Dark Side RPG

Um RPG que se passa em um mundo pós-apocalíptico, com vários reinos se formando sobre as ruínas do mundo antigo.
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Fim da Linha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
Ren Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 09/07/2014
Mensagens : 55

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Jan 05, 2015 9:44 pm

Ren observava cada canto do navio, sair dali sozinha seria simples , mas conseguir levar os dois inúteis com ela era a parte difícil. Ela não era exatamente a melhor pessoa para se trabalhar em equipe, mas acreditem ou não estava dando seu máximo ali, controlando seu temperamento baixo para ajudar aqueles dois a saírem daquela situação.

- Procurem por alguma saíd..

O chão começava a se elevar , e de repente eles estavam cercados de inimigos. Ren estava nervosa, nervosa demais até mesmo para gritar em reprovação, nervosa demais para joga-los pra fora daquele navio. Ela não falava uma palavra sequer, seu cabelo tampava seus olhos naquele momento , e só uma sombra poderia ser vista em seu rosto. Com a mão que segurava seu guarda-chuvas ela preparava sua lâmina, e em um instante já estava sob seus inimigos. Ela cortava, decepava e até mesmo matava todos aqueles que levantavam suas armas contra ela, não esperava que os inimigos viessem , ela iria até eles descontando toda sua frustração, para que assim pudesse não espancar os amigos de Lin até a morte, Ren não estava se segurando nem um pouco, sua velocidade e força eram gigantescas, e com socos, chutes e cortes ela atravessava facilmente um esquadrão inteiro de soldados comuns.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Jan 05, 2015 10:15 pm

Os soldados que iam tão vigorosos para cima dos invasores começavam facilmente a cair um por um, e a maior fonte de perigo era aquela garota. Ela os matava sem piedade alguma, e parecia realmente estar extremamente furiosa com algo. Os soldados que restavam ficavam com tanto medo que começavam a correr enquanto gritavam desesperados. O capitão segurando o microfone que o permitia usar o auto-falante do navio começava a tremer e a suar frio com a violência daquela garota que parecia um animal selvagem atacando aos gritos.

- N-N-Não deixem elas assustarem vocês assim idiotas! T-Temos uma arma secreta ainda não é? HAHAHAHA! S-Soltem o golem agora, ela não o derrotará e estaremos salvos! HAHAHA!!!

O capitão quase borrando de tanto medo caso aquela garota chegasse até ele, ativava a alavanca em seu painel, e bem a frente de Ren, Heikki e Yasuhiko subia uma plataforma, e nela estava acorrentado um golem de gelo contendo 4 metros de altura, seu corpo era todo afiado e ao mesmo tempo bem resistente. Quando este estava já na superfície, o capitão apertava o botão abaixo da alavanca e as correntes se soltavam, o que fazia o golem começar a se mover e rugir bem alto, até os navios próximos ouviriam o som. E de repente o capitão voltava a ficar todo corajoso.

- HAHAHA! VÁ! DESTRUA ELES!

O primeiro movimento do golem era realizado, enquanto rugia várias estacas de gelo era disparadas de seu corpo como balas, e tinha um poder de perfuração bem semelhante, a diferença é que era bem maior do que uma bala e com uma resistência 5 vezes maior. Perfuraria facilmente um corpo humano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heikki Niemi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 05/08/2007
Horóscopo chinês : Porco
Zodíaco : Leão
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Jan 05, 2015 10:49 pm

Quando finalmente percebia o que a alavanca fazia já estava cercado pelos soldados inimigos, e Heikki coçava a cabeça, fazendo um tom de voz cômico enquanto ria sem graça pelo burrada que havia feito.

- Hahahaha... me desculpem. Acho que estamos encrencados não é mesmo?

Porém, quando os soldados inimigos atacavam, Heikki sacava sua espada e pelo menos mostrava que os 15 anos no mar não foram faixada, ele havia aprendido uma super técnica. Correr. O pirata começava a correr pelo navio e a desviar de todos os ataques aleatoriamente, assim como golpear barris que estavam espalhados pelo convés na direção dos inimigos. E segundos depois de começar a usar sua técnica, os inimigos começavam a correr dele, Heikki colocava as mãos na cintura e ria bem alto.

- HAHAHAHA! FOGEM DE MEDO DO GRANDE CAVEIRA NÃO É? Finalmente perceberam que nunca tiveram chances!

A alegria do pirata que nem se tocava que estavam com medo de Ren e não dele acabava rapidamente, quando começava a ver uma sombra o cobrindo. Ao olhar para trás Heikki por baixo da máscara ficava com a boca super aberta e com os olhos arregalados. Um golem gigantesco estava a pouco mais de 10 metros dele, e logo o monstro de gelo começava a rugir, disparando seu primeiro golpe contra os inimigos. Estacas de gelo, várias delas. O pirata tentava correr desesperado delas, mas a velocidade das estacas era maior que a dele, e por isso quando não tinha mais para onde escapar tentava aplicar um golpe de espada na horizontal contra três estacas que no momento vinham a sua direção. O golpe acertava as três, porém apenas duas estacas eram desviadas antes de acerta-lo, a terceira ficava enfincada em seu braço esquerdo. Instantes depois de ser acertado o caveira percebia e se ajoelhava no convés do navio, colocando a mão direita sobre o ferimento, enquanto fechava os olhos com força e gritava.

- AAAAAAAAAAAAAAAHHHH!

Depois de gritar alto, ficava fraco e caia de cara no chão. Começando a perder bastante sangue com o ferimento causado pelo golem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Jan 05, 2015 11:07 pm

O golem que havia acabado de disparar as estacas de gelo percebia no pirata caído, e seu próximo movimento já era feito. Com seu punho gigantesco, cerca de três vezes maior do que Heikki, mirava um soco de cima para baixo com uma força capaz de esmagar o pirata que estava indefeso no momento enquanto dava um passo largo que fazia a distância de 10 metros cair para 3, e soco demoraria dois segundos para chegar em seu alvo. O passo que era dado balançava um pouco o Destroyer, e durante o soco, da boca do golem saia um ar gelado e branco, normalmente acontecia com pessoas em um ambiente bem frio. O punho do golem também possuía pequenos espinhos de gelo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yasuhiko Orlov

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 14/09/2003
Horóscopo chinês : Cabra
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 22/12/2014
Mensagens : 12

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Jan 05, 2015 11:35 pm

Depois de derrubar alguns soldados, os deixando sem consciência, virava para seus parceiros e via seu capitão correndo de alguns inimigos e Ren matando aos montes os seus adversários. Por cima dos olhos de Yasuhiko ficava um sombra preta enquanto observava o que a garota podia fazer quando brava, se tentasse impedi-la talvez ele seria a próxima vítima de sua lâmina. Segundos depois, obviamente, os soldados restantes começavam a fugir da ruiva furiosa, e nisso acarretava provavelmente o último recurso do capitão do navio, um golem de gelo enorme.

Yasuhiko se surpreendia, mas não era tempo de ficar parado, o primeiro ataque logo vinha e quando via que algumas estacas acertariam os homens que havia nocauteado, permanecia a frente deles e depois de pegar bastante ar começava a fazer rápidos movimentos com sua lâmina, parando as sete estacas que vinham em sua direção e na direção dos soldados desmaiados. Aquele movimento o deixava levemente ofegante, mas pelo menos conseguia impedir de acontecer mais alguma vítima, até que ouvia o grito de Heikki.

- Capitão!!!

O homem assustado via seu capitão caído. O golem não queria perder aquela oportunidade e já começava um golpe que provavelmente esmagaria Heikki. Yasuhiko vendo que não chegaria a tempo para se defender do golpe já se colocava a correr. Pelo menos protegeria seu líder colocando seu corpo na frente, como um verdadeiro guardião deveria ser.

Desde o dia que havia conhecido Heikki, Yasuhiko havia jurado proteger tanto o navio como seu capitão. Já havia falhado em não deixar o navio ser destruído, mas não queria falhar, em hipótese alguma, em proteger o homem que lhe deu uma segunda chance, estava disposto a sacrificar sua vida enquanto corria em direção do golpe do golem, eram os dois segundos mais longos de sua vida e colocava toda a força que tinha nas pernas. De alguma forma conseguia chegar a tempo e colocar seu corpo na frente do soco do golem, ficando a esperar o golpe o acertar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ren Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 09/07/2014
Mensagens : 55

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Jan 06, 2015 12:11 am

Lutando sem pensar num por que, Ren massacrava vários soldados rasos do inimigo, não fazia questão de matar ninguém , mas também não se importava em segurar sua força para salvar a vida de seus oponentes. Ela lutava com tudo o que tinha sem sentir remorso pelos inimigos caídos, era diferente, na noite em que matou Eikichi foi completamente diferente, ele estava desarmado e desesperado, não possuía nenhuma chance de se defender, foi assassinato a sangue frio, e essa era a verdadeira razão pela qual Ren ficou tão perturbada após matar aquele homem.

Antes que percebesse, seus inimigos estavam em fuga. Era esse o poder da tão temida frota da rainha do gelo? Era só isso o que eles tinham a oferecer como desafio?

- Voltem aqui covardes! Eu acabei de começar!

Quando Ren estava lutando, seu sangue subia a cabeça, ela não pensava em mais nada queria continuar não importa o que. Não percebia que possuía cortes em várias partes do corpo,e duas lâminas quebradas enfiadas em seu braço esquerdo, sua pele extremamente resistente a protegia da maioria dos ataques , mas era inevitável se machucar em meio a tantos inimigos, a questão era que Ren não se importava e mal percebia aqueles ferimentos, e isso poderia se voltar contra ela um dia. Não saber os limites do próprio corpo pode ser fatal.

-Tsc..

Todos os seus inimigos haviam recuado, mas algo novo aparecia, uma gigante criatura que fazia Ren duvidar de tudo o que acreditava. Nunca tinha visto tal coisa, apesar de já estar se acostumando a magia. Terminava de retirar as laminas de seu braço quando a criatura atacava, disparava lanças de gelo por todo o lugar. Ren conseguia desviar e destruir quase todas elas, mas uma cortava sua bochecha superficialmente. Era suficiente para Ren acordar de seus delírios causados pelo calor da luta e perceber que Heikki estava prestes a ser esmagado pelo golem.

Ren sabia o quanto Lin ficaria triste se algum amigo morresse pelos seus ideais, por isso se sentia obrigada a proteger todos que estavam a seu alcance. Ela corria o mais rápido que conseguia e pouco antes do golpe atingir Yasuhiko ela conseguia segura-lo. Sua lamina caía no chão pois ela precisava das duas mãos para deter o golpe. Ren tinha seus pés enfiados no piso do navio, seus músculos estavam todos tensionados e veias apareciam por todo o seu corpo. Aquela criatura era forte, Ren mal conseguia parar seu golpe. Suas mãos sangravam devido aos ferimentos causados pelos espinhos, mas ela não parecia se importar.

- IDIOTAS ! O QUE ESTÃO FAZENDO? NÃO ESTAMOS AQUI A PASSEIO! SE ESTÃO AQUI PRA ME ATRAPALHAR SUMAM DE UMA VEZ!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Jan 06, 2015 12:34 am

Otohime, Airi e Kin estavam próximas de um dos pequenos navios, que cercavam os grandes Destroyers da frota de Gelo. Sentadas em um pedaço do navio de Heikki que boiava no mar. No convés e na popa do navio estavam cerca de 20 soldados, bem distribuídos pelo perímetro do navio, patrulhando.

A notícia sobre vários invasores estarem aparecendo já havia percorrido toda a frota, e estavam cientes dos acontecimento, portanto, preparados. Assim que percebessem um invasor, um sinal no navio seria disparado e todos iriam focar contra os invasores. No navio mais próximo das três garotas havia uma cabine de comando entre a popa e o convés, e nessa cabine era onde se faziam as comunicações da frota entre si ou até mesmo para chamar reforços quando fosse preciso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kin Hoyer

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 04/07/2004
Horóscopo chinês : Macaco
Zodíaco : Câncer
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 22/12/2014
Mensagens : 15

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Jan 06, 2015 12:57 am

Kin ainda abraçando Otohime ria da maneira que Airi falava de seu irmão. Em seguida ouvia atentamente a explicação da habilidade de Otohime juntamente com o simples plano da garota de cabelos brancos. Depois de alguns momentos de silêncio a mulher se manifestava quando notava estar próxima de um dos navio inimigos.

- Não consigo pensar com a fofura da Hime! Vocês tem alguma ideia de como subir esse navio?

A mulher brincava ainda abraçada a Otohime, mas não fazia mesmo ideia de como subir com toda aquela neblina na frente. A situação era complicada, e acabava se lembrando de seu antigo trabalho. Era obrigada a invadir locais sem ser vista se quisesse sobreviver, era uma mercenária competente, fazendo tudo pela recompensa final. Seja assassinando um alvo ou roubando algum pertence que seu contratante desejasse possuir. Eram lembranças ruins, mas as habilidades que havia ganho poderiam ser úteis agora, sua capacidade de ler os movimentos inimigos, pensar como eles eram o que fizeram a mulher ser uma boa mercenária no passado, e esse era um dos motivos dela se manifestar segundos após sua pequena brincadeira, agora mais séria e preocupada.

- Se... nosso amigos estiverem agindo da mesma maneira que a gente, com certeza a frota já deve estar esperta sobre invasores que ainda não se mostraram, como a gente. Mas ainda sim não tenho ideias, mesmo, de como subir no navio, essa neblina tá atrapalhando demais...

Kin fechava os olhos e suspirava, deixando seu rosto deitado no ombro esquerdo de Otohime enquanto continuava a abraça-la. Estava começando a ficar cansada por tudo estar sendo tão difícil.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otohime Katashi

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 20/04/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Jan 06, 2015 9:16 am

Mesmo com Kin tagarelando, a mente de Otohime não parava nem um segundo. Furtividade. Era isso que elas teriam que ter. Sem soltar as garotas, a Katashi se levantava, fazendo as duas amigas se levantarem também e como Kin já estava a abraçando, Otohime deixava uma das mãos livres e colocava Airi nas costas.

- Sabe... você tem razão Kin, e conhecendo os outros, duvido que eles tenham sido cuidadosos. Porém a gente ainda tem algo que eles não tem. Nós não existimos...

Otohime ria baixinho, dando uma piscadinha para Kin.

- Espero que a ajuda chegue logo Airi. Abusando desse jeito da magia, eu provavelmente vou dormir o resto da viagem como uma pedra hahaha.

Chegava muito perto da embarcação e tocava no casco do navio, abrindo um buraco para que elas passassem.

- A magia tem um preço muito cruel hahaha... Kin, não me solte de maneira alguma.

Finalmente, a garota entrava na embarcação e assim que todas já estivessem lá dentro, o buraco se fechava atrás. Em consequência, podia-se notar que Otohime havia ficado muito mais pálida que o normal, desde que começara a usar magia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Airi Nikolaievich

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/12/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 49

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Jan 06, 2015 10:09 pm

Novamente Airi precisaria das habilidades de Otohime, ela não parecia muito bem depois de usar tanta magia. Entrava pelo buraco aberto pela garota  e pisava no chão. Airi olhava para Hime e percebia claramente que ela estava sofrendo com os danos colaterais da magia.

- A gente pode cuidar do resto, tente não desmaiar, não temos tempo pra te carregar (Tradução do dialeto de Airi para o dialeto comum: Muito obrigada, mas tente não se esforçar tanto , a gente cuida das coisas daqui pra frente)

E assim Airi faria, enquanto estava do lado de fora pôde observar a estrutura daquele navio, assim poderia deduzir aonde ficava a cabine de comando, sem duvidas o lugar mais alto de todo o navio, era para lá que deveriam ir.

- Por aqui...provavelmente.

Uma das coisas que Airi sabia fazer, e sabia fazer muito bem era se esconder. Passar despercebida, calcular trajetórias e deduzir onde existiria maior vigilância e onde não. Ela guiava suas amigas por todo o percurso, avisando quando parar e quando continuar, a velocidade que deveriam caminhar ou correr. E finalmente chegavam até a cabine de comando. Provavelmente o capitão estaria lá dentro, se o impedissem de dar ordens os soldados ficariam desorientados, tudo o que precisavam fazer era derruba-lo sem serem vistas. E para isso Airi tinha um plano.

- Esperem um momento.

Airi estava suando e tremendo, não estava acostumada a uma situação dessas, mas estava pronta para fazer o que era necessário. Dentro de sua mochila como já foi dito existiam coisas que ela pensava que poderiam ser úteis, dentre estas estavam suas granadas de atordoamento, de gás e até mesmo incendiarias para casos extremos. Essas granadas tinham a forma de uma esfera, do tamanho de uma bola de bilhar, porem um pouco mais pesada.

- Kin, Otohime... isso vai atordoa-los por pouco tempo, cerca de 10 segundos se estivermos com sorte, se pudermos nocauteá-los sem chamar a atenção nesse tempo, teremos acesso momentâneo ao sistema de comunicações.

Ela retirava a manopla que terminou de construir pouco antes de deixar DragonLand e a equipava em sua mão direita. Airi sabia que seu poder era grande o suficiente para desacordar alguém, pois sem querer acabou testando em si mesma aquele dia.

- Vamos, não temos muito tempo.

Sua voz estava baixa, era mais do que visível que Airi estava com medo, mas em nem um momento ela recuava. Abria apenas um pouco a porta da cabine e colocava sua granada no chão, com o dedo ela a empurrava, a granada redonda rolaria fazendo um barulho que faria com que todos ali dentro procurassem sua fonte e em menos de 3 segundos depois de ser ativada ela explodiria. O barulho causado pela explosão era baixo, mas um clarão que poderia ser facilmente confundido com o brilho um relâmpago acontecia, as pessoas ali dentro sofreriam cegueira, perca de audição, enjoo, tontura e até mesmo falta de ar por cerca de 10 segundos. Era a hora perfeita para entrar, mas Airi não conseguia faze-lo, suas pernas estavam tremendo e pareciam enterradas no chão, ela não podia se mexer.

-V--Vão..

Ela mesma estava sem ar, apesar de não ter sofrido nenhum efeito de sua granada, seu problema era diferente, ela tinha medo pois sabia que com aquele corpo não seria capaz de lutar, e ainda não tinha coragem o suficiente para enfrentar um oponente cara a cara.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kin Hoyer

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 04/07/2004
Horóscopo chinês : Macaco
Zodíaco : Câncer
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 22/12/2014
Mensagens : 15

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Jan 06, 2015 11:50 pm

Quando Kin entrava pelo buraco que Otohime fazia, ainda abraçava a garota, e apenas quando Airi falava que a mulher olhava para a garota que estava abraçando, a vendo pálida. Se assustava mas fazia o que ela pedia, continuava a segurando, mas agora de maneira diferente. Colocava um dos braços da maga por cima de seus ombros e mantinha uma das mãos na cintura de Otohime, a segurando firme e logo acompanhando Airi.

- Se segura Hime, não vou te soltar por nada!

Kin conseguia manter seus passos silenciosos e fazia questão medir bem seus passos com os de Otohime, se mantinha agachada quando deveria e as vezes erguia um pouco o corpo para que corresse, sempre ficando um pouco atrás de Airi, caso ela parasse de repente, pararia também.

Kin estava impressionada com Airi saber guiá-los com tanta perfeição. Com apenas aquele pouco tempo observando pelo lado de fora e tirando decisões rápidas durante o caminho ela acertava o caminho e em pouco tempo, sem problemas, estavam na porta da cabine de comando.

Observando curiosa o que tinha dentro da mochila de Airi, Kin escutava sobre as granadas. Seria sua vez de agir, já colocando uma das mãos no cabo de sua espada, que ficava presa a bainha que encaixava em sua cintura como um cinto.

- Incrível Airi. Depois quero que me ensine como fazer essas granadas...

Dizia Kin cochichando, imaginando que tudo o que estava dentro da mochila foi feito pela mente brilhante da garota. Em seguida olhava para Otohime enquanto a soltava, sabia que ela estava um pouco fraca mas confiava na amiga para ajuda-la, e dizia isso a ela com um sincero sorriso.

Enquanto a bomba rolava já retirava um pouco da lâmina da bainha, e quando a granada explodia, empurrava a porta lentamente para que não fizesse muito barulho, entrando na cabine correndo.

Com um sorriso no rosto, retirava finalmente toda sua espada da bainha, era uma cimitarra curta e larga, a cabine estava composta por mais ou menos 12 homens, prendia a respiração e com movimentos ágeis parecia dançar entre eles que estavam atordoados, e acertando com precisão pontos vitais com força usando o cabo de sua espada. Nocauteando um por um, procurando nocautear o máximo possível durante os 10 segundos. Ao terminar, voltava a respirar, fechando os olhos por instantes, esperando que Otohime tivesse feito sua parte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otohime Katashi

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 20/04/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qua Jan 07, 2015 10:23 am

Otohime olhava para Airi ouvindo cada palavra. Era incrível como as palavras cruéis de Airi nunca afetavam a Katashi. A garota entendia completamente que aquilo era um jeito de agradecer.

- Não vai ter que me carregar Airi. Eu não erro cálculos hahaha

Chegava a dar uma piscadinha para Airi, sempre gentil. Em seguida deixava que Kin a ajudasse, mesmo achando que não era tão necessário e ambas acompanhavam Airi durante todo o percurso.

- Seja rápida Kin, quando se soltar, eles vão te sentir...

Era só o que dizia após Airi jogar a granada. Otohime não ficava só olhando. Ela puxava Airi para dentro, protegendo-as de qualquer resquício de gás que tenha sobrado, envolvendo-as em uma bolha de ar e olhava Kin lutando. Desenhava no chão um pequeno circulo mágico com um giz que sempre carregava consigo e imediatamente, ajudando Kin aparecia uma garça branca. Era o simbolo não só da magia de Otohime quanto o próprio estilo de luta da Katashi.

- Airi, você é mais forte do que pensa. - Após a garça surgir para ajudar Kin, Otohime olhava para Airi de forma séria. - Não é só a força e magia que nos tornam fortes. A sabedoria também é uma fonte de força e eu te conheço o suficiente para saber que você tem isso de sobra. Agora não dá pra falhar. Nós três somos a esperança de todos pra escapar dessa e eu acredito cegamente no seu intelecto para fazer esse plano funcionar. Você é forte o bastante pra fazer esse plano funcionar, Airi.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Airi Nikolaievich

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/12/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 49

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qua Jan 07, 2015 11:54 pm

Airi estava tão assutada com sua reação que mal percebia que Otohime a levava consigo para dentro da cabine. Pode-se contar nos dedos todas as vezes que Airi errou em seus cálculos, mas aquilo ela não conseguiu prever, não foi capaz de calcular seus temores nem seus limites emocionais. Estava tremendo enquanto via Kin lutar, tudo parecia tão assustador, tudo parecia ficar escuro. Mas a voz de Otohime chegava a seus ouvidos, e Airi olhava para ela.

"Não é só a força e magia que nos tornam fortes. A sabedoria também é uma fonte de força e eu te conheço o suficiente para saber que você tem isso de sobra"

Os olhos de Airi se arregalavam por um instante, e então ela se lembrava de dois anos atrás, das palavras de seu pai Touya.

"O caminho pra se tornar mais forte não envolve força física, magia ou velocidade, só existe um lugar que você precisa fortalecer. Aqui." Ele apontando o dedo para o coração da garota Touya tentava anima-la pouco antes de seu treino.

- Eu..

Airi balançava a cabeça esfregava seus olhos com as mãos, seu olhar sério de antes voltava a seu rosto, e ela encarava Otohime.

- Eu sei disso! Vigie a entrada tenho trabalho a fazer.

Ela estava realmente grata a Otohime por te-la feito se lembrar do que estava em jogo, e superar mesmo que apenas um pouco seu problema, e o fato de não te-la ofendido era prova mais que suficiente. Airi corria até a mesa onde se encontravam os aparelhos de comunicação e colocava ali sua mochila. Ela se sentava na cadeira mais próxima e se arrastava até a mesa, ali ela abria sua mochila e retirava uma grande quantidade de equipamento e ferramentas. Começava a substituir o mecanismo pelo que carregava consigo, a velocidade com que o fazia era assustadora, suas habilidades com aparelhos tecnológicos era surpreendente, em menos de 3 minutos já estava tudo pronto.

- Tudo está no lugar, só preciso enviar o sinal. Mas quando eu fizer isso, todas as atenções se voltarão pra gente. Nossos inimigos vão encontrar a fonte do sinal antes de nossa ajuda, mas essa é nossa única chance, só precisaremos aguentar.

"Eles estão bem, são burros demais pra morrer"

Pensava Airi pouco antes de enviar o sinal de vez, estava preocupada com o resto do pessoal, e com aquelas que estavam com ela nesse momento, agora o perigo que corriam era muito maior.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qui Jan 08, 2015 12:08 am

A frota de Gelo não demorava muito para descobrir que um de seus navios estava mandando um pedido de socorro por meio de sinais de rádio. Por isso mandavam soldados para tal embarcação, haviam chegado a conclusão de que algum dos sobreviventes estava lá.

No navio de Ygros, a luta continuava, com seus homens evacuando o navio como o cavaleiro havia mandado. Usavam os pequenos barcos de fuga que a embarcação guardava, e assim que caiam no mar começavam a voltar para a grande fortaleza, para que reportassem a situação diretamente para a comandante da frota, Youko.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Taikun Tsukushi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 04/10/1993
Horóscopo chinês : Galo
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 62

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qui Jan 08, 2015 5:14 am

•● Taikun estava determinado sobre aquela luta, ele sabia que em algum momento iria ter que receber ajuda de Dante e Kohaku, mas ao fato de ter aparecido do nada, ele tinha que se tornar um trunfo temporariamente, e deixar o trabalho que havia feito, aos dois, sendo para enfrentar todos aqueles no navio ou sendo para derrotar Ygros de vez. Uma coisa ao menos era certa: eles tinham que lutar com tudo, não só para vencer, como também para sobreviver. Em sua mente, Ifrit falava atentamente para Taikun, ao organizar uma estratégia: "Não tenho tanta energia quanto parece, mas não estarei te pedindo para ser rápido, apenas se concentre". ●•

...Você matou os nossos amigos também, digamos que, estamos quites.

•● Seu olhar não era provocativo, nem em sua expressão. Ele estava mais sério do que nunca, e sabia que algum erro, poderia ser fatal, mesmo que Ygros não aparentasse ter velocidade, a sua força e resistência seria incomparável, a ponto de poder perder facilmente uma luta contra ele, sozinho apenas, então eles tinham que pensar em uma estratégia, e, como Taikun estava sendo a distração, ele optava por ser assim, a melhor maneira de lutar. ●•

E, se for pra te derrubar, eu espero que você não se levante em seguida.

•● A voz de Taikun saia mesclado, novamente, entre Ifrit e ele mesmo, como se eles estivessem dividindo até o mesmo poder. Naquele instante, ele sentia o chão começar a congelar de uma maneira bizarra, e sabia muito bem que agora estava sendo o foco daquela batalha de agora. Ele dava alguns passos para trás para não ficar tanto naquela área fria, e para compensar um pouco, ele aquecia mais pelas solas dos pés, observando apenas, até o momento no qual Ygros partia para cima dele com aquela claymoria gigante. Taikun apenas fechava os olhos, respirava fundo, enquanto um espectro surgia colado ao corpo dele. Era idêntico à ele, só que um pouco mais transparente, e quando Ygros chegava à frente, ele pulava rapidamente para trás, como um "dash" muito rápido, sendo pequeno o pulo, mas conseguindo se movimentar bem, com até 4m de distância para trás. Seu corpo se deslocava daquele local, deixando apenas o espectro, que permanecia exatamente na posição que ficava, e em um rápido instante, ele (Taikun já logo atrás do espectro) desferia um corte no ar, criando uma espécie de "slash roxo", com 2m de comprimento e 10cm de largura. Ele era preciso e mortífero para cortar até uma árvore de 10cm de raio. O espectro ele era nada mais nada menos que uma ilusão perfeita dele (Taikun), com aquela "armadura de magma" e brasa roxa, com uma diferença de que quando ele estivesse "fingindo" acertar um golpe, ou "ser acertado" primeiro, ele iria sofrer um efeito de "fogo se apagando". Aquela técnica estava ainda imperfeita, mas utilizava para observar os movimentos daquele homem gigante, como se comportava com gente menor e mais rápido que ele, além de que aquela técnica serve também para atear fogo em componentes inflamáveis e para queimar alguma coisa, o que não era o caso. ●•
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Campanaro

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 16/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 77

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qui Jan 08, 2015 8:48 am

O golpe de Ygros vinha, mas antes que pudesse pensar em se defender Taikun chegava daquela maneira nada heroica, matando alguns dos inimigos que nem estavam resistindo, e defendendo o golpe do cavaleiro enquanto utilizava uma de suas melhores técnicas antes que o golpe chegasse nele e em Kohaku. De alguma forma seu companheiro conseguia e acabava afastando um pouco Ygros, o distraindo, e isso fazia Dante ter mais espaço para pensar.

O chão congelava e de fato sentia a temperatura cair bastante, por isso saltava para trás puxando Kohaku junto dele, Dante tinha pensado em um plano ao se lembrar de uma cena de vários anos atrás, enquanto seu mestre jogava um video-game de RPG e estava usando uma tática de "lure" para manter todos os membros de sua party em uma posição segura contra o chefe que estava enfrentando. Pelo menos uma parte daquela tática seria útil. Quando estava em uma posição segura, pegava com força sobre os ombros da garota que havia puxado consigo e olhava sério para ela, bem em seus olhos.

- Kohaku, escute! Eu tenho um plano que vai nos ajudar a sobreviver nessa luta e eu preciso de você pra realizá-lo! Ele tem uma aura congelante muito forte em volta dele, se brincar não consigo trocar golpes com ele por 3 minutos e já estarei exausto, quase morrendo de frio ou ter morrido em um de seus golpes, naquele momento que me aproximei senti bastante da experiência dele, não tenho chance alguma no mano-a-mano. Vamos ter que nos ajudar o tempo inteiro, mas se seu corpo começar a congelar recue imediatamente, se recupere e volte a lutar. Não podemos nos arriscar além do nosso limite, senão não seremos capazes de lutar mais e isso prejudicaria essa estratégia.

Ao terminar de explicar, Dante soltava a garota e olhava novamente para Taikun que estava enfrentando Ygros por enquanto, observava mais os movimentos do inimigo e então voltava a falar.

- Ele não é tão rápido quanto a gente, e provavelmente gosta de enfrentar quem está na frente dele no momento, gosta de medir golpes com outra pessoa, não importando quem seja. Podemos usar essa tática Kohaku? Vamos lutar como uma equipe agora e esperar que o Taikun entre nela sem resistência alguma, ele não deve ser tão burro assim.

Suspirava ao terminar, e já se preparava para investir contra Ygros, se agachando um pouco e colocando sua mão sobre o cabo de sua katana embainhada.

- Desse jeito podemos até conseguir, mas eu espero mesmo que a ajude chegue, isso é arriscado demais...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kohaku Akihito

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 11/08/2014
Mensagens : 46

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qui Jan 08, 2015 8:09 pm

Taikun intervia na luta impressionando até mesmo Kohaku que normalmente não ligava pra nada além de Dante. Ela observava a performance do garoto boquiaberta, e não dava a minima se ele matava um ou dois soldados, já era mais acostumada a ver a morte de perto do que qualquer um de seus amigos.

- Incrível... hahaha! Kohaku também quer!

Empolgada com a performance de Taikun ela resolvia participar, mas sabia que precisaria dar tudo de si se quisesse ter alguma chance contra Ygros, por isso no instante em que Taikun os protegia do ataque, Kohaku aquecia sua espada e a enfiava na forma de ferro em brasa no chão. Aquela espada gigante facilmente perfurava o piso, mas no mesmo instante em que isso acontecia Kohaku acertava sua própria espada com um soco. Era potente, fazia o ar a sua volta se dissipar por um instante, mantinha uma postura semelhante a do karatê, apesar dessa não ser sua especialidade. Seu punho começava a se revestir com o ferro derretido de sua espada, e a medida que este mesmo ferro cobria seu braço até a altura de seu cotovelo formando uma espécie de manopla sua espada perdia volume.

Esta habilidade a fazia perder parte da capacidade de sua espada, mas ao mesmo tempo lhe concedia uma nova arma em sua mão esquerda, arma esta que também poderia ser aquecida, como um punho flamejante. Era uma maneira de lutar contra Ygros por mais tempo, mantendo seguro pelo menos o punho que aplicaria o golpe.

Mas toda a determinação de Kohaku era interrompida quando Dante começava a balança-la segurando-a pelos ombros.

- Amor...não seja tão violento...mas.. se é assim que você gosta...então por mim tudo bem...

Ela só começava a escutar o plano de Dante na metade, mas ainda assim conseguia entender o que deveria fazer. Quando Dante a soltava ela partia para o ataque junto de Taikun, puxando sua espada do chão e a girando na direção de Ygros que também corria até eles.

- Pode deixar com a Kohaku, ela vai seguir com o plano!!!

Um ataque na horizontal, com a espada e a manopla ainda em temperaturas altas, seguido por um salto e um soco na direção do rosto do gigante. Aquilo definitivamente não era seguir o plano, apenas em sua cabecinha ignorante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ygros Frostwatch

avatar

Status : Vivo(a)
Data de inscrição : 14/12/2014
Mensagens : 19

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qui Jan 08, 2015 10:04 pm

Moscas. Moscas tentando se aproximar de um prato de comida, apenas para se afastarem quando alguem maior e mais forte tenta derrubá-las e, quando o perigo parece menor, elas repetem o procedimento. Não mais. Não haveria mais espaço para jogos.


Assim que TaiKun pulava para trás, deixando uma imagem dele próprio em estado demoníaco no lugar, Ygros o golpeava por
reflexo. O plano de TaiKun foi perfeito em raciocínio, se não fosse pelo fato de que todos os ataques do Cavaleiro eram acompanhados de uma implacável nevasca e, ja que TaiKun recuara para trás, a Nevasca ia direto em sua direção, logo, era fácil rebater o corte do garoto com sua própria Claymória e em seguida avançar novamente contra TaiKun.

- É INÚTIL ! - Rugia Ygros Frostwatch, o gigante armadurado.

A distância que o frio alcançava começava a ficar maior. Em poucos segundos toda a embarcação estaria completamente congelada. Ja não havia mais chão que não estivesse coberto por gelo. Qualquer um que inspirasse o ar daquela atmosfera, sentiria os próprios pulmões se retraírem com a baixa temperatura. Ao avançar, a mão de Ygros estava estendida à frente de seu corpo, visando TaiKun. Mais precisamente, seu pescoço. Ygros tentaria agarrá-lo e se conseguisse, ergueria o jovem no ar, enquanto sua armadura começaria à absorver rapidamente todo o calor de seu corpo.

- Chama a ti mesmo de usuário de fogo? - Apertava um pouco mais o pescoço de sua vítima. - Ja testemunhei fagulhas com mais calor, se comparado ao que me mostras.

Ao que dizia, outra mosca vinha lhe importunar. Ygros vira o corpo no último instante, rebatendo o golpe da espada, mas em seguida, Kohaku sumia de sua vista. Ygros Frostwatch olha para cima apenas para ver a garota flamejante à centímetros de seu rosto. Ygros receberia o golpe.

- Como ja dissestes-lhe. - Novamente seu rugido. - É INÚTIL !

Se não fosse é claro, por uma barreira de gelo sólido, endurecido ao máximo (Um de seus presentes da Rainha de gelo) que aparecia na frente de Kohaku, recebendo todo o impacto do golpe pelo Cavaleiro e logo em seguida, se desfazendo. Ygros Frostwatch não perdia tempo e, com apenas uma mão, desferia um corte brutal na altura da barriga da garota. Não importava o quão quente eram as chamas. Tudo parecia apenas sumir e dar lugar ao frio sem esperanças de Ygros

Frostwatch.

- Nada. - Ainda segurando TaiKun, deixando o congelamento fazer sua parte, ele apontava a Claymória para Kohaku, caso ela recebesse o ataque, e prepararia o golpe de misericórdia. - Nada escapa à Vigília Congelada !
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Taikun Tsukushi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 04/10/1993
Horóscopo chinês : Galo
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 62

MensagemAssunto: Uma nevasca inesperada.   Qui Jan 08, 2015 10:39 pm

•● Tudo estava bem planejado, ele só tinha que observar claramente os seus movimentos. No entanto, uma nevasca brutal surgia a cada golpe seu. Parecia que seus golpes eram mais focados a ser em uma tremenda área do que simplesmente avançar e cortar tudo o que estivesse à sua frente, como um bárbaro cabeça-dura que só vai atrás do primeiro que implicar com algum de seus descendentes. Aquilo o irritava em partes, mas se controlava, por incrível que pareça. ●•

Droga--.

•● Era sua última palavra, até Ygros rugir aquela palavra chata "É inútil!" em sua cara. O vento, misturado com a neve, acabava acertando diretamente o seu rosto, e com proteção apenas na cabeça e no pescoço, aquilo o acertava em cheio, fazendo-o ficar sem visibilidade, como um golpe traiçoeiro que geralmente usam a uma espada sobre o chão, e atirado diretamente em seu rosto, queira sendo terra, ou areia, no qual nesse caso, era a neve. ●•

Ghhh... aaaarrghhhh!!.

•● Taikun tentava respirar bem pouco, pois aquilo estava horrível de respirar. Parecia como se estivesse dentro de um frigorífico, onde a carne que era para congelar, era a dele. Seus pulmões ainda não sofriam tanto pelo fato de Ifrit ainda dar conta de aquecer o seu próprio corpo por dentro, mas por fora, aquela carapaça tinha a funcionalidade de dar conta à golpes fortes, e até o caso do gelo, mas aquilo parecia demais. Ele era pego diretamente pelo pescoço, por causa do atordoamento naquele momento, e era levantado. Como se já não bastasse o ar gélido, ele tinha sua garganta apertada por aquele demônio do frio que parecia querer se opor em força à ele, e enquanto o ouvia, ele finalmente sentia mais raiva com aquilo, pois sua vida passava em sua mente, enquanto colocava as mãos por cima de seu pulso, e sendo humilhado. ●•

Arghh.. ...meça... as... suas.. palavras!.

•● Kohaku surgia logo a seguir, atacando-o, e o distraindo no momento. Seria perfeito pra fugir, se tivesse a chance de sair da mão dele. Até que os momentos de luta entre Ygros e Kohaku o fazia perder tempo, dando-lhe oportunidade de finalmente conseguir fazer chegar um pouco de magma nas armaduras mais baixas de Ygros, o que o faria soltá-lo, mas infelizmente, aquilo parecia inútil. O magma começava a se congelar rapidamente quando encostava na armadura dele. Parecia um freezer gigante e ambulante, onde era perfeito para servir sorvetes e armazenar carne congelada. ●•

Aaarghhh.. mm.. me solta... seu.. idiota!.

•● Sua voz saia mais fraco. Sua pele, além de estar pálida (voltado ao cinza), dessa vez começava a querer ficar branca, pelo fato de que todo o seu corpo começava a querer congelar, começando por suas juntas (ombros, cotovelo, pulso), e indo para a cintura, e descendo aos poucos. ●•
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kohaku Akihito

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 11/08/2014
Mensagens : 46

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sex Jan 09, 2015 3:37 pm

Seu plano funcionou, Ygros se protegeu do primeiro ataque, tudo o que ela precisava fazer era acertar seu rosto e amassar aquele capacete, mas seu punho acertava outra coisa. "O que aconteceu?" Kohaku se perguntava, a principio ela não entendia o que havia parado seu golpe, mas logo percebia que entre ela e Ygros surgiu um tipo de escudo. Seu punho o acertava fazendo todo o seu braço tremer, e ao mesmo tempo seu inimigo a atacava.

-Incrivel...Ygros-san!

Ela não tinha raiva, mesmo percebendo que sua vida poderia acabar naquele momento, pois o inimigo aplicava um golpe na direção de sua barriga. Ela não conseguiria desviar, mas com a mesma mão que deu o soco anteriormente ela tentava bloquear a espada. Aquele braço estava protegido por metal até a altura do cotovelo por isso conseguia reduzir a potência, mas perdia sua propriedade flamejante no momento em que a espada do guerreiro o tocava. Não era suficiente, o golpe atingia sua barriga, e reabria o corte já cicatrizado que a garota possuía.

-Ahg...

kohaku caía no chão se apoiando com os joelhos e mãos, ainda segurava sua espada e olhava sua barriga sangrar, o corte foi profundo, mas não atingia nenhum órgão vital graças a seu esforço para detê-lo. Seu problema acabou sendo mais emocional do que físico, aquele corte já cicatrizado foi feito pouco antes de Kohaku ser vendida como escrava, para servir como objeto de prazer para pessoas ricas, seus antigos "mestres", foi feito para impedi-la de ficar gravida, e como não foi cuidado devidamente deixou marcas horríveis na garota.

-Kohaku não fez direito?

Ela percebeu que cometeu um erro, mas já era tarde, quando olhava para cima Ygros preparava seu golpe final. Mas os olhos de Kohaku não demostravam medo nenhum, era como se estar diante da morte iminente não significasse absolutamente nada para ela, aqueles eram os olhos de alguém que admira seu oponente por sua força.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Campanaro

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 16/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 77

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sex Jan 09, 2015 8:20 pm

Parecia que não adiantava dizer, e lá estava Kohaku atacando Ygros descuidadosamente, a combinação foi boa, mas o cavaleiro era forte demais. Faltavam a eles experiencia. Dante ainda estava na mesma posição, segurando o cabo de sua espada embainhada, e apenas segundos se passavam depois que assumia aquela posição e seus amigos eram esmagados por Frostwatch.

Aquilo deixava o jovem espadachim com raiva, e se ele não agisse logo os dois perderiam suas vidas. Taikun e Kohaku estavam nas terríveis e gélidas mãos do cavaleiro. Dante procurava pensar, "Ele deve ter alguma fraqueza, ele tem que ter!", era a única maneira de salvá-los com tão pouco tempo, tinha que achar, mas o que seria? Ygros tinha uma armadura praticamente invencível e impenetrável, mas como ele os via e como sua voz podia ser tão alta? Era isso, a única abertura que aquela armadura tinha era em seu elmo, se mirasse ali seria capaz de fazer o cavaleiro recuar e assim salvar seus amigos.

O garoto não tinha certeza, mas era sua melhor chance e apostaria nisso para salvar seus dois amigos. Flexionando um pouco mais os joelhos pegava impulso e investia contra o cavaleiro. Usava sua aura para contar qualquer ar que estivesse o impedindo de ir mais rápido, durante a ida ele via o golpe de Ygros contra Kohaku se realizar lentamente, e quando estava no meio do caminho, desembainhava sua katana, liberando sua aura toda de uma vez. Sua velocidade aumentava, muito, e em menos de um segundo, Dante já estava em frente do cavaleiro, na altura do elmo do mesmo.

- Solta... ELES!

Transferindo parte de sua aura para a katana que segurava atrás do corpo, com um balanço pequeno e sensato, pegava a força necessária para que conseguisse controlar o trajeto de seu golpe. Deixando a lâmina "deitada", o jovem espadachim mirava a ponta de sua lâmina na mínima abertura que a armadura de seu inimigo tinha, e seu golpe fazia um movimento de perfuração, a expressão de Dante estava séria e esforçada.

Com a aura em sua lâmina, o poder de corte ou perfuração de sua katana aumentava bastante, uma katana que balançava livremente no ar, sem resistência alguma e mais veloz. Dante era rápido, mas mesmo assim aquela proximidade com Ygros o estava matando, mesmo tendo acabado de chegar, aquele segundo já era o suficiente para limitar pelo menos 5% de seus movimentos, não imaginava que fosse tão forte, por isso torcia para que seu golpe desse certo para que não morresse ali agora mesmo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ygros Frostwatch

avatar

Status : Vivo(a)
Data de inscrição : 14/12/2014
Mensagens : 19

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sab Jan 10, 2015 10:27 am

"O elmo de um cavaleiro é algo engraçado. É como se fosse dar um peso grande demais para alguém muito fraco. Quanto mais você o ajuda a carregar esse peso, mais fracas suas pernas e braços ficam, e se você largar o peso inteiro, a pessoa é esmagada por ele."

Desde aquela época, Ygros Frostwatch nunca entendeu a filosofia do ferreiro que lhe forjara aquela armadura. Talvez pelo fato de nunca ter sido muito bom com palavras, mas sim em combate, seu pensamento sobre o ideal do ferreiro veio à tona em sua mente nos campos de batalha da Grande Campanha do Rei, onde notara que um elmo é forjado tanto com a mesma quantia de benefícios, quanto de malefícios. Um elmo completo e sem dobradiças é forte, robusto, não amassa tampouco é cortado, mas limita muito a visão de quem usa e a respiração torna-se difícil muito rápido, dada a pouca circulação de oxigênio. Um meio elmo protege a cabeça e um pouco da nuca, não limita a visão nem torna difícil a respiração, mas deixa o pescoço e o rosto completamente vulneráveis à quaisquer tipos de ataque.

"Me larga.. seu... merda!" "Incrível... Ygros-san". Palavras. Ygros ja as ouvira tantas vezes. Combatentes felizes por terem encontrado um oponente forte, contentes por que morreram em batalha e agora poderiam ir para o reino além da ponte arco-íris. Combatentes tristes pelo medo da morte, arrependidos pelas coisas que ainda não fizera ou fizera. É sempre a mesma coisa. No fim das contas, ou eles te encaram com ódio, ou com aceitação.

- Valquírias ei de carregarte além da ponte arco-íris. - Sua espada estava em posição. - Alegrate.

"Solta... ELES!" A terceira mosca. A mosca que consegue um rápido gosto de seu prato de comida quando se está ocupado demais espantando as outras. Rápido. De fato, muito rápido, mas Ygros ja sabia disso desde o momento em que havia salvo Kohaku pela primeira vez, e agora tentaria pela segunda. Ele, é claro, tinha como alvo seu elmo, o único lugar de sua armadura com aberturas, por menores que fossem, ainda era possível entrar uma fina lâmina por seu visor. Ele pulava, por que todos seus oponentes gostavam tanto de pular? Seriam eles macacos? Peixes fora d'água? O que pular lhes trazia de bom? Eles sempre perdem a capacidade de se esquivar, pois não tem como se mover no ar.

Não. Essa mosca é diferente. O ar parece não limitá-lo. Ele está ainda mais rápido do que antes. Dante mergulhava com sua lâmina na direção do Cavaleiro, uma valente investida de fato, e logo, a barreira de gelo começava a se formar rapidamente em sua frente, mas não rápido o suficiente. Sem pensar duas vezes, o Cavaleiro largava TaiKun e redirecionava a espada de Kohaku para o golpe de Dante, segurando sua Claymória com as duas mãos e a erguendo bem a tempo de encostar suas lâminas, desviando a Katana à milímetros de seu visor, fazendo-a raspar em seu elmo, deixando uma pequena ranhura em sua lateral, além de que era possível ver fagulhas saindo do atrito da lâmina com o elmo. Como tinha conhecimento da velocidade de seu oponente, o Cavaleiro, ao invés de preparar um forte golpe com sua espada, o que levaria tempo, apenas avançava seu corto rapidamente contra Dante, na forma de uma ombrada, afim de fazer o garoto perder seu equilíbrio e se afastar.

Naquele momento, todos ja haviam evacuado o navio, portanto, Ygros não se importava em expandir sua absorção de calor e terminar de congelar aquela embarcação por completo. Sua absorção de calor era algo fácil de se controlar, porém, quanto maior as fontes de calor à sua frente, mais energia lhe custa para diminuir a temperatura. Logo, Ygros deveria encerrar a vida de TaiKun e Kohaku, se quisesse se manter daquele jeito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Campanaro

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 16/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 77

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sab Jan 10, 2015 1:04 pm

Dante conseguia, nem ele mesmo acreditava. Havia feito Ygros soltar seus amigos e ele provavelmente recuariam agora, mas seu golpe fora impedido de fato. O reflexo rápido do cavaleiro junto com a experiência enorme que possuía deixava o rapaz no ar sem equilíbrio, e em seguida sentia o ombro de seu inimigo o golpeando no abdômen.

O jovem espadachim tossia e perdia o ar com aquele golpe, sendo jogado para trás. Conseguia cair de pé, mas não demorava muito para ceder e tocar um joelho no chão congelado do navio. Colocava a mão sobre a barriga e fazia uma expressão de dor. Segundos depois retomava o fôlego e se levantava, já olhando para seus parceiros que deveriam estar se recuperando também.

- Vocês não pensam não é!? Por que fazer isso? E se eu não conseguisse? Estaríamos os três mortos agora! Não dá pra ir completamente sozinho, se não quiserem morrer vamos ter que ir juntos e nos ajudar a todo momento! Agora se preparem, porque nosso inimigo não é paciente!

Dante estava com raiva, dava uma bronca tanto em Kohaku quanto em Taikun, mas assim que terminava já voltava a ficar sério e focado, se colocando em posição de combate mais uma vez. Ele deveria sair daquela batalha vivo, junto com seus amigos, não deixaria ninguém mais morrer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Taikun Tsukushi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 04/10/1993
Horóscopo chinês : Galo
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 62

MensagemAssunto: Recuperação   Sab Jan 10, 2015 10:46 pm

•● Taikun não estava se sentindo bem. Respirar sobre aquele ar gélido estava não só difícil, como exaustante, a ponto de começar a ceder à aquilo. Ele tentava resistir com toda as suas forças o máximo possível, até que Dante surgia, tentando atacá-lo pelo elmo, e nesse momento, ele era solto. ●•

Ahh... *cof cof cof*.

•● Ele caía, de mal jeito, mas sua armadura o protegia. Ele tossia, ofegante, se afastando, enquanto tentava respirar. Não havia muito tempo, a não ser ver Dante sendo acertado e voando longe. Taikun colocava as mãos sobre o pescoço, aquecendo-os para ajudar a manter o calor de volta, ficando com muita raiva, a ponto de reacender a espada dele novamente, mas apenas observando, até que Dante implicava com eles. ●•

Ahh.. falar é.. fácil.. D.. Dante...

•● Falava com um pouco de dificuldade. Algumas cordas vocais ainda estavam quase congeladas, e para se reaquecer rapidamente, ele precisaria passar por um tempo de choque térmico, que tentava reagir ainda sem demonstrar a dor. ●•

Considere.. que.. eu.. esperava... você nos salvar... ahh.. só que.. mais cedo que isso...

•● Ele tinha noção de que eles lutariam para salvá-lo, tanto que Kohaku aparecia primeiro, investindo algumas vezes naquele momento, e sendo pega desprevenida também. Um pouco mais recuperado, Taikun apenas voltava à sua posição de batalha, e tendo em mente ter mais precaução com os ataques devastadores e longes que aquele guerreiro insano tinha. ●•
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kohaku Akihito

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 11/08/2014
Mensagens : 46

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Dom Jan 11, 2015 1:13 am

Os olhos de Kohaku brilhavam quando viam o amor de sua vida lutando bravamente para salva-la (ignorando completamente o fato de que ele também estava lutando pela própria vida, e pela vida de Taikun), ela aproveitava a chance para se afastar e recompor-se, pois sabia que Dante estava arriscando tudo para protege-la, por isso deveria ajuda-lo o mais rápido possível.

Naquela hora ela estava pronta para receber o ataque, naquela hora ela admirava a força de Ygros, sua determinação, sua firmeza e capacidade de seguir um ideal sem vacilar. "Nada escapa a vigília congelada" era seu lema, e ele faria de tudo para seguir o seu significado até o fim. Era isso o que conquistava Kohaku naquele guerreiro, sob outras circunstancias ela teria feito um milhão de perguntas para ele, era curiosa até demais.

Por isso Kohaku não estava lutando por que sentia raiva ou medo de Ygros, ela estava lutando por que era necessário, por que seus companheiros precisavam que ela lutasse, por que ela precisava seguir em frente. Mas com aquele sangramento causado pelo corte profundo seria impossível continuar, o mais provável seria perder a consciência em pouco tempo pela perca de sangue. Ela precisava fazer algo a respeito.

Depois de já estar longe de seu oponente Kohaku voltava a aquecer sua manopla, ela pretendia cauterizar o ferimento, pois já teve de fazer isso outras vezes no passado. Mas quando colocava a mão sobre a barriga esta não queimava, Kohaku percebia que ter feito seu corpo resistente a temperaturas altíssimas acabou por faze-la perder aquele recurso. Apenas uma pequena parte do ferimento era cauterizada, e de forma ineficiente. Mas só o fato de ter secado o sangue que cobria o corte já ajudava a parar mesmo que um pouco o sangramento. Um movimento errado, um golpe mal aplicado ou recebido poderia facilmente reabri-lo ou até mesmo piora-lo. Mas ela precisava continuar, por isso não deixava aquilo intimida-la.

- Amor.. A Kohaku sente muito, ela promete tomar cuidado daqui pra frente!

Mesmo tendo perdido sangue e ferida, a disposição de Kohaku continuava a mesma, seu vigor era impressionante, desde o inicio da luta estava aquecendo seu organismo para sofrer menos com o efeito daquele campo de congelamento de Ygros, mas ainda assim tinha muita força sobrando. Ela reaquecia sua espada, Dando-a forma de ferro em brasa, um grande e pesado pedaço de ferro incandescente. Mas só usaria uma mão para segurar a espada, a outra cobriria o ferimento para evitar que se abrisse porem  poderia ser utilizada a qualquer momento no combate.

Kohaku apontava a espada na direção de Ygros e sorria, mesmo sabendo que não tinha a mínima chance de vence-lo, pelo menos não sozinha, ela queria continuar aquela luta, e aprender mais e mais a cada movimento.

- Vamos! Kohaku não vai ser pega de novo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fim da Linha
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Dicas de como escolher curso de pilotagem de linha aérea...
» Caminho a seguir para ser Piloto de Linha aérea
» [Brasil] Piloto de linha aérea: há vagas
» Fotos da linha de montagem dos caças MiG-29
» ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: LINHA SIEGFRIED, A DEFESA DA ALEMANHA REICH - 1940!!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Dark Side RPG :: Histórias do Novo Mundo :: Ato 2 - "Shadowrealm"-
Ir para: