuri Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 17/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Qui Nov 20, 2014 9:18 pm

Sayuri havia esquecido completamente que não havia tomado café da manhã por causa de Kohaku. Estar ali com Heikki estava realmente perfeito. Porém as coisas mudavam quando ouviam Tatsuo gritando que estavam sendo atacados.

- Isso vai ser divertido. Eu já estava pensando que nunca teria ação por aqui. - Ria a garota, já ficando com um olhar determinado.

Logo depois de Heikki sair, a garota também saia, saltando e olhando para os inimigos. O primeiro homem que tentava se aproximar de Sayuri já fazia a garota sorrir em desafio, seus olhos draconicos encaravam o homem e ao mesmo tempo o corpo todo de Sayuri pegava fogo, um fogo que não afetava a ela e nem ao navio, mas quem tentasse tocá-la provavelmente se queimaria.

- Pode vir! HAHAHAHA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otohime Katashi

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 20/04/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Qui Nov 20, 2014 10:33 pm

Otohime ainda estava sentada em uma escadinha, pensando em muitas coisas quando o ataque começou. A princípio ela ficava confusa com tudo aquilo já que estava pensando demais ultimamente. Era quando um dos maiores homens surgia para pegá-la ou algo do tipo.

- Que ótimo...já me basta tudo o que aconteceu ontem, agora querem me fazer de donzela em perigo... - dizia deduzindo que ele tentava capturá-la.

A Katashi não estava com nenhum humor para tentar ser gentil, porém não estava com humor para lutas também. Simplesmente quando o homem ia pegá-la, a garota desviava com a maior facilidade, usando a velocidade que ganhou da mãe.

- Isso vai ser tão chato... - diferente de muita gente, Otohime não se divertia lutando, até porque ela era mais uma sacerdotisa que apenas servia a uma Deusa. Lutar não era algo tão criterioso. Novamente desviava do homem. - Muito lento. Sabe, dizem que quando maiores são, mais lentos ficam. Isso prova que é um fato.

Repentinamente seu plano falhava amargamente quando, novamente, um degrau surge em seu caminho.

- Mas de onde....arg!

Não daria tempo para desviar novamente. Otohime se levantava e suspirava.

- Vamos lá então... Os ossos humanos são a coisa mais fácil de quebrar, basta achar... o ponto certo. - Otohime raramente mostrava seu intelecto publicamente, já que sempre achava errado inferiorizar as pessoas, porém ela estava irritada e cansada de tanto pensar, por isso acabava não se importando tanto com aquilo.

A garota segurava o braço do grande homem e num movimento simples ela acabava quebrando o braço daquele homem e em seguida finalizava com um soco no estômago dele. Quando terminasse, a garota sairia andando e resmungando.

- Deviam banir degraus e raízes pelo mundo a fora... isso é um absurdo... De onde eles surgem assim tão rápido?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kohaku Akihito

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 11/08/2014
Mensagens : 46

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Sex Nov 21, 2014 10:31 pm

Kohaku estava tomando café na cozinha, e forçando Dante a comer de tudo o que tinha ali, em sua mente aquilo era romântico(?) de alguma forma. Mas de repente , barulhos e gritos começavam a vir lá de cima. Curiosa para saber do que se tratava Kohaku agarrava o braço de Dante e o puxava com ela para fora dali.

- Vem amor! Estão se divertindo sem a gente lá fora!

Mas quando subiam um grupo de piratas já desciam as escadas, atacavam Dante e tentavam capturar Kohaku. Mas quando era separada de seu amor e tocada pelas mãos de um homem que não conhecia, os olhos de Kohaku se transformavam nos olhos de uma criança assustada. Ela tremia como uma vara, como se por um instante várias memórias terríveis passassem por sua cabeça. Em seu ataque de pânico, Kohaku empurrava o homem com as duas mãos , e os olhos fechados e gritava.

- NÃO! Ninguém toca na Kohaku além do amor dela!

Mas sem medir sua força , o pobre homem era arremessado escada acima , e caía em algum lugar do oceano , a metros de distancia dali. Se estava vivo ou não , ninguém nunca saberia.

Depois do ocorrido , Kohaku se jogava em Dante  , claro que se aproveitava da situação , mas ao mesmo tempo , se sentia completamente insegura e aterrorizada com o que acontecera.

- Não deixa eles encostarem na Kohaku, ela não gosta de ser tocada , não mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Saito Takeshi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1991
Horóscopo chinês : Cabra
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 68

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Sex Nov 21, 2014 11:44 pm

Com sua caneca em mãos, tomando um café reforçado (que havia gostado mesmo de tomar), Saito tomava do lado de fora. Por não ser tão sociável, ele gostava da tranquilidade do dia, e decidia ficar olhando do lado de fora, um pouco a névoa que aparecia, e assim, ele começava a sentir alguma coisa estranha, como se seu ouvido tampasse um pouco. Ele colocava a mão sobre ele, e assim, notava o ataque que surgia "do nada".

Mas o que--.

Ele era parado imediatamente por um deles que chegava diretamente, chutando sua caneca. Ele olhava o mesmo, derramado sobre o chão, e em seguida, para o pirata.

Você.. (ఠ్ఠ ˓̭ ఠ్ఠ) como ousa... ! .

Ele olhava para o café, que havia tomado um pouco, e rapidamente, ele materializava seu bastão, girando-o por cima de si, e acertando diretamente sobre a bochecha daquele pirata.

Isso.. é pelo meu café! seu.. seu.. malvado! (,,Ծ‸Ծ,, ) .

E em seguida, ele dava um chute na barriga dele, e por fim, pegando a caneca e atirando na cara dele.

Eu estava feliz.. até você.. acabar com o meu café! ("ಥ‸ಥ).

Mas só depois, ele notava que mais alguns chegavam, mas não se passava muito tempo. Ele preparava o bastão dele, por trás, segurando-o com uma mão, e o puxava para frente, girando-o a todo momento e acertando vários piratas.

Vocês.. vão ver!.

E assim, ele ia para o outro Navio, por uma prancheta que colocavam para invadir o navio deles, mas ele só se aproximava logo no começo. Por lá, ele assobiava alto e já corria, voltando para o navio em que estava, e, segundos depois, a baleia no qual ele havia feito amizade, batia a cabeça com tudo no casco de baixo do navio inimigo, enquanto Saito ainda ia acertando a cabeça de uns, e desviando dos outros.

Boa garota! Vem.. vamos lá..!.

Em pouco tempo, ele era notado por vários, e acabava sendo cercado. Em um certo momento que ele se esquivava e contra-atacava um pirata, outro ainda conseguia acertar um soco no rosto, e outro o fazia um corte no braço, chegando a cortar seu kimono.

(ʘ言ʘ╬) Desgraçado! Primeiro o meu café e depois a minha roupa!.

E assim, ele ficava mais nervoso. Começava a girar o bastão rapidamente, afastando alguns por medo e acertando sem dó os outros, até mesmo o que havia cortado sua roupa, ficava afastado assistindo tudo, e depois começava a correr de medo.

Venha cá.. você é o próximo!! レ(◣益◢#)ヘ .

E em pouco tempo, ele o acertava com uma bastonada de cima para baixo, na cabeça. O barulho era tão forte que parecia uma pancada de abrir coco. Saito não ligava muito para bens materiais, mas como haviam dado aquela roupa para ele, e aquele café, ele o valorizava muito, pois dificilmente ganhava algum presente, alguma coisa, e ele valorizava ao intuito de se sentir importante, e de aquilo, de alguma forma, fazia bem para ele. Pelo fato de ser neutro, ele só sentia raiva com o que faziam com os presentes dele, nada anormal, a não ser agir de uma maneira infantil naquele lugar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ryouji Kawano

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 30/11/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Sagitário
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 75

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Sab Nov 22, 2014 2:35 pm

Ryouji, desde que havia chegado ao convés, estava sentando em um canto, traumatizado com a noite passada. E quando o ataque começava, ele não saia do lugar. Porém, por talvez todo aquele barulho de espadas se chocando e gritos, o estivessem comovendo, o rapaz se empolgava e se levantava, para falar ao mundo como estava se sentindo. Seu monólogo depressivo começava.

- Pensei eu que seria tudo feliz! Ela ter me levado para o quarto seria algo bom! Onde foi que eu errei!?

Durante suas falas, vários piratas inimigos vinham tentar acertá-lo, mas como Ryouji se expressava com gestos, esses mesmos gestos acertavam os invasores e os nocauteavam, uma vez que o rapaz não estava medindo a força durante seu monólogo. Ele derrotava vários sem nem saber que estava fazendo isso.

- Ela foi tão violenta! Não precisava de tudo aquilo! Todos queriam apenas se divertir não é!?

Porém, não conseguiria terminar seu monólogo. Ryouji sabia que estavam invadindo, mas não estava percebendo que já havia derrotado vários inimigos. E a razão por não conseguir terminar era que um dos piratas invasores dizia:

- Vamos pegar as mulheres que ainda estão dentro do navio, elas sim devem ser as donzelas em perigo!

Aquilo fazia Ryouji ficar extremamente sério outra vez, Ren estava lá dentro, e como um teletransporte ele aparecia atrás desse pirata usando toda a velocidade que tinha. Já segurando a cabeça daquela pessoa com bastante força.

- Você... não sabe pelo o que eu passei ontem a noite!

Quando dizia aquilo com uma voz furiosa, ele soltava a cabeça do pirata e o pegava pela gola de sua vestimenta, dando um tapa bem forte no rosto do mesmo.

- VOCÊ NÃO SABE!

Em seguida, o jogava contra a parede, e o encarava com uma expressão de fúria que a medida que ia falando, se transformava em uma expressão mais traumatizada.

- Uma das mulheres. Que está lá dentro. É muito mais perigosa que o monstro do lago Ness! Confie em mim, ficar aqui é mais seguro!

E como uma mudança de eventos, a expressão traumatizada de Ryouji se transformava em uma super feliz, e ele ria como um retardado. O pirata que havia sido jogado contra a parede estranhava muito aquele rapaz, estava começando a ter medo dele.

- Mas... é por isso que eu AMO ela! Seu jeito de ser violenta! Ser perigosa! ISSO É INCRÍVEL! HAHAHAHA!

Quando o pirata inimigo ouvia aquilo, já estava morrendo de medo, e com isso ele corria dali, voltando para o próprio barco em desespero total, enquanto Ryouji continuava a declarar seu amor pela violência de Ren como um bobo-alegre.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Taikun Tsukushi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 04/10/1993
Horóscopo chinês : Galo
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 62

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Sab Nov 22, 2014 9:06 pm

•● Taikun estava tomando seu café, calmamente, vendo todos aparecerem e indo embora, mas apenas aproveitando o momento, comendo demais justamente pela ressaca do dia anterior, até começar a ouvir barulhos estranhos do lado de fora. Ele já se assustava na hora, se encolhendo todo enquanto dizia ●•

Não foi culpa minha, por favor, foi sem querer, eu juro! (;_;).

•● Em seguida, ele notava que o navio estava sendo invadido, e finalmente decidia fazer parte da luta. ●•

._. ah.. tudo bem então.. YARRRR AVANTE MARUJOS!.


•● Ele sacava sua espada, indo para o lado de fora, ao convés, e olhando o que estava acontecendo. Apesar disso, ele não entendia mesmo o que estava acontecendo, mas como era uma luta, ele só pensava em uma coisa: Abater o navio inimigo. ●•

Tomem essa!.

•● E assim, ele soltava várias bolas de foto no mastro e nas velas do navio inimigo, enquanto utilizava apenas alguns golpes normais e com a espada aonde os piratas surgiam, até porque ele finalmente pensava em não atear fogo no próprio navio. ●•

Saiam do nosso navio seus ladrões mal feitores!!.


•● Mal ele sabia a definição de piratas. Socos eram desferidos em uns, espadadas em outros, e tudo o que ele apenas queria, era se aproveitar do caos, e fazê-lo pior ainda, com o intuito de ser apenas para o inimigo. ●•
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Airi Nikolaievich

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/12/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 49

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Sab Nov 22, 2014 10:17 pm

Uma bagunça se iniciava, como se isso fosse alguma novidade, Airi já estava acostumada com aquela correria, mas desta vez não era apenas uma festa , era de fato um ataque. "Piratas? Já li sobre eles." ela pensava , mas logo já precisava se mover , do contrário seria "salva".

Mesmo um homem comum seria um grande desafio para Airi se ela tentasse enfrenta-lo diretamente , aqueles em questão eram grande e fortes , guerreiros experientes, burros... mas experientes.

Dois conseguiam descer até a cozinha, e se deparavam com Airi ainda sentada na mesa.

- Vejam! Uma das donzelas está ali , rápido vamos leva-la até o nosso navio!

Mas Airi se levantava bruscamente , batendo ambas as mãos na mesa, se virava para eles apontando o dedo e começava a falar.

- PIRATAS IMUNDOS! NÃO TÊM VERGONHA DE SI MESMOS? EXCLUÍDOS PELA SOCIEDADE , EXPULSOS DE SUAS CASAS! ENVERGONHAM NÃO SÓ A VOCÊS COMO TAMBÉM SUAS FAMÍLIAS! ATÉ MESMO SEU CACHORRO SENTE PENA DE VOCÊ!

Caminhando até um deles ela colocava o dedo indicador no peito do homem e o encarava como uma mãe que brigava com seu filho.

- TRABALHAR? ESTUDAR? TER UMA VIDA DIGNA? CLARO QUE NÃO! NÃO É MESMO? AFINAL ESSE É O JEITO MAIS FÁCIL , E VOCÊS SÃO BURROS E COVARDES DEMAIS PARA ENCARAREM A VIDA DE FRENTE! UMA VIDA LIVRE E SEM PREOCUPAÇÕES? ACORDA! NÃO PASSAM DE CRIANÇAS IGNORANTES NUM CORPO DE BRUTAMONTES RIDÍCULO!

No inicio , os homem não entendiam  ,mas cada palavra de Airi os atingia como uma flecha,  como se a verdade sobre suas vidas fosse atirada nas suas caras , a verdade que eles nunca quiseram olhar. Os dois estavam chorando , como duas crianças desiludidas.

Airi ficava de costas para eles e cruzava seus braços , mantendo os olhos fechados.

- Do jeito que estão agora vocês valem menos que a sujeira desse navio. Se pudesse escolher entre picles em conserva e suas vidas , não pensaria duas vezes em escolher o picles. Mas sabem que não precisa ser assim.

Se apoiando um no outro , de joelhos no chão , os homens refletiam sobre suas amarguradas vidas como soldados , servindo a um homem que mal conheciam, e choravam. Até que um deles perguntava.

- Como....como podemos mudar?!

Abrindo seus olhos e se virando para o homem subitamente , Airi lhe dava um tapa na cara , a marca de sua mão ficava tatuada na cara do marujo.

- PEÇA DESCULPAS A SUA MÃE! ARRANJE UM EMPREGO! VIVA UMA VIDA HONESTA! Só assim poderei olhar para você , e ver um ser humano. Por que no momento , tudo que vejo são dois grandes montes de merda.

Os homens se levantavam chorando , e corriam arrasados de onde vieram , mas gritavam ao mesmo tempo.

- VOCÊ VAI VER! EU VOU ME TORNAR UM HOMEM DIGNO , ASSIM VOCÊ TERÁ QUE ME RECONHECER!

E desapareciam, pra onde foram ninguém sabe, de volta ao navio , para os botes voltar para os país de onde vieram talvez. E Airi os assistia ir , orgulhosa do que fez. Ela batia as mãos umas nas outras e resolvia ir até la em cima ver o que estava acontecendo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Campanaro

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 16/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 77

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Sab Nov 22, 2014 11:07 pm

Por mais que estivesse com sono, cansado, Dante tomava tranquilamente seu café-da-manhã, e quando o navio era atacado, a princípio ele não percebia. Apenas quando Kohaku agarrava o seu braço, o puxava para as escadas, e os piratas invasores os atacavam enquanto subiam que o rapaz finalmente percebia o que estava acontecendo. Este balançava bruscamente sua cabeça de um lado para o outro, tentando fazer o sono passar para poder reagir a tudo aquilo.

Enquanto ele fazia aquele gesto, dois invasores tentavam atacá-lo o separando de Kohaku, cada um de um lado, mas milímetros antes dos golpes o acertarem, Dante terminava de "acordar" e com um reflexo absurdo, se agachava, fazendo os dois piratas socarem um a cara do outro e caírem da escada em seguida. Com um sorriso, o rapaz se endireitava novamente e olhava para os inimigos derrotados ao fim da escada, mas antes que ele pudesse ficar feliz por derrotá-los com uma esquiva simples, Kohaku vinha até seus braços.

- E-Ei! Isso não é hor...

Ele pensava que a garota iria ser pervertida, mas assim que a sentia tremer de medo, horrorizada por ter sido tocada por outro homem, faziam Dante abrir bem os olhos, os deixando arregalados. Ela parecia tão indefesa agora, e precisava mesmo de ajuda. Tendo isso em mente, salvar Kohaku dos invasores, o rapaz via seu sonho bem a sua frente naquele momento, e um espírito heroico despertava nele. Era como um dever, salvar tudo o que estava ao seu alcance. E ao colocar a mão na cintura, via que sua katana não estava com ele. O que fazia o jovem espadachim rir um pouco enquanto tinha a garota em seus braços.

- Hahaha! Péssimo dia para esquecê-la no meu quarto! Se segurava bem Ko-chan, as coisas vão ficar agitadas!

Com um sorriso largo no rosto, com a mão esquerda abraçava forte Kohaku e usando tanto a mão direita quando o pé direito, ia batendo nos piratas que vinham em sua direção, todos alvejando a garota que estava em seus braços, por acharem que ela estava em perigo nas mãos de Dante. A luta era difícil por estar carregando Kohaku, mas o rapaz não se abalava por isso, encarava como um teste de algo maior que estava por vir. E como aqueles piratas só tinham tamanho e um pouco de experiência, conseguia nocautear vários enquanto se locomovia para o convés vagarosamente. Ao chegar por lá terminando de subir as escadas, via a real invasão, era uma batalha enorme e Dante para não causar muitos problemas e confiar em seus amigos, ficava mais afastado, nocauteando os que passavam por todos os outros. Os impedindo de entrar no interior do navio. Agia como um guardião daquela porta, e de tanto olhar para os lados não percebia a presença nem de Lin e nem de Ren.

- Tch... onde estão aquelas duas? Seria mais fácil com elas aqui!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lin Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 02/08/2014
Mensagens : 63

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Dom Nov 23, 2014 7:40 pm

Depois de "tentar" comer , Lin voltava a vagar pelo navio. Como um zumbi , ela caminhava até seu quarto, tão desnorteada que mal percebia o ataque, os gritos e a grande movimentação.
Quando se aproximava de seu quarto , um os soldados de Roque a avistava e corria até ela. Ao vê-la o homem não conseguia sentir nada além de pena.

- O que estes monstros fizeram para deixar essa pobre garota assim?! Não poderei perdoa-los! Venha eu vou te salvar!

Ele pegava Lin e a colocava nas costas , a carregando como um verdadeiro salvador. Lin por sua vez não percebendo nada do que ocorria em sua volta , sem mal conseguir se mexer direito , era facilmente capturada. Apenas baixos gemidos de dor eram pronunciados, por causa do balanço muito maior agora que estava nas costas de alguém. Seus olhos giravam e o mundo parecia dar voltas e mais voltas.

Antes que percebesse , ela já estava no navio inimigo , o soldado a levara até o capitão, mas nem a capacidade de se perguntar "o que diabos tá acontecendo" Lin tinha naquele momento. E então a voz do soldado vinha novamente aos seus ouvidos.

- Aniki! Veja só o que fizeram com essa pobre garota , é um milagre que ainda esteja viva!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Roque Eisenhauer

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 20/02/2009
Horóscopo chinês : Búfalo
Zodíaco : Peixes
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Iceland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 19/11/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Seg Nov 24, 2014 9:14 pm

♫Do alto de seu navio , que aliás era maior que o de Heikki , Roque observava a luta certo sua vitoria eminente, tudo o que fazia era rir heroicamente (?) enquanto seus homens faziam o trabalho perigoso por ele. Mas em poucos instantes tudo mudava , seus homens estavam sendo massacrados , e a todo momento que um deles era vergonhosamente derrotado até mesmo pelas garotas do navio , uma gota de suor brotava na nuca dele. Depois de 2 minutos ele já suava como um gordo num dia quente de verão♫

Mente do Roque:"O que raios está acontecendo ? Qual o problema dessas pessoas? Elas não são humanas... não são humanas não é? Até mesmo as garotas , monstros , lindos e adoráveis monstros , um lindo , atraente , inteligente, sensacional mortal como eu não tem a minima chance aqui. É melhor dar um jeito de desaparecer sem que ninguém veja, ou que o navio se incendeie por completo. Eu vou me afastar calmamente , e voltar pra dentro do navio... vamos lá , um passo de cada vez , mantenha sua imposição , você é ROQUE! O grande pirata! Voltando...Voltando...."

♫Mas das trevas surgia um de seus homens carregando o que parecia ser uma garota, agora que estava sendo visto , todo o seu plano de desaparecer ia pelo ralo♫

Soldado aleatório 21: Capitão! Eu salvei uma das garotas! Aqui está ela, pobrezinha , não vai sobreviver muito tempo sem cuidados!

♫Uma chance , mesmo sentindo uma estrema dor em seu coração , Roque faria o que era necessário ,  tomava Lin dos braços do homem e subia o mastro em chamas com ela nas costas, chegando lá em cima ele a colocava em sua frente , com uma carta do seu baralho em seu pescoço. Aqueles que pudessem ver aura , perceberiam que a carta estava carregada com a energia espiritual do maravilhoso homem de cabelos brancos e sedosos♫

♫Fazendo um refém , era a unica opção que ele tinha , obviamente ele não machucaria aquela pobre garota , era contra todos os seus princípios ferir as damas, sendo ele um honrado cavalheiro, mas deveria blefar , e pelo menos nisso , ele era bom♫

Roque se cagando de medo: PARADOS TODOS VOCÊS! SE RENDAM AO GRANDE ROQUE! SE NÃO QUISEREM PERDER SUA PRECIOSA AMIGUINHA AQUI! HA HA HA HA HA HA!

♫Seus homens não entendiam , mas confiavam em seu capitão e cooperavam com ele♫
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heikki Niemi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 05/08/2007
Horóscopo chinês : Porco
Zodíaco : Leão
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Seg Nov 24, 2014 10:16 pm

Heikki batalhava bravamente ao lado de seus companheiros, e eles se interagiam bastante enquanto lutavam e procuravam se divertir ao máximo naquele momento que poderia ser triste e difícil para muitos. Mas na vida de um pirata, aquilo não passava de uma rotina, mesmo que eles pudessem ser gentis, ainda eram foras-da-lei, enganadores e saqueadores.

- Ahahaha! Heikki-chan! Como passou a última noite? Ficaram aos beijinhos na cabine!?

Como sempre Kin provocava seu capitão, e ela lutava com um pequeno sabre, dependendo de seus companheiros e eles dependendo dela, o trabalho em equipe era ótimo. A mulher lançava beijinhos ao ar enquanto dizia e Heikki envergonhado ficava nervoso enquanto trocava golpes com outro pirata.

- PARA COM ISSO KIN! Não vê que não estamos de brincadeira aqui! Estamos sendo atacados!

Por fim, jogava o pirata longe com um chute, e daquela confusão entre os dois, Takafumi aparecia, rindo do quanto Heikki estava envergonhado e nervoso. Enquanto afastava um dos inimigos do local, abrindo caminho usando a força deles mesmos, e quando não havia mais nenhum inimigo por perto, deixava seu braço por cima dos ombros de Heikki, começando a tirar sarro dele também.

- Se o nosso capitão está assim! Deve ser verdade!

- C-Cala a boca Takafumi! Não foi bem assim que aconteceu poxa!

E como estavam descuidados na hora, discutindo e tirando onda, um dos piratas inimigos se aproximava por trás e preparava um golpe que os acertaria, mas Yasuhiko estava na cobertura, e com um único golpe nocauteava aquele pirata. Ele por sua vez estava sério, como sempre quando estava em batalha.

- Vocês não deveriam baixar a guarda. Imagina se eu não estivesse aqui.

- HAHAHA! Sempre podemos contar com você Yasu-san!

Durante a conversa deles, Kin havia sido afastada por vários inimigos. Conseguia derrubar alguns, mas acabava tropeçando e caindo no chão. O golpe final de um inimigo vinha, e ela fechava os olhos no momento. Mas seu marido aparecia derrotando o homem, e Tatsuo olhava para Kin no chão e lhe estendia a mão com um sorriso no rosto.

- Você não deveria se esforçar tanto sozinha!

Kin então fazia uma expressão de irritação, e inchava as bochechas por um tempo. Mas ao mesmo tempo, via que Tatsuo seria atacado por trás, então pegava seu sabre que estava no chão e acabava com o homem que vinha por trás dele, com um sorriso no rosto, respondia a Tatsuo.

- E você não deveria ficar se achando tanto assim!

Os dois riam e voltavam a lutar juntos, até se juntarem aos outros, era quando Tatsuo dirigia sua palavra para Heikki.

- Capitão! Avisei a todos do navio! Podemos começar o contra-ataque agora!

- Certo! HOMENS, VAMOS L...!

Uma risada altíssima era ouvida, e tirava todo o foco da batalha, fazendo Heikki e todos os seus homens olharem para o mastro do navio inimigo. Lá estava o capitão inimigo com Lin em seus braços. A tratando como refém. Heikki rangia os dentes, e apertava o cabo de seu alfanje. Fechando os olhos por um momento, não podia deixar uma amiga de Sayuri em perigo. Por isso, levantava seu braço esquerdo e gritava.

- ABAIXEM AS ARMAS!

E ao ouvirem Heikki dizer aquilo, toda sua tripulação as abaixava, assim como Heikki. E era quando o pirata percebia o símbolo que havia no navio inimigo...




A visão daquele símbolo fazia Heikki arregalar bastante os olhos por trás da máscara, e simplesmente ficar paralisado por um tempo, em torno de pensamentos. E o seu principal pensamento era...

- "Por que... esse símbolo... por que ela está aqui?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sayuri Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 17/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Seg Nov 24, 2014 10:33 pm

Um, dois, três...sete, a garota perdia as contas da quantidade de homens que ela derrotava tão facilmente. Seu ego draconico começava a inflar sem ela notar. Era quando ouvia uma voz em sua mente.

"Sayuri! Menos!"

Era a voz de sua mãe. Olhava em volta e ria baixinho.

- Claro, ela não precisa estar aqui...

Só então notava o porque de sua mãe ter se manifestado. Por um simples segundo, Sayuri chegou a pensar que aqueles eram humanos fracos, adversários indignos. Um pensamento que ela acreditava que seu irmão teria.

- Droga... eu não vou ficar como ele!

Mais um soldado a atacava naquele instante e ela repetia gritando agora.

- EU NÃO VOU FICAR COMO ELE!!!!!!!!!!! - dessa vez o ataque foi mais forte que o normal. Se o homem fosse um  pouco mais fraco, provavelmente teria morrido na mesma hora, mas agora estava gravemente ferido.

Armada com toda a raiva que sentia, toda a frustração e somado com o ódio da noite anterior, Sayuri deixava cada vez mais homens gravemente feridos. O que a trazia de volta era uma nova voz. Uma voz desconhecida. Não em sua mente, mas ali perto. A garota olhava para cima e via Lin capturada por um homem estranho. Estava todo arrumadinho, muito chamativo. Em sua mão havia uma carta energizada.

Normalmente Sayuri gritaria para ele ir logo com aquilo, mas desde que sua raiva fora transferida para outra pessoa, Sayuri não queria ver Lin se ferrar tanto.

- LIN! CHUTA O PONTO FRACO DELE E DEPOIS FAZ O QUE VOCÊ FAZ DE MELHOR! VOMITA NELE, LIN!!!!

Era algo estranho de se dizer para uma amiga em apuros, mas Sayuri nem pensou tanto para dizer, aquilo saiu automaticamente dela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otohime Katashi

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 20/04/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Seg Nov 24, 2014 10:53 pm

Otohime queria não lutar. Porém era impossivel, aqueles homens não paravam de tentar capturá-la. Aquilo era tão frustrante. Tão sem sentido. A garota suspirava. Ela não atacava para matar, mas sim para quebrar braços e pernas, pontos nada vitais mais que pararia qualquer humano pela dor. O que ela não notava era que após o primeiro braço quebrado de um dos inimigos, sua tatuagem começava a surgir novamente e a cada homem que ela conseguia derrotar, maior ficava a marca.

Quando a voz do capitão do outro navio surgia, a marca já tomava conta do braço direito inteiro de Otohime assim como subia pelo ombro, pelo pescoço, finalmente parava no lado direito do rosto da garota. Os desenhos delicados daquela tatuagem pareciam uma sequencia de curvas com algumas folhas espalhadas e no rosto da Katashi, uma rosa. Aquela reação era nova para a garota. Nunca havia acontecido aquilo, uma reação pela dor dos outros.

A garota olhava para cima e arregalava os olhos. Lin estava lá nos braços daquele homem que começou toda aquela luta sem sentido. Otohime não sabia o que fazer, o que pensar. Porém confiava totalmente em Lin, mesmo que a garota estivesse tão mal como estava.

- Lin! Eu confio em você...Sei que vai sair dessa...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kohaku Akihito

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 11/08/2014
Mensagens : 46

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Ter Nov 25, 2014 8:51 pm

Kohaku se perdeu por um instante , mas ficar perto de Dante era seu remédio , o remédio de sua mente , ela se sentia num campo lindo e cheio de flores , das quais tanto gostava, quando estava perto do garoto, e mesmo que o toque daquele homem estranho a tivesse assustado , ela fora ensinada por seu mestre a superar suas memórias , a se concentrar no presente para esquecer seu terrível passado. Claro que em apenas um ano e meio Kohaku não conseguiria superar completamente , mas sua condição já era muito melhor do que antes.

Quando via Lin capturada e feita refém , não conseguia acreditar que deixou sua mestra ser pega tão facilmente, pela primeira vez na luta Kohaku se separava de Dante. Estava sem sua espada , pois essa era muito grande para que ela perambula-se pelo barco carregando-a nas costas, e quando o ataque começou , não teve tempo para busca-la em seu quarto. Por isso sem pensar direito Kohaku tomava impulso para salvar Lin , mas percebia que nenhum de seus amigos fazia tal coisa. A antiga Kohaku teria pulado naquele barco e feito tudo o que era necessário , ignorando todos os riscos, como por exemplo a morte do refém, mas dessa vez era diferente , ela esperava e tentava entender como superar aquela situação.

- Mestra Lin! Kohaku burra! Como não viu?!

Ela cerrava o punho e abaixava a cabeça e a balançava de um lado pro outro , fechando seus olhos com força numa frustração que raramente sentia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Saito Takeshi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1991
Horóscopo chinês : Cabra
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 68

MensagemAssunto: Um aviso prévio.   Ter Nov 25, 2014 10:45 pm

Saito acabava rapidamente com os piratas que o atacavam, chegando a ficar um pouco cansado, até ouvir uma voz e sentir uma aura muito estranha. Ele olhava para o alto, e via toda a cena, e ficava sem reação alguma, apesar de querer entender como Lin havia parado lá, sendo capturada.

Lin...

A si, ele dizia em tom baixo, até notar que Kohaku se movia, e ele pensava em pará-la.


Ko...


Nesse mesmo momento, Saito era parado por uma mão, que surgia em cima da dele, e uma leve voz vinha com uma brisa, em seu ouvido, no qual o fazia entender na hora.

- Pare, Saito..

E assim,depois de começar o impulso Kohaku já parava e assistia Roque assim como todos os outros e ele abaixava a mão, e percebia, que o que fosse parecer iminente, passava, e consequentemente, ele continuava a observar a cena, tentando pensar, mas não chegando a lugar algum. Saito ficava um pouco frustrado, e ao mesmo tempo, confuso, por aquela voz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ryouji Kawano

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 30/11/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Sagitário
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 75

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Qua Nov 26, 2014 5:36 pm

Foi durante a declaração de seu amor por Ren que Ryouji não percebeu um dos piratas inimigos passar e raptar Lin. Ele estava delirando em sua mente, imaginando o quanto Ren era perfeita para ele, e só a voz de Roque o despertava de sua linda ilusão.

- Hã... quê?

Demorava um pouco para ele localizar de onde vinha a voz, por ter voltado repentinamente ao mundo real. E quando via sua líder capturada por aquele pirata que parecia ser o líder dos invasores, Ryouji cruzava os braços e se pronunciava.

- Não acredito que se deixou ser capturada assim! Ainda tá enjoada!?

Sua voz saia bem alta, queria alcançar os ouvidos de Lin com ela. Assim ele se virava para Heikki, que era o dono daquele navio, e sorria com uma empolgação certa. Ele queria lutar e o seu trauma já havia sido superado quando ficou preso no mundo onde ele imaginava sua perfeita Ren.

- E então capitão? O que devemos fazer agora!? Socar todo mundo? Chutar algumas bundas?

Quando ouvia o que Heikki dizia, ficava muito irritado. Andando até o pirata e o pegando pelo colarinho. Com uma expressão cheia de ódio, logo ele falava o porque de estar se sentindo daquele jeito.

- É assim!? Não vamos fazer nada e nos render? Quem é que vai salvar ela se a gente se render assim!?

Ryouji era idiota, pra ele se queria alguma coisa, era só batalhar por aquilo. Se ganhasse, conseguiria, se perdesse, fracassaria e bastava tentar novamente. Mesmo vendo que a carta que Roque segurava possuía corte por causa da aura impregnada nela, sabia também que a resistência de Lin era enorme.

O rapaz confiava na experiência que Heikki tinha, por ouvir várias histórias ao decorrer dos dias que já estavam viajando, mas mesmo assim não entendia o porquê da rendição. Ryouji então se virava para Dante e o perguntava ao chegar perto dele.

- E você? Não vai fazer nada? A Lin tá em perigo lá encima!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Taikun Tsukushi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 04/10/1993
Horóscopo chinês : Galo
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 62

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Qua Nov 26, 2014 5:54 pm

•● Ao longo do tempo que se passava, e ele ia enfrentando cada vez mais piratas, Taikun ia conseguindo ao longo do tempo, uma visão não apenas natural, mas por pressentir a aura de cada um por lá, até mesmo a de Lin, que começava a sumir repentinamente. Ele ia ficando um pouco preocupado, até notar uma aura estranha em meio à ele surgir, e olhava na mesma direção, com medo do que achava que era. ●•

Lin.. hime...

Você também sentiu? É.. está melhorando...

•● Rapidamente, Taikun se preocupava e muito, e começava a ir na direção de Otohime, até porque, ele sabia que Lin não se deixaria por vencida, e tinha que pelo menos proteger a sua amada de si, que parecia agir estranho. ●•

•● Há poucos metros dela, quase terminando a luta com alguns piratas, ele notava que ela recobrava um pouco a própria consciência, assim como notava o que lhe retirava sua atenção: Lin havia sido pega, e estava rendida no outro navio. Ele notava que todos tomavam suas atenções à ela, e aproveitando o momento, ele se aproximava de Otohime, falando baixo à ela enquanto olhava para Lin, lá no alto. ●•

Hime.. tenha cuidado, essa aura e essa tatuagem, está me deixando preocupado com você... mas não é hora para isso..

•● Ele respirava fundo enquanto olhava para o alto, e se afastando um pouco dela, ele colocava as mãos sobre a boca, para aumentar a capacidade do grito que começava a dar. ●•

LIIIINNNNNNN!!! ACABA COM ELE LOGO ENQUANTO ESTAMOS INDO TE SALVAR!!!!!.

•● Novamente, sua maneira burra despertava para conversas, porém, no fundo ele tinha confiança em lin, mas sabia que não poderiam garantir a fuga dela se ela agisse sozinha, então ele começava a enfrentar os piratas da frente, enquanto começava a ir para o outro navio. ●•

Não criar.. uma estratégia.. é errado... mas ficar parado... é pior ainda!.

•● Dizia com pausas na voz, atirando alguns piratas na água, e outros bem longe. Taikun não queria pensar ou agir como um herói, só queria fazer o que achava o certo, no qual acreditava que até ela mesma poderia fazer isso. ●•
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Airi Nikolaievich

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/12/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 49

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Qua Nov 26, 2014 10:16 pm

Depois de mudar a vida de mais alguns marujos , Airi se apressava para esconder-se atrás de alguns caixotes e assistir tudo o que se passava. Desgosto , burrice , era tudo o que ela via.

- Essa macaca , não aguenta uma dorzinha de estomago... Como foi se meter nessa..

Observando como todos os outros reagiam, e também para Roque, aquele cara não parecia nada inteligente , e muito menos forte , sem entender por que todos estavam com medo de que ele matasse Lin, uma pessoa como aquela não saria capaz de derrota-la mesmo que ela estivesse inconsciente.

- Idiotas façam algo... se pelo menos eu tivesse minhas coisas..

Airi não tinha nenhuma de suas invenções com ela naquele momento, por isso não havia muito o que pudesse fazer. Com guardas por toda parte ela não poderia correr até seu quarto e buscar suas coisas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Uma Surpresa no Oceano
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Uma Surpresa no Oceano
» Mistério do 707 sumido no Oceano Pacífico
» [FSX] Uma surpresa em Geneve - MyTraffic 5.2ainda
» Evolve é a capa surpresa da Game Informer
» FS2004 Voo surpresa

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Dark Side RPG :: Histórias do Novo Mundo :: Ato 2 - "Shadowrealm"-
Ir para: