Dark Side RPG

Um RPG que se passa em um mundo pós-apocalíptico, com vários reinos se formando sobre as ruínas do mundo antigo.
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Uma Surpresa no Oceano

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Dante Campanaro

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 16/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 77

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Qua Nov 26, 2014 10:41 pm

Era só falar sobre Lin que ela aparecia, e ainda por cima, capturada. Aquilo fazia Dante colocavar a mão sobre o seu rosto, decepcionado.

- Como pode... ser tão desatenta assim...

Falava para si mesma, e percebia que Kohaku se soltava dele. Ela queria ir resgatá-la, mas com Lin naquela posição o mais sábio a se fazer era esperar, estendia a mão para parar a garota, mas nem precisava, ela já entendia a situação e aquilo fazia Dante sorrir por alguns instantes, como se estivesse orgulhoso dela ter se contido.

Heikki fazia o movimento mais sábio, uma rendição por hora. Julgando pela personalidade do pirata capitão inimigo, ele se gabaria bastante por ter ganhado a batalha, e aquilo poderia abrir uma boa abertura. Restava seus companheiros saberem como reagir, seguir o fluxo que o caveira havia imposto.

Todos, com exceção de dois, seguiam a ordem de Heikki. Ryouji e Taikun. Primeiramente o Kawano ficava com muita raiva, mas em todo momento já tinha em mente em não interferir de modo algum, ele confiava bastante em seus amigos, e quando o mesmo perguntava para Dante sobre o que ele faria, o rapaz tentava explicar ao seu companheiro porque não ir pra cima.

- Ryouji. É exatamente por ela estar em perigo que não devemos fazer nada. Precisamos seguir as ordens dele por enquanto.

Dante não sabia ler seus oponentes muito bem como Airi fazia. E por isso, sempre precisava seguir a decisão mais segura e inteligente. Pensar na segurança não de si mesmo, mas de todos. E isso não era o que Taikun fazia, e ele partindo para cima de todos aqueles inimigos para criar um possível distração para Lin escapar, sendo que ela não estava em condição nenhuma de lutar por causa das dores que sentia por causa da viagem, deixavam Dante transtornado.

- O que... ele tá fazendo? - Dizia Dante, com uma voz baixa. Com os dentes rangendo.

Ele não entendia nem um pouco porque Taikun estava fazendo aquilo, e já estava cerrando ambos os punhos enquanto olhava para a execução da ideia "brilhante" de seu companheiro. Torcendo para que ele percebesse a burrice que estava fazendo, e que Roque não entendesse aquilo como uma quebra das ordens que ele havia proposto com a refém que estava em suas mãos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ren Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 09/07/2014
Mensagens : 55

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Sex Nov 28, 2014 10:25 pm

Ren tentava dormir , com todas as suas forças , mas sua cabeça parecia uma bomba prestes a explodir. Noite passada bebera pela primeira vez , e numa quantidade absurda , definitivamente não estava preparada para tal. E agora os meros passos de uma formiga eram suficientes para perturbar seu sono e fazer doer mais sua cabeça. Mas não eram os passos de uma formiga o verdadeiro problema.

Ainda enrolada no cobertor como uma lagarta no casulo, Ren tentava tapar os ouvidos de todas as formas possíveis , mas a barulheira lá fora não permitia , o que diabos estava acontecendo ? Outra festa? Uma guerra? Não importava. "Apenas me deixem dormir!" , só isso importava. Mas seu desejo não era atendido , e o barulho continuava e continuava, e a paciência de Ren desaparecia aos poucos. Várias veias de raiva já brotavam em sua testa, mas o pior ainda estava por vir.

Tudo se calava de repente , e nada além da risada idiota de algum retardado mental do lado de fora podia ser escutada. Ela não parava , hahaha , hahaha ,hahaha, sem fim. Depois de aturar por mais tempo do que esperava , Ren perdia a paciência , se levantando num pulo ainda completamente nua , ela se enrolava no cobertor e calçava suas sandálias de madeira.

- Chega, não sou obrigada a passar por isso.

Subindo as escadas correndo em fúria , Ren abria a porta que ligava os quartos a parte exterior ,  olhava para os dois lados  , via toda a destruição , as pessoas feridas e espalhadas , os amigos de Lin boquiabertos e olhando pra algum lugar. Um navio estava ao lado e no mastro um homem , que aparentemente segurava Lin , utilizando-a como refém. Mas esse também não era o problema , ele estava rindo , e cada risada que saía de sua boca era como um tiro na cabeça de Ren. Enfurecida ela tirava a sandália de madeira do pé com a mão , e a jogava com toda a sua fúria.

- CALA ESSA MALDITA BOCA SEU PALHAÇO!

A força da garota era ainda maior que a de Lin , mesmo uma simples sandália de madeira seria suficiente para matar alguém normal, mas Ren pouco se importava no momento, só queria voltar pro seu quarto e se deitar , e então esperar que aquela dor infernal fosse embora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Roque Eisenhauer

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 20/02/2009
Horóscopo chinês : Búfalo
Zodíaco : Peixes
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Iceland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 19/11/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Sab Nov 29, 2014 5:10 pm

♫Seu plano foi um sucesso total , seus inimigos abaixavam as armas e se rendiam , agora ele só precisava dar o fora dali o mais rápido possível. Não tinha a coragem nem a vontade para matar aquela pobre garota que fazia de refém , mas como ninguém ali o conhecia isso acabava passando despercebido♫

Mente do Roque: Tudo bem... agora eu só preciso falar pra tirarem o barco daqui e quando estivermos indo eu solto a garota e tudo volta ao normal... é isso tudo volta ao normal... eu vou sobreviver. Oh meu deus eu vou sobreviver!É claro que vou!

Roque: HAHAHAHAHAHA NÃO SUBESTIMEM O PODER DO GRANDE ROQUE!!! HA HA HA HA HA HA HA! Deixarei vocês viverem desta vez! Mas é melhor não nos encontrarmos de novo! HA HA HA HAHA HA HA HA HA AH HA HA!

♫Porém , quando ele se preparava para dar a ordem de retirada , uma série de eventos que ele não esperava de forma alguma aconteciam. Primeiro um dos membros daquela tripulação estranha decidia atacar do nada , mas quando Roque abria a boca para ameaça-lo uma mulher louca surgia de dentro do navio , nua sendo coberta apenas por um lençol , com o cabelo todo pra cima e uma sandália na mão♫

Roque apavorado: Mas quem diabos é-

♫Não dava tempo de entender o que estava acontecendo , a ultima coisa que via era a imagem de algum objeto de madeira a centímetros de seu rosto e então nada. Só um ultimo grito abafado poderia ser escutado , pouco antes de Roque cair desmaiado rolando e quicando no navio do inimigo♫

Ultimas palavras de Roque: AAAAAAW
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lin Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 02/08/2014
Mensagens : 63

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Dom Nov 30, 2014 1:17 am

Delirando em seu enjoo , Lin mal sabia o que se passava a sua volta , não conseguia resistir , era peso morto quando estava daquele jeito , uma criança de 4 anos conseguiria derrota-la facilmente quando estava assim, por isso  não tentava e nem conseguia reagir.

Tudo acontecia muito rápido , e antes que pudesse perceber todos já haviam se rendido , todo menos um , Taikun atacava independente dos resultados , mas antes que pudesse fazer algo sua irmã já aparecia. Vendo-a Lin pensava , "nee-chan  o que ta fazendo com esse...", dessa forma algo voava na direção , e passava a centímetros de seu rosto, o cabelo de Lin balançava e tinha alguns fios cortados quando aquele objeto estranho passava, e de repente a queda.

A pessoa que a fez de refém caía primeiro , mas Lin caía logo depois , e acabava aterrissando em cima do pobre homem , nem para gritar Lin tinha forças , mas por sorte a queda fora macia. Mas independente disso Lin estrava completamente tonta , quanto mais se mexia dentro daquele barco , pior ficava sua situação, seus olhos giravam como duas espirais , e estirada sobre o corpo do homem que caiu primeira Lin ficava, quase inconsciente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Dom Nov 30, 2014 1:30 am

O golpe de Ren finalizava por completo aquela batalha entre os dois navios. O que parecia certo a vitória dos invasores, com um chinelo voando a 40 m/s, o resultado virava para o navio de Heikki. O capitão inimigo se encontrava derrotado em baixo do corpo da refém, e seus homens, vendo a cena, resolviam tomar a única e mais segura medida possível. Recuar.

Todos gritavam desesperados e corriam para o navio, fugindo dali e deixando seu capitão para trás. Não havia como salvá-lo, já estava tudo perdido e também eles não queriam enfrentar novamente os monstros que faziam parte daquele navio. Estavam com medo, e para sobreviver, deixavam seu líder para trás. Uma traição para a sobrevivência...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Campanaro

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 16/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 77

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Dom Nov 30, 2014 9:55 pm

Por sorte, Ren chegava e com um ataque surpresa bem estranho, nocauteava o líder dos inimigos e seus subordinados fugiam sem ele, já que o mesmo caia junto com Lin no meio do convés do barco de Heikki. E a queda de Lin havia sido amortecida pelo corpo derrotado de Roque. Mas Dante ainda estava muito irritado com Taikun, ele sequer pensou na condição em que Lin se encontrava e havia arriscado muito seus companheiros. Tudo por falta de cérebro.

Por isso, quando os inimigos recuavam, o rapaz andava até onde Taikun estava e parava um pouco atrás dele. Com os olhos fechados e um sorriso no rosto, o chamava:

- Taikun...

Assim que seu amigo se virasse, Dante daria um soco com toda a força e velocidade que possuía. Sua força já era maior que a de um humano comum, e aquela velocidade absurda aumenta ainda mais a sua força, cerca de duas vezes, e uma vez também que com aquela velocidade absurda mal dava para ver o movimento de seu braço, era indefinido seu destino, mas era direcionado diretamente no rosto de Taikun. E como em toda força há uma reação, ao acertar a cara de Taikun, a pele de sua mão ficava totalmente rasgada, sagrando bastante. Mas mesmo assim mantinha seu punho fechado e começava uma bronca em seu amigo:

- Você é idiota!? Atacando assim? NEM SEQUER PENSOU EM NINGUÉM AQUI, E DEIXOU TODO MUNDO EM PERIGO! Todo mundo sabia das condições da Lin, porque acha que o Heikki mandou abaixar as armas!? Vê se usa a cabeça, pelo menos um pouco! Parece que só entende a linguagem dos punhos!

Dante explodia de raiva, e depois de terminar a bronca chegava até a ficar ofegante, ficava assim por alguns segundos, e quando recuperava um pouco de folego, andava até Taikun mais uma vez e o encarava agora.

- Se você... arriscar a vida de todos assim mais uma vez. Mesmo eu não sendo um demônio que nem você, vou te impedir mesmo que seja a força.

O rapaz não pensava muito bem. Principalmente porque por alguns segundos a garota de quem gostava, Lin, ficou em perigo por causa do homem que estava a sua frente. Sua raiva não deixava ele pensar bem que poderia apenas alertá-lo e acabou deixando a raiva o levar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Taikun Tsukushi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 04/10/1993
Horóscopo chinês : Galo
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 62

MensagemAssunto: A punch behind your back.   Dom Nov 30, 2014 10:58 pm

•● Passando por vários piratas, enfrentando-os um a um, Taikun ficava cansado, talvez exausto, quase sem força nenhuma, e respirava ofegante, enquanto notava os piratas indo embora. Apesar dele aparentar ser burro, ele ainda ficava calado. Não queria bancar o herói, mas ele tinha motivos para lutar, estava sério em relação a isso, e não deixava se abalar pelo seu ato, pois Lin era uma amiga, que ainda sim, notava que não só ela, como também a hime estava empenhada em ajudá-la, todos os dias com o seu remédio, que sabia muito bem que seu poder de cura era assustador, até porque era ela quem cuidava de seus ferimentos, então ele contava com ela, e ele notava muito bem a dedicação dela, pois a falta que ela fazia por ajudar os outros, era dura, porém era muito bem compreendida. Ao final de seus flashbacks em sua cabeça, ele finalmente respirava fundo, descansando um pouco. ●•

Ufa...

•● Um pequeno sorriso contente surgia em seu rosto. Apesar de Taikun ter seus ferimentos curados pela otohime, seu verdadeiro poder demoníaco havia surgido fazia alguns anos, e com o seu treinamento, ela se aperfeiçoava ao olhar de ifrit, que tinha a intenção de cuidar sempre da retaguarda dele, depois de um pacto que haviam feito, onde dois seres possuírem um mesmo corpo, ambos teriam que lutar juntos, e, além disso, otohime cuidava de seus ferimentos bem mais ao passado, desde quando ele era criança, até quando era jovem. ●•

Acabou...

•● Dizia em tom baixo, fechando os olhos aos poucos, até finalmente ouvir uma voz familiar: "- Taikun..." ●•

•● Taikun não pensava nem um pouco em alguém estar tão nervoso assim com ele, e como acreditava que todos no navio eram aliados, e que não havia 1 pirata sobrando, ele começava a virar o rosto, mas começava a sentir que alguma coisa estava estranha. ●•

Hm--

TAIKUN, CUIDADO!!.

•● Taikun virava o rosto, e tomava o soco em cheio, mas ainda sim, Ifrit havia sentido aquela presença assassina de Dante, e ao mesmo tempo que conseguia alertar, ele ativava uma espécie de escudo de pedra negra, da mesma cor que quando seu braço ficava na luta em que teve seu primeiro poder acordado, e com alguns desenhos azuis por ele, onde aquela barreira se estendia do seu olho até o seu pescoço, pois não teve muito tempo de reação, muito menos a endurecer a pele de tão rápido que havia sido. Apesar disso, Taikun voava longe, pelo menos 4 metros de altura, e que, quando começava a cair sobre o chão, acabava quebrando-o um pouco por causa do impacto, onde Ifrit fazia mais alguns pedaços de seu corpo virarem pedra, até ele cair sobre o chão. A força de impacto seria pequena, mas como estava exausto, estar com ferimentos seria algo problemático. Ele não estava com muitos ferimentos no corpo, pois os piratas eram fracos, e enquanto ele enfrentava outros, e tomava golpes, aquela primeira ferida da luta, ficava apenas com coloração vermelha na pele, e consequentemente as próximas à mesma velocidade de tempo. Era quase que uma máquina natural capaz de se regenerar lentamente, mas eficientemente. ●•

Aaaaahhhhhh!!...


•● Ele gritava em um som baixo-médio, pois não tinha forças para gritar direito. Ao chão, ele se levantava, lentamente, cuspindo sangue, e limpando a própria boca. ●•

Acabou.. a Lin está a salva, apesar de tudo.. ehhh.. satisfeito?.

•● Dizia em tom baixo, passando a mão no rosto, e cambaleando um pouco, enquanto respondia ao que ele dizia. Ele ficava apoiado a uma das pernas, enquanto a outra, ficava de joelho. ●•

Ahh.. essa doeu, eim...

Me desculpe, não agi à tempo.

Tudo bem tudo bem.. essa foi merecida... estarei te devendo essa.. Dante..


•● E ao final, ele caia exausto no chão, enquanto pensava no que foi lhe dito: "linguagem dos punhos.. deixar todos em perigo..". ●•
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otohime Katashi

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 20/04/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Dom Nov 30, 2014 11:04 pm

Otohime via toda a cena que acontecia. O líder inimigo sendo nocauteado de uma maneira tão estúpida. Logo em seguida Taikun levava um soco de Dante. Aquilo fazia o sangue de Otohime ferver novamente. A tatuagem da garota aumentava mais um pouco, chegando próxima ao olho direito da garota e este ficava negro. Nem pensava duas vezes. Corria com uma velocidade maior que a de um humano comum e quando se aproximava de Dante, dava um tapa no rosto dele com uma força maior do que o normal para ela.

- Quem é você para falar de “não pensar nos outros” aqui? Você é um hipócrita, Dante! Eu acreditava que éramos iguais, mas me enganei. Você precisa crescer e tomar atitude de homem! Eu vi seu sorriso na festa. Você podia ter evitado tudo aquilo e mesmo assim permitiu que acontecesse por vingança, por eu ter te zoado várias vezes. O que você fez mesmo? Deixou que Kohaku partisse pra cima da Sayuri roubando o primeiro beijo dela. Você deixou que a Kohaku destruísse o momento mais importante da vida da Sayuri. O que a Sayuri te fez? Nada. Ela nunca fez nada pra você. Sua sorte é que Heikki foi mais homem do que você jamais foi na sua vida. Ele evitou o pior. Imagina se a Sayuri tivesse se descontrolado? O navio teria afundado ou pior, a Kohaku poderia ter se ferido gravemente. – O tom de Otohime era de puro desprezo. Ela fazia uma pausa breve. – Agora a Sayuri odeia a Kohaku e eu não tiro a razão dela. E não só isso, aquilo quase destruiu meu relacionamento com Taikun. Feliz agora? Sua atitude só separou nosso grupo e criou um clima muito estranho no ar. Parabéns. Resolva sua vida, antes de dar lição de moral para qualquer um daqui.

Otohime batia palmas para Dante ironicamente e se afastava finalmente dele. Seu desapontamento com Dante e sua repudia por tudo aquilo ficava claro. Porém finalmente ela havia se livrado de toda aquela negatividade que estava em sua mente. Se sentia mais leve, mais calma. A tatuagem, por sua vez permaneceria ali nos próximos dias antes de desaparecer completamente.

A garota ia até Taikun, checar como ele estava. Agora ele poderia notar que a tatuagem finalmente afetou o olho direito da garota. Apesar disso ela parecia realmente muito mais calma.

- Vamos, melhor você descansar...

A garota ajudava Taikun a se levantar e o levava para o quarto que eles estavam ficando.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Campanaro

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 16/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 77

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Seg Dez 01, 2014 12:10 am

Dante já esperava uma reação violenta de Taikun, mas acontecia o contrário. Seu companheiro entendia suas palavras, e aquilo fazia mesmo o rapaz sorrir, sua raiva passava e tudo parecia ficar bem agora.

- Hah! Que bom que entendeu Taikun-san. Estarei contando com você daqui pra fren...

Dante era interrompido com a figura de Otohime aparecendo a sua frente, lhe dando um tapa fortíssimo que o fazia perder os sentidos por instantes, do jeito que seu rosto virava permanecia, e ele era obrigado a ouvir tudo aquilo dela. Por que ela estava nervosa com algo tão aleatório? Por que ele que nunca fez mal a ninguém no grupo estava ouvindo aquilo? Foi por que não parou Kohaku a tempo? Mas como ele iria parar ela? A única alternativa seria usar a força, e pensava que Otohime sabia disso, iria machucar Kohaku, ainda mais do que ela já estava. Será que ela havia pensado levando o lado de Kohaku em conta? Quando terminava e ouvia aquelas palmas irônicas, ele começava a ficar nervoso novamente mas percebia que não valia a pena. Por isso colocava primeiramente a mão sobre a cabeça e sorria da forma mais idiota do mundo.

- Hahaha. Foi mal Hime-san! A culpa é realmente minha, vou dar um jeito de não deixar isso acontecer mais. Prometo.

Naquele momento, ele pensava mais em Lin do que nele. Ela ficaria triste se quando acordasse soubesse que ele e alguma outra pessoa estivessem brigado, e causado alguma desordem no grupo. Porém, mesmo assim ficava em sua mente, toda aquela injustiça que estava recebendo por hora. Ele não podia impedir Kohaku, ele até tinha tentado fazê-la parar de beber, mas não pôde ir contra a vontade dela, e machucá-la depois só pra parar alguns beijos? Isso parecia bem imaturo da parte dele.

Dante já estava muito acostumado por receber tanto ódio assim. Sempre foi assim durante toda a sua infância. Por ser o filho daquele que destruiu todo o mundo. O responsável por espalhar uma radiação enorme sobre todo o planeta. O causador da terceira guerra mundial. As pessoas fora de Dragonland, que foi onde passou sua infância, o conheciam muito bem e por isso, tanto ele quanto sua mãe carregavam toda a ira que o povo tinha contra os Campanaros. Até sua tia sofria com isso. Era um pesadelo, ele passava mais tempo em casa do que lá fora, aprendendo sobre o mundo, sobre a proteção de sua mãe. E quando tentava sair, sempre voltava ferido. Mas garoto nunca se deixou abalar. Ele ainda tinha sonhos, queria consertar o que seu pai fez de errado e livrar sua mãe e sua tia de todo aquele sofrimento. Queria ser um herói, para ajudar e não destruir como seu pai fez.

Quando Otohime se retirava com Taikun, Dante suspirava e andava até o canto do convés, se sentando por lá. Estava exausto, e agora que sentia a dor que vinha de sua mão. Estava horrível, era como se bater em Taikun fosse bater em uma parede de aço. Ao olhar para sua mão, ela tremia e ele acabava rindo baixo.

- Haha... um ferimento e um tapa. Mas até que é verdade, preciso parar de ser tão cauteloso e tomar mais atitude, senão vou acabar sendo como qualquer um e não um nome que será lembrado...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heikki Niemi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 05/08/2007
Horóscopo chinês : Porco
Zodíaco : Leão
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Seg Dez 01, 2014 4:54 pm

Heikki havia se rendido, e Ryouji logo o segurava pela gola e transtornado o perguntava o porquê da rendição. O pirata ficava apenas em silêncio, não precisava explicar nada, e no fundo sabia que o rapaz sabia da razão também. Quando Ryouji o soltava, via Taikun começando a lutar com os piratas novamente mesmo depois da rendição, quando ele pensava em falar algo, eis que Ren aparecia e com uma força monstruosa nocauteava o líder inimigo com uma chinela de madeira. Aquela cena o fazia olhar para Ryouji e ter um pensamento:

- "Ryouji... você deve ser o homem mais forte nesse navio..."

Com essa sua conclusão, restava apenas observar os inimigos fugindo após a queda de seu líder, o deixando para trás. Roque agora estava em seu barco e só restava capturá-lo, tinha uma série de perguntas para fazer e confirmar o significado daquele símbolo.

Depois de tudo acabar, ainda rolava uma discussão interna. Por Taikun ser imprudente, Dante resolvia dar uma dura nele depois de um soco bem forte. E Otohime ainda pensando na noite passada e com o soco que seu namorado havia tomado agora também dava uma dura em Dante. Depois de tantas desavenças, Heikki finalmente se movia, quando o ar de paz retornava. Nem se importando para a briga que havia acabado de acontecer ia até o corpo de Roque e de Lin.

- Ok, ok. Isso foi bem intenso! Yasuhiko, poderia levar a Lin pro quarto dela. Acho que foi ação demais pra ela. HAHAHA!

- Pode deixar capitão!

Cumprindo a ordem, Yasuhiko levantava Lin, e colocando o braço da garota por cima de seus ombros a levava para dentro. Então Heikki agachava e olhava bem para Roque, ainda usando sua máscara de caveira. E depois de alguns segundos ria brevemente.

- Bem-vindo a bordo prisioneiro. Tenho muitas perguntas para te fazer!

Estalando os dedos, alguns de seus tripulantes traziam várias cordas e amarravam Roque, o prendendo. E em seguida os mesmos levavam o prisioneiro para uma espécie de porão no navio. Quando Heikki levantava batia algumas palmas para chamar a atenção de todos que ainda estavam ali.

- Ganhamos, de alguma forma, essa batalha. Mas o símbolo que esse homem carregava em seu navio, se minhas suspeitas forem verdadeiras, uma guerra deve começar logo logo... e essa é uma guerra em que teremos pouquíssimas chances de vencer, mesmo assim não planejo parar a viagem, chegar ao destino é o nosso objetivo. Estejam preparados para o pior, viajantes...

Ao terminar seu discurso final, Heikki dava as ordens para que sua tripulação voltar aos seus postos, entrando em sua cabine em seguida com apenas um pensamento na cabeça.

- "Espero... que eu esteja errado..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   Seg Dez 01, 2014 4:56 pm

E com um clima pesado e cheio de misterio aquela batalha terminava. O navio logo voltava a operar normalmente enquanto tratava dos ferimentos de alguns tripulantes. Por sorte ninguém havia perdido a vida naquela luta, mas ainda sim não parecia uma vitória por completo, o clima estava pesado demais para uma vitória.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Uma Surpresa no Oceano   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Uma Surpresa no Oceano
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
 Tópicos similares
-
» Uma Surpresa no Oceano
» Mistério do 707 sumido no Oceano Pacífico
» [FSX] Uma surpresa em Geneve - MyTraffic 5.2ainda
» Evolve é a capa surpresa da Game Informer
» FS2004 Voo surpresa

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Dark Side RPG :: Histórias do Novo Mundo :: Ato 2 - "Shadowrealm"-
Ir para: