Dark Side RPG

Um RPG que se passa em um mundo pós-apocalíptico, com vários reinos se formando sobre as ruínas do mundo antigo.
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Fim da Linha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
Saito Takeshi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1991
Horóscopo chinês : Cabra
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 68

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sex Dez 19, 2014 2:48 pm

Saito finalmente havia chegado ao convés, e olhava Ryouji, de longe, e nisso, ele já começava a correr até ele.

Ryouji, peg--.

Ele ficava prestes a jogar a foice de Ryouji para ele mesmo, até o momento em que Ygros falava alguma coisa, e tudo parecia começar a querer explodir. Era algo insano e intenso que acontecia no momento, e apesar do desespero, ele começava a manter a calma e observar o máximo que podia as coisas. Primeiro ele mantinha o pulso firme no cabo da arma de Ryouji, e começava a se afastar dali, para o lado contrário de Ygros, segundo que ele notava Ryouji ainda por perto e o acompanhava, e terceiro: Ele notava Tatsuo por perto, que parecia estar em desespero.

Saito respirava fundo, enquanto seus olhos pareciam começar a brilhar, mas ele ainda se continha, aproveitando o momento em que ficava um pouco mais desnorteado, porém mais poderoso, e fazia uma camada de água sobre a palma dos próprios pés, mantendo-o em constante troca com a temperatura do próprio corpo, como uma segunda pele, e ia correndo, até mais próximo de Tatsuo, vendo que ele estava começando a congelar pelas pernas.

Droga.

ele esticava uma das mãos em direção às pernas dele, fazendo com que o contorno das pernas dele com o gelo se transformasse em água, enquanto finalmente chegava até ele, pegando-o pela cintura com o mesmo braço que o descongelasse e o retirava do chão, correndo com Tatsuo em um braço, a foice na outra, e pulando do navio. Nesse exato momento, tudo ia explodindo por trás dele, vários pedaços de gelo, alguns de madeira, e até um de ferro, que quase o acertava, mas outros rasgava seu kimono, fazendo parecer uma esponja.

AAAAAAHHH!!.

Alguns dele acertavam suas costas, mas não eram feridas sérias, eram mais por impacto do que perfuração. Saito finalmente atingia a água, mas ao invés de afundar, ele conseguia dar alguns passos nela, evitando um pouco daquela aceleração brusca que sofria, e finalmente caia na água, com menos impacto, e afundando um pouco. De olhos fechados, e em pouquíssimo tempo (5 segundos), ele acordava, e em um desejo assustador de respirar, que "nunca" havia sentido na vida, ele levantava, e só então, percebia que era tanto pelo susto de ter caído de lá, como também de poder ver finalmente, o navio, em migalhas maiores que o de sua própria roupa.

Aguente firme, Tatsuo... vamos ficar bem..

Ele havia o soltado antes de finalmente atingir a água de vez, deixando-o claramente à salvo do perigo eminente que havia sido. Saito dizia aquilo conforme ao que ele ouviu por último, que havia sido a sua fala, e notaria claramente aquele rapaz em profundo desespero e depressão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tatsuo Solberg

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 30/05/1999
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Gémeos
Status : Morto(a)
Terra Natal : Skyhold
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 19/12/2014
Mensagens : 7

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sex Dez 19, 2014 6:44 pm

Tudo acontecia tão rápido, quando Tatsuo percebia que estava congelando por causa da nevasca, Saito já se jogava na água junto com ele, fazendo uma espécie de proteção contra congelamento com o uso da água de água que possuía. E só quando já estava no mar, ao olhar para cima, a ficha finalmente caía para ele. Eulen havia sido destruída, o navio onde viveu por tantos anos após conhecer Heikki.

A bordo havia até conhecido a mulher de sua vida, com quem se casou cerca de um ano depois de entrar na tripulação, mas agora, ele se encontrava separado de todos, estava sozinho com Saito ao mar. E sua expressão que era de desespero ficava simplesmente assustado enquanto analisava tudo o que havia acontecido.

- Então... esse era o destino dessa batalha?

De repente, ele cerrava ambos os punhos e os levantava, batendo com força na água do mar que se encontrava. Raiva, tinha raiva de não ter conseguido fazer nada e pela situação não permitir nada. Tudo se estilhaçou em questão de segundos, até alguns destroços haviam batido em suas costas na queda que teve junto de Saito, mas felizmente havia somente dores da pancada, nada havia perfurado. Até que se lembrava de Kin, ela não estava por perto.

- Saito! A Kin, ela tava subindo comigo. Você viu ela?

E já esperando alguma resposta negativa, o homem olhava para baixo. Fechando os olhos por um momento enquanto terminava finalmente de assimilar todas as coisas...

- "Ela... tem que estar viva. Assim como todo mundo..."

Procurava acreditar nisso, assim como na ajuda que ainda chegaria. Se não acreditasse, como continuaria? Como tentaria sobreviver? Essa era a missão agora. E ao abrir os olhos, mostrava o porquê dele ser um dos homens de maior confiança de Heikki. E então olhava para Saito, dizendo:

- Se ficarmos aqui, seremos alvos fáceis pra ele. É arriscado, mas vamos ter que ir até um dos navios inimigos...

Tatsuo mergulhava a cabeça na água e olhava aos arredores, e lá longe via Ryouji nadando em direção de um dos navio. Assim como ele havia pensado, ele também estava seguindo aquele plano arriscado. Quando voltava a superfície, falava novamente com Saito.

- O Ryouji tá indo pra lá, vamos seguir!

E enchendo mais uma vez seus pulmões com ar, mergulhava e começava a seguir o garoto que já estava bem adiantado. A partir de agora, a luta seria constante, e ele tinha certeza que encontraria os outros pelo caminho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Saito Takeshi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 25/12/1991
Horóscopo chinês : Cabra
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 68

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sab Dez 20, 2014 4:04 am

De qualquer maneira, só havia restado os dois, ali, no meio daquele local obscuro e terrível. Saito respirava fundo, ao ouvir sobre a pergunta dele.

Kin? Infelizmente, eu não a vi...

Como uma mestra, ou algo próximo disso, Saito também se preocupava, olhando ao redor, e tentando sentir a vibração da água, para algum outro sobrevivente ou movimentação próximo, mas nada. Era algo muito estranho, e vazio, até ouvir o que ele dizia sobre ela e os outros estarem vivos.

Exatamente. Temos que ser positivos de agora em diante, e sim, devemos encontrar algum navio que esteja disponível, se não ficaremos com hipotermia.

Saito sabia muito bem o perigo da hipotermia, quando no Alasca, as temperaturas eram mortíferas sem nem precisar estar na água, e em qualquer momento em que você entrasse de roupa na água gelada, e permanecesse com ela, em pelo menos 4 horas, estaria chegando a um momento crítico. Ele via Tatsuo colocar a cabeça dentro da água para avistar alguma coisa, enquanto observava ao redor ainda. O susto que havia tomado com a situação ainda o afligia.

Ryouji está indo para um dos barcos? hum.. vamos lá então.

Saito ainda estava com a foice de Ryouji em mãos, e de qualquer maneira, ele precisava entregá-lo. Além disso, em momento algum, Saito havia desmaterializado o bastão dele, mesmo que com o nível atual, ele poderia fazer isso à distância, pois sabia também que Ryouji poderia precisar usá-lo, então só iria garantir o retorno do bastão se ele se certificasse de que aquela arma com ele estaria de volta ao seu dono.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lin Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 02/08/2014
Mensagens : 63

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Dom Dez 21, 2014 7:16 pm

A deficiência de Lin com relação a capacidade de sentir energia espiritual , mágica entre outras a impedia de perceber que a armadura de Ygros não era comum, por isso estava confiante, um golpe de Lin com sua força atual era mais do que suficiente para amassar o metal, ou até mesmo quebra-lo sem causar nenhum efeito negativo a si mesma. Lin era resistente, e forte , estas eram suas duas principais qualidades. Mas naquele dia ela não estava com sorte, a armadura de Ygros era de fato especial , quando seu chute atingia a perna do gigante Lin sentia sua perna tremer, e uma grande onda de vento se sobressaía na direção em que a garota chutara, mas nenhum efeito.

- O que?!..DROGA!

Não dava tempo de reagir , estava surpresa ao perceber que seu chute não tivera efeito algum, e acabava não percebendo o golpe de Ygros vindo em sua direção, acertando em cheio a lateral do seu rosto. Lin era arremessada alguns metros para o lado rodopiando como um peão no ar e batendo com tudo no chão.

Mas o que teria matado muitos não causava mais do que tontura e um hematoma em sua bochecha, Lin se levantava quase que imediatamente balançando a cabeça e levando a mão ao rosto.

- Au...Ai... essa doeu, doeu pra valer.

E em seguida apontava para Ygros e gritava indignada com a situação.

- Você! Você vai ver só!

Mas quando começava sua segunda investida Ygros fazia seu movimento, uma grande onda de vento atingia Lin, e em seguida o frio, Lin colocava as mãos em frente aos olhos para amenizar o vento e tentar enxergar alguma coisa, mas logo sentia as pontas de seus dedos ficarem dormentes.

"Essa coisa tá congelando tudo, preciso tirar quem eu puder daqui!"

- PESSOAL?! CADÊ VOC...

Uma enorme parte do navio acertava Lin em cheio , fazendo-a ser arremessada para longe e cair dentro do mar, e assim Lin descobria que sabia nadar. Ela voltava a superfície o mais rápido possível, procurando por qualquer sinal de seus amigos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Takafumi Breathneach

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/04/2005
Horóscopo chinês : Galo
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Orderhelm
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 21/12/2014
Mensagens : 12

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Dez 22, 2014 12:49 am

Takafumi estava de frente para o leme da embarcação enquanto na sua frente estava todos os convidados de Heikki lutando contra Ygros, quer dizer, apenas alguns começavam o ataque, mas logo mais todos atacariam de alguma forma. O subordinado do capitão sorria com o que via, os golpes eram sincronizados e tinha esperanças deles derrotarem o cavaleiro que estava os desafiando.

- HA! Essa luta vai ser nossa! Tenho que me preocupar com o resto dos navios, deve ter algum jeito de desmantelar esse cerco...

Isso é o que ele dizia para si, mas Ygros parava tão facilmente os primeiros golpes e em seguida, aquela habilidade. Takafumi ficava assustado, tudo a sua frente ia começando a ficar em pedaços, de acordo com o quanto aquela nevasca invocada pelo cavaleiro avançava. Era forte, linda e ao mesmo tempo, mortal. Seus olhos estavam arregalados, e suas mãos começavam a tremer, não tinha para onde fugir. O navio inteiro era alvo daquilo.

- Espera. Isso é real? De onde veio isso!?

O vento daquela nevasca, quando chegava na cabine, era surreal. A cabine onde Takafumi estava simplesmente ia aos céus, e ele se segurava como podia no leme. O vento já estava o querendo levar. Fazia força e mais força, mas quando via que logo depois do vento as partes do navio que sobravam congelavam acabava se soltando por instinto, se ficasse ali seria mais perigoso do que nunca.

- AAAAAAAAAAAAAHHHHH!

Enquanto seu corpo estava no ar, sendo levado pelos ventos da nevasca, Takafumi gritava. Não sabia onde cairia, e logo depois dele sair voando, partes do navio vinham juntas em direção dele. A primeira, que era de madeira, acertava em cheio seu braço. O fazendo rodar como um boneco no ar, mas aquela pancada o fazia acordar de seu medo. Se não agisse logo, iria ser derrotado, e como o homem mais esperto e ágil de Heikki isso não ficaria nada bem.

- Cavaleiro, você pode ter derrubado nosso navio, mas não vai conseguir se livrar da gente tão fácil assim!

Ria Takafumi, sacando seu sabre em pleno ar enquanto a peça gigante de metal vinha na direção de seu corpo desgovernado no ar. Pegando o sabre de qualquer jeito, com as duas mãos, ele batia sua lâmina no objeto e usando toda sua força conseguia desviar o trajeto da peça de metal e ao mesmo tempo lançar seu corpo para baixo, o fazendo cair bem mais cedo que o normal. E o mar era o que ele encontrava. Pelo impacto ter sido forte, sua consciência quase se apagou, mas depois de alguns segundos para recobrá-la, Takafumi conseguia subir para a superfície no susto.

- FUUAAAA! Caramba! Aquele tal de Ygros é barra pesada mesmo...

Ainda estava um pouco tonto, por isso batia ambas as mãos sobre o rosto depois de guardar seu sabre novamente, quando olhava em volta, via Lin ali bem próxima dele. Nadava até ela, e erguia uma das mãos, cumprimentando.

- WHOA! LIN! Vejo que está bem, isso é bom! Talvez eu não... sofra um acidente outra vez... haha!

Takafumi ainda se lembrava daquela noite na festa melhor que ninguém. Lin havia vomitado nele, e quando pensava naquilo sentia algumas azias ainda. Porém, aquele dia deveria ser diferente, era um dia de batalha e não poderia deixar assuntos assim atrapalharem. Ele não se importava muito com o navio de seu capitão, e sim com as pessoas que estavam dentro dele. Se elas estivessem bem, a qualquer hora poderiam fazer ou roubar um outro navio. Por isso agora deveriam se focar na sobrevivência. Mas não tinha a mínima ideia de como começar. Ele era esperto, mas ser inteligente, deixava isso para Tatsuo.

- Mas... e agora? O que fazemos? Nosso navio foi destruído e estamos totalmente... expostos, no meio de todo esse mar, e agorinha podem vir... tubarões, ou tiros de canhões dos inimigos...

A medida que ia falando, percebia o quão ruim se encontrava na situação atual, e seus olhos antes despreocupados e querendo sobreviver se transformavam em de medo novamente, e isso fazia ele, desesperado, abraçar Lin que estava ao seu lado.

- O QUE FAZEMOS!? ESTAMOS PERDIDOS! JÁ ERA!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sayuri Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 17/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Dez 22, 2014 8:58 am

Sayuri aguardava momento certo para atacar. Assim que Lin dava o golpe e falhava, a Ishiyama notava que aquela coisa não era normal. Pensar, ela deveria pensar mas... ahhhh como ela estava com preguiça para isso.

- Posso ganhar tempo pra vocês... pense em algo Taikun!

Dizia para o garoto que ainda estava próximo a ela e começava a correr ao redor de Ygros. Algumas linhas finas de mana começavam a surgir dos dedos da garota.  Quando finalmente parava, não havia mais tempo. Um vento muito forte começava e a temperatura ambiente caia rapidamente.

- Mas o que?

Os olhos de Sayuri arregalavam. Apesar de ser mais resistente ao frio que a maioria ali, ela sabia que era algo extremamente superior ao que ela aguentaria. Tudo ao seu redor começava a congelar.

- Ultimo esforço Sayu.... - sussurrava para si mesma, puxando as mãos. As linhas provavelmente ficariam presas no homem de metal. Só então ela se soltava, sendo levada pelo vento.

Enquanto era arrastada pela ventania, seu corpo começava a pegar fogo, mas ela tinha que pensar rápido mais uma vez.

- Droga isso já tá dando muito trabalho. - A pele da garota começava a ficar rocha, com algumas escamas e quando finalmente parava de tentar ficar no chão, era lançada ao ar pelos fortes ventos.

Uma altura considerável era ganha.. As chamas sumiam repentinamente. Lembranças de seu pai vinham em sua mente. Os treinos.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
- Papai...eu...estou...cansada.

Dizia a garota no meio de um dos primeiros treinos que ela teve com o pai. Apesar de acostumada a passar o dia todo treinando com Shiori, Sayuri se esforçava três vezes mais com o pai. Naquele dia, estranhamente Afrodite também estava lá, mas só observando com uma expressão de diversão.

- Oh! Se quer desistir, por mim tudo bem. Porém essa é uma das técnicas mais básicas que o templo ensina, Say-chan, se você não consegue projetá-la, eu vou te trazer à força pro templo e você será para sempre minha eterna menininha, afinal, a minha linhagem já possui um lutador nato, que dominou essa técnica sem ninguém ensinar à ele.

- Não! - Dizia a ofegante garota que voltava a atacar o pai com tudo o que tinha, mesmo exausta. - EU NÃO VOU DESISTIR!!! EU SOU MELHOR QUE ELE!!!! AHHHHHH - os olhos de Sayuri mudavam, assim como a pele começava a ficar roxa e sem querer a garota acabava rasgando suas roupas e finalmente se transformando em um dragão roxo acidentalmente. Imediatamente os olhos de Tenkai se enchiam de lágrimas, chorando horrores e tendo que ser consolado pela esposa.



----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

- Papai... - Ao lembrar-se daquilo, novamente as roupas de Sayuri se rasgavam e ela acabava se transformando no dragão que ela era. Ao longe avistava Lin e Takafumi na água e dava um rasante, pegando ambos com suas patas e os lançava no ar, entrando em baixo deles, os fazendo montar nela.

De uma forma muito estranha. No corpo de Lin surgiria uma bolsa com as roupas de Sayuri, intervenção de Afrodite, é claro.

- Vocês estão bem? - A voz da garota era muito mais imponente naquela forma e um pouco assustadora, mas o jeito de Sayuri permanecia intacto. - o que faremos?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lin Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 02/08/2014
Mensagens : 63

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Dez 22, 2014 8:01 pm

Em meio aquela bagunça Lin continuava gritando por algum de seus amigos, até que Takafumi aparecia de dentro d'água, por causa da ventania e pedaços de barco voando pra todo lado Lin não percebeu que Takafumi caiu ali perto por isso se surpreendia.

-Ahh! Você! hahaha!

Lin acenava para ele, e nadava até chegar mais perto, porém quando chegava lá ela perguntava

-Quem é você?

Aquela pessoa era familiar , mas Lin não sabia ao certo, Takafumi sem duvidas foi a pessoa com que Lin menos teve contato na tripulação, e quando teve estava enjoada demais para reconhecer o rosto de alguém. O homem parecia extremamente feliz e otimista a princípio, mas depois de apenas algumas frases aquele otimismo se transformava num pessimismo sem fim, e Lin ao ver o desespero tentava acalma-lo, mesmo sem saber quem era.

-Ei calma....ei...vai fic-...Vai ficar tudo be-

Perdendo a paciência Lin segurava nos ombros daquele homem e o balançava com tudo, depois dava um tapa na cara dele.

-CALMA CARA! VAI FICAR TUDO BEM, A GENTE VAI VIVER, VOCÊ SÓ PRECISA...precisa....você....

Enquanto falava olhando para Takafumi Lin avistava algo no céu, um pássaro? um avião? Não, era um dragão, isso mesmo um dragão de verdade, voando no céu como nos contos de fada que seu pai e Dante liam pra ela. Os olhos de Lin brilhavam e sua boca estava mais aberta do que quando estava dormindo, o mundo parava por alguns instantes e Lin esquecia até mesmo que estava no meio do mar cercada por inimigos. Estava em transe.

Quando acordava de suas fantasias Lin entrava numa maior ainda, já estava montada no dragão, era um sonho, aquilo não parecia ser real, olhava para trás com a maior cara de retardada, uma retardada que estava adorando o que estava fazendo, e lá via Takafumi, e ao mesmo tempo escutava a voz de Sayuri.

-Sayuri?! Cadê você?!

E de novo a voz aparecia , perguntando o que deveriam fazer agora, Lin olhava para baixo e percebia que a voz era do dragão, sim , sua amiga se transformou num dragão.

-Incrível Sayuri!! Por que nunca fez isso antes?! A gente podia ter ido pra escola assim! E na padaria! E também sair pra ver as montanhas do céu!! E também..e também.... aaaaaaaaah! Isso é demais!!

Estava tão empolgada que se levantava nas costas da amiga, ficava de pé com os braços abertos gritando feito louca, com o maior sorriso que um ser humano poderia dar. A emoção era tanta que Lin nem se lembrava mais por que estava ali, e não percebia que carregava uma mochila. Ficar de pé nas costas de um dragão não é uma boa ideia, e Lin percebeu isso alguns segundos depois que perdeu o equilíbrio.

-Eu também quero voar assim, como faço pra virar um draGÃAAAAO!!!?

Por pouco ela se segurava na calda de Sayuri e ficava pendurada, balançando com o vento, e gritando feito louca, todos os membros da frota abaixo deles conseguiria escuta-la.

-AAAAAAAAAAAAAH EU VOU MORRER, EU VOU MORRER!!!!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Takafumi Breathneach

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/04/2005
Horóscopo chinês : Galo
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Orderhelm
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 21/12/2014
Mensagens : 12

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Dez 22, 2014 8:28 pm

Takafumi estava desesperado enquanto abraçava Lin, até que a garota o balançava brutalmente e depois dava um tapa forte em seu rosto. Aquilo fazia o rapaz voltar a si.

- Oh! Obrigado! E realmente não deve se lembrar... passou mal a viagem toOOOOOODAAAAA!

No final de sua fala, algo os pegava na água e logo levantava vôo novamente, quando estavam nos céus, Takafumi olhava para cima e percebia estar nas garras de um dragão roxo. Sua mente quebrava totalmente, já tinha visto um em Dragonland, mas não estava tão próximo dele, e vendo aquelas garras cercando sua cintura o fazia perder todo o ar e coragem que era quase nula, ficando todo mole nas mãos do dragão.

Segundos depois recobrava sua vida, e estava encima do dragão assim como Lin. Estavam montados em um dragão, e por ele não tê-los matado, deveria estar do lado deles. Só quando a garota que estava a sua frente se referia ao dragão finalmente como Sayuri, se lembrava de seu capitão ter falado algo do tipo, da família dela ter algum dragão, então ela também poderia ser um. Aquilo o deixava mais aliviado, e então finalmente voltava ao normal, e a ter esperança, ter um dragão do seu lado o deixava bem mais seguro. Já pensava em responder a pergunta de Sayuri de alguma forma, mas Lin desequilibrava e ficava pendurada na cauda de Sayuri, Takafumi desesperava junto com a garota por um instante, mas logo se arrastava até lá e erguia a mão para a ruiva.

- Ei! Deveria ter mais cuidado! Quer matar alguém do coração!?

Depois que puxasse Lin de volta, com esforço, suspiraria e se apresentaria novamente a garota.

- Meu nome é Takafumi. É um prazer senhorita!

Depois disso, voltava sua voz para Sayuri.

- Então Sayuri, eu não sei o que fazer agora! Não sei onde os outros estão... acho que deveríamos procurar por eles por enquanto!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Dez 22, 2014 8:54 pm

Um dragão nos céus. Claro que a frota da Rainha de Gelo se assustava, afinal aquilo parecia ser apenas uma lenda qualquer, e agora estava bem acima deles. Porém ao ouvirem a gritaria vinda do dragão, percebiam que aquilo fazia parte do navio que Ygros havia acabado de destruir. E por isso, o capitão de cada navio que havia avistado o ser nos céus davam ordens para abatê-lo.

Tiros de metralhadora e dezenas de mísseis eram disparados de cada um dos 12 navios inimigos que estavam cientes da situação contra o dragão, procurando abatê-lo o mais rápido possível para não ter que lidar com problemas futuros de que não tinham conhecimento sobre.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sayuri Ishiyama

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 17/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Dez 22, 2014 9:15 pm

A reação de Lin não era novidade para Sayuri. Agora que a ruiva não a irritava mais, aquilo chegava a ser engraçado.

- Você não pode ser um dragão. Eu nasci assim...

Era então que Lin se levantava e quase caia. Takafumi ia até Lin e a salvava.

- Hei! O que vocês estão fazendo ai! Mais cuidado! Querem que nos ouçam?

Era tarde demais. Tiros começavam a vir na direção deles. As balas, a maioria ricocheteavam, mas os misseis, esses sim eram perigosos.

- Tsc... Droga! Se segurem!

Várias manobras evasivas eram feitas, mas nada fazia aquelas pessoas pararem de atirar. Sayuri via-se obrigada a pousar de alguma forma. Olhava cada navio e o que parecia menos perigoso era o escolhido. A garota começava a descer com cuidado a fim de pousar naquela embarcação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heikki Niemi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 05/08/2007
Horóscopo chinês : Porco
Zodíaco : Leão
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Dez 22, 2014 11:19 pm

Heikki estava em um lugar horrível quando o novo ataque de Ygros começava, a cabine foi destruída em segundos e junto com ela, ele também foi arremessado para longe. Seu rifle se perdia no oceano, mas ele conseguia se segurar na beirada da popa de Eulen, usando toda sua força com ambas as mãos segurando forte. Vários pedaços da cabine passavam próximos a ele, mas uma acertava em cheio seu rosto, quebrando parte de sua máscara e o fazendo se segurar com apenas uma das mãos.

- Ughhh... essa habilidade parece uma trapaça! É pior que uma tempestade!

Seu braço já começava a ceder a toda aquela ventania que fazia, que ia despedaçando aos poucos seu navio, Eulen. Heikki ficava apenas com raiva, nem de Ygros, e sim por não conseguir fazer nada por sua embarcação. A maioria de seus companheiros de longa data eram vistos por ele, decolando e sendo levados pela ventania. O coração do pirata apertava muito, era como se uma parte de sua vida estivesse morrendo naqueles segundos finais enquanto conseguia manter se segurando com todas as forças. E em seus últimos momentos antes de cair no oceano sozinho e provavelmente ser capturado pela tropa da Rainha de Gelo.

- Me desculpem pessoal... não pude prever esse ataque...

Dizia aquilo com um pesar enorme na voz, fechando seus olhos. O fracasso é algo que um líder deve lidar sempre, mas daquela vez não estava nenhum pouco preparado para aquilo. Estava tão confiante que conseguiria passar de alguma forma pela tropa inimiga que simplesmente esqueceu que tal tarefa era impossível. E por isso Heikki se encontrava agora em um estado "quebrado", como se sua motivação tivesse morrido naquele momento, logo suas forças acabariam e cairia no oceano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yasuhiko Orlov

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 14/09/2003
Horóscopo chinês : Cabra
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 22/12/2014
Mensagens : 12

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Seg Dez 22, 2014 11:24 pm

Yasuhiko estava coordenando as posições dos canhões e dos atiradores, quando ouvia uma voz vinda do convés. Era de alguém que nem conhecia, porém deveria se manter ali e se preparar para as ordens finais de Heikki. Quando tudo estava finalmente pronto, mandava um dos marujos ir até o convés para avisar Heikki. Minutos se passavam e nada do marujo retornar.

O homem mais forte da tripulação se via agora praticamente de mãos atadas. Não sabia se abandonar sua posição era o correto e também estava preocupado com as coisas lá encima. Nesse impasse ele ficou por cinco minutos, até o teto sobre sua cabeça sair voando, literalmente, em pedaços. A nevasca de Ygros havia começado e Eulen estava sendo destruída por consequência da mesma. Não podia ficar mais parado, Yasuhiko deveria salvar o máximo de marujos que poderia.

- EI VOCÊS! ABANDONEM O NAVIO, ELE NÃO VAI DURAR MUITO MAIS!

Dizia para toda a ala que estava comandando, mas mesmo que eles corressem, o vento da nevasca os pegavam e os arremessavam longe sem esforço algum. Eles eram marujos normais, não sabiam quase nada sobre auras ou qualquer outra coisa que os ajudariam a aguentar aquele vento. E nisso vinha a cabeça de Yasuhiko uma última coisa, onde estaria o seu capitão?

O guerreiro saia correndo da ala dos canhões, dizendo para todos os marujos que encontra para abandonarem o navio, porém mesmo procurando em todo lugar não conseguia encontrar Heikki. Por isso começava a gritar enquanto andava, sempre para longe do gelo que avançava por Eulen.

- CAPITÃO! ONDE VOCÊ TÁ!?

Yasuhiko andava até a parte de trás do navio, na popa de Eulen, após ter escalado o buraco que a cabine destruída havia deixado no navio. E finalmente encontrava Heikki lá, se segurando para não cair do navio, já que só suas mãos estava segurando na margem da popa, resistindo ao vento. O guerreiro puxava seu capitão de imediato, e então perguntava quando este estava seguro dentro do navio novamente.

- O que que aconteceu aqui capitão? Tem a ver com a voz estranha que escutei lá de dentro?

Mas ao terminar sua pergunta, via que seu capitão não estava em condições de responder nada, ele mal conseguia se manter. A vista que ele teve fora demais para seu gentil e mole coração. Aquilo fazia Yasuhiko ficar com muita raiva, e ao olhar para trás, via aquele cavaleiro. O cavaleiro que havia causado tudo aquilo, e que havia deixado Heikki daquele jeito. Se não fosse por seu capitão estar tão debilitado, certamente partiria para cima de Ygros, para derrotá-lo e vingar todo seu navio.

- Capitão, aguenta firme. Vamos ficar vivos e começar do zero com todo mundo, tenho certeza que eles estão vivos ainda!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ren Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 09/07/2014
Mensagens : 55

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Dez 23, 2014 4:21 pm

-Idiotas, não percebem que não terão chance alguma atacando desse jeito?

Ren duvidava até mesmo de si mesma, não sabia se conseguiria lutar contra aquele homem, e essa duvida surgiu no momento em que o viu, era diferente, superior. Ainda estava de prontidão, com a mão no cabo da lâmina esperando o momento de agir, porém nenhum de seus companheiros correu risco de vida, e ela sabia disso apenas observando a batalha, caso alguém corresse tal risco Ren interveria imediatamente.

Antes que pudesse bolar algum plano ou estratégia para derrotar o gigante este atacava primeiro, um golpe poderoso que destroçava o navio e congelava tudo em seu caminho, o lugar se tornava uma verdadeira bagunça, era difícil enxergar, e até mesmo se mover mas ainda assim todos os destroços que voavam na direção de Ren eram despedaçados por sua espada, ela não podia enxerga-los, mas podia senti-los. Se defendia dessa maneira até notar que partes de seu corpo estavam ficando dormentes, e no mesmo instante um grande objeto voava na direção de duas presenças na popa do navio.

-Tsc..o que esses palhaços estão fazendo?!

Ren não queria ajudar, mas não sabia como poderia encarar sua irmã ou Ryouji caso deixasse aquelas pessoas morrerem sem fazer nada, assim Ren corria com tudo, abandonando até mesmo a ideia de derrotar Ygros, a vida dos amigos de sua irmã vinha em primeiro lugar. Guardando sua lamina de volta em seu lugar Ren chegava até aqueles dois antes do objeto, e com as palmas das mãos agarrava os dois pelo rosto e pulava com eles para fora do navio.

-Desgraçados, calem a boca e pulem!

Ela era forte, sua força física superava a de Lin, e graças a isso a força que usava para pular do barco era suficiente para chegar até um dos navios inimigos pela lateral. Ainda no ar Ren se via sem recursos para perfurar o casco do navio, aqueles dois em suas mãos não a deixavam arrebentar tudo com um soco, nem mesmo sacar sua lâmina, sua posição estava terrível para um chute, então só restava uma coisa a se fazer.

-Espero que não liguem se eu arrancar um pedacinho desse navio

Impulsionando a cabeça para trás e em seguida para frente poucos instantes antes de se chocar contra o navio. Com a testa Ren abria um buraco na lateral do navio, um buraco grande o suficiente para que ela e aqueles dois homens em suas mãos entrassem, como uma explosão. Caía em algum dos compartimentos do navio rolando e largando aqueles dois imediatamente. Mas não demorava nem dois segundos para ficar novamente de pé esperando que os dois se levantassem, um corte se abria em sua testa pouco acima do seu olho, e muitas partes do seu rosto haviam se machucado, mas Ren parecia não perceber.

-Levantem-se de uma vez, não temos tempo a perder.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heikki Niemi

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 05/08/2007
Horóscopo chinês : Porco
Zodíaco : Leão
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 51

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Dez 23, 2014 4:44 pm

Heikki era puxado por Yasuhiko, e mantido em pé pelas mãos dele. O capitão do navio se culpava por aquilo, se culpava por não ter sido capaz e por ter decepcionado todos os seus homens, mas porque aquele seu companheiro ainda estava ali? Ele não entendia, e sua mente no momento estava uma confusão.

Tudo em sua volta parecia estar em câmera lenta, Eulen em seus pés estava despedaçando cada vez mais, sendo destruída por aquele cavaleiro do gelo. E não respondia uma palavra sequer das palavras de Yasuhiko, nem reagia a nada, ele só conseguia olhar em volta, até sua visão ser escurecida pela mão de Ren, que o levava com ela o segurando pela cabeça. Durava nem cinco segundos e já estava dentro de um outro navio. Heikki havia caído sem resistência alguma e rolando até que seu corpo parasse sozinho.

Quando o capitão se levantava novamente, com a sua máscara quebrada em uma parte e o chapéu de pirata no chão, uma vez que havia caído em sua queda naquele navio que Ren o havia levado. E do buraco que a garota havia feito Heikki assistia os últimos momentos de Eulen, que começava a afundar junto de suas partes congeladas pela nevasca. O que fazia o pirata fechar os olhos, e a cerrar ambos os punhos.

- Por que... me salvaram? Eu fui um fracasso. Tenho certeza que ninguém mais me quer como capitão agora. Devem ter morrido tantos em tão poucos segundos... e eu não consegui fazer NADA!

Heikki dava um soco forte na parede, do lado do buraco que Ren havia feito com a cabeça.

- Agora qual o nosso plano? Ficar correndo por ai até sermos capturados e provavelmente morrer? O que tem de vantagem nisso? Ninguém vai vir mesmo, aquele sinal, ninguém deve ter captado ele...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yasuhiko Orlov

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 14/09/2003
Horóscopo chinês : Cabra
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 22/12/2014
Mensagens : 12

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Dez 23, 2014 5:04 pm

Seu capitão não respondia de forma alguma, era inútil. E então ele procurava um jeito de sair do navio, mas se pulasse no mar agora talvez poderia ser ruim. Agora que a maioria dos destroços de Eulen já havia voado, seria mais fácil toda aquela frota perceber alguém abandonando o navio. E quando aquele destroço maior vinha na direção dos dois, Yasuhiko colocava um dos braços na frente para que não acertasse Heikki, mas para sua surpresa, Ren aparecia primeiro e pegava tanto ele quanto seu capitão pela cabeça e saltava do navio.

- R-Ren! O que vai fazer!?

Mas nem adiantava, já estavam no ar, e a força daquele salto surpreendia Yasuhiko. Ela claramente chegaria até um dos navios, e ela abria a lateral de seu casco com a cabeça. O guerreiro era solto assim quando entravam daquela forma, e chegava a quicar algumas vezes no chão até que conseguisse colocar os pés no chão e ser arrastado para trás até que a força que estava sobre ele parasse. Assim ficava de pé, e de costas para a garota. Quando se virava para ela, a via sangrando um pouco pela testa e seu rosto estava bem machucado, porém o que impressionava o rapaz era que ela nem parecia perceber aquele fato.

- Você. É bem forte Ren. Obrigado por me salvar e a salvar meu capitão também.

Com honra, Yasuhiko curvava seu corpo com um sorriso em seu rosto, agradecendo a garota, e assim ouvia Heikki falar. Ele ainda não havia superado as inúmeras perdas que haviam acontecido tão repentinamente. O coração dele era mole e por isso, muito fácil de se machucar.

- Capitão...

Ele só conseguia falar isso por enquanto, não conseguia encontrar ainda palavras para que pudessem erguê-lo novamente. Quando alguém não quer aceitar o que aconteceu é ainda mais difícil se reerguer, se conseguisse algum meio para fazê-lo aceitar... mas infelizmente, Yasuhiko não era tão bom nas palavras quanto Takafumi, ele provavelmente saberia o que fazer naquele momento, mesmo sendo um palhaço a maior parte do tempo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ren Harzgard

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 12/10/2013
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Libra
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Caótico - Bom
Data de inscrição : 09/07/2014
Mensagens : 55

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Dez 23, 2014 8:55 pm

Ren não acreditava nas palavras de Heikki, ridicularizando a fé que sua irmã Lin e todos os seus amigos haviam colocado nele, raiva era tudo o que conseguia sentir, uma vontade incalculável de chutar aquele homem pra fora do navio e deixar que morresse da maneira que lhe fosse melhor.

Ignorando os agradecimentos de Yasuhiko, Ren caminhava para cima de Heikki com intenção de chuta-lo pra fora dali. Mas no ultimo instante ela se continha, segurava a gola da camisa de Heikki com uma mão e o jogava contra a parede do navio, com o antebraço apertava o pescoço do homem na parede. Em seu rosto deixava claro que estava se segurando, mas sua voz estava cheia de raiva.

- Seu infeliz, aqueles idiotas confiaram em você, eles ainda contam com você, e você fica aqui reclamando que nem uma garotinha. Você tem duas escolhas,a primeira é você vir comigo e tentar ser útil pra alguma coisa, e a segunda é você ficar aqui esperando que te peguem e façam de você a garotinha da tripulação. Eu não sei qual você prefere e pra mim tanto faz, mas que uma coisa fique clara. Se eu escutar mais alguma merda vinda dessa sua boca, eu vou te silenciar aqui mesmo.

Depois de encarar Heikki por algum tempo ela o soltava, e começava a analisar o compartimento no qual haviam caído.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kin Hoyer

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 04/07/2004
Horóscopo chinês : Macaco
Zodíaco : Câncer
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 22/12/2014
Mensagens : 15

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Ter Dez 23, 2014 10:51 pm

Kin estava junto de seu marido tentando recuperar o motor, mas era inútil, e assim como ele havia sugerido começavam a ir até o convés. Mas antes de subir totalmente até o convés, tinha que pegar suas coisas no quarto. Estava sem sua arma e sem ela não poderia ajudar ninguém lá encima.

- Vai na frente querido! Eu já te alcanço!

E assim se separava de Tatsuo, correndo até o seu quarto e pegando sua espada curva junto da bainha, a amarrando na cintura através de um cinto, que fazia parte da bainha. Mas quando saia do quarto se encontrava com Airi e Otohime que também estavam na ala dos quartos do navio. E então decidia perguntar algo a elas:

- Ei! Vocês duas... o que tá acontecendo lá encima? Ouvi um barulho lá do compartimento do motor...

Mas logo Kin tinha sua resposta. O teto da ala dos quartos era destruído, e aquele vento frio e forte entrava no local. Subitamente, a mulher se abraçava. Ela nunca usou tanta roupa porque ficava no lugar mais quente do navio, e aquele vento congelante a atingia em cheio, a fazendo tremer bastante enquanto tentava inutilmente se aquecer, fechando todo o corpo e esfregando suas mãos em seus braços.

- O QUE QUE ISSO!? BRRR.... Tá frio...

Eventualmente, o corpo de Kin começaria a congelar em instantes. A nevasca de Ygros começava a atingir o interior do navio, e a mulher estava surpresa e confusa. Não sabia o que estava acontecendo, e se encontrava perdida agora, não conseguia pensar em nada além do quão frio estava ali dentro e desconhecendo a causa daquele frio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Airi Nikolaievich

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/12/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 49

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qua Dez 24, 2014 10:02 pm

Airi corria o mais rápido que conseguia (em outras palavras ela corria bem devagar), mas estava se esforçando de verdade, precisava de seu equipamento se quisesse dar alguma chance para a ajuda que poderia ou não estar vindo, precisava continuar enviando o sinal, do contrário as buscas demorariam muito tempo, e tempo era exatamente o que eles não tinham.

Finalmente chegava a seu quarto e pegava uma mochila cheia de coisas, suas coisas mais importantes sempre ficavam ali guardadas para situações como essa. Quando saía do quarto se deparava com Kin do lado de fora.

- Estamos sendo atacados não é obvio?

Antes que pudesse insultar ainda mais aquela mulher o frio invadia o lugar e o navio começava a tremer e balançar, as paredes rachavam e o teto começava a desabar, Airi mal conseguia ficar de pé. Ela segurava a mochila como podia, mas aquele balanço acabava fazendo-a cair sentada no chão.

- O que...o que aqueles idiotas estão fazendo?!

Era frustrante, ela sabia como agir mas não tinha forças para faze-lo, muito frustrante. Ela sabia que sem ajuda não teria a minima chance de sair daquela situação. Era nesse momento que Ryouji lhe via em mente, estava acostumada a sempre ser salva pelo garoto quando tudo parecia perdido, mas dessa vez ele não estava em condições de ajuda-la. E então ela se lembrava, não demorava por falta de consideração, mas sim por que não estava acostumada, Otohime lhe ofereceu ajuda , e estava ali com elas.

- Hime!! Por favor tira a gente daqui!

Ela gritava, mas não gritava por que sua vida estava em perigo, gritava por que sabia que era a unica ali que conseguiria continuar enviando aquele sinal, e que se não o fizesse as chances de seus amigos sobreviverem eram quase nulas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otohime Katashi

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 20/04/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qui Dez 25, 2014 7:33 am

Otohime acompanhava Airi até o quarto dela sem falar uma única palavra. Não entrava, ficava apenas pensando nas probabilidades possíveis do final daquela luta e a maioria das opções eram boas.

Não tinha muito tempo. Airi voltava e Kin surgia do nada.

- A situação não está nada boa, Kin...

Dizia num tom estranhamente calmo. Situações ruins acabaram se tornando rotina na vida do dragão bonzinho e eles sempre davam um jeito de sair vivos e salvar todo mundo. Porém o vento forte surgia e Otohime sentia a temperatura caindo de forma drástica. Suspirava e ouvia Airi.

- Certo...

Novamente probabilidades rolavam na mente de Otohime em questão de segundos. Otohime colocava Kin nas costas e segurava Airi no colo.

- Segurem-se...

Ainda estranhamente calma, os verdes olhos da garota ficavam mais intensos e brilhantes. A tatuagem que cobria da mão direita até o olho direito, ficava mais escura e parecia se mover, como se estivesse dançando e por fim o cabelo castanho dela ficava prateado imediatamente.

A Katashi as envolvia numa esfera de ar e fogo enquanto entoava uma cantiga baixa numa linguagem diferente, controlando a temperatura do ar que estava ao redor delas. Novamente a voz calma na cantiga, mas com um jeito mais altivo e imponente.

O navio ia afundar obviamente então a garota estranhamente corria na direção oposta da que vinha aquele vento gelado e assim que iam chegar na parede final do corredor Otohime estendia a mão, rompendo um pedaço grande da parede, que voava longe e caia no mar...

- Pelos meus cálculos...

Um impulso, um salto e as três caiam em cima da madeira. Só então Otohime soltava as duas e voltava ao "normal", os cabelos estavam novamente castanhos, mas a tatuagem ainda estava lá.

- Airi, sei que não gosta de ser forçada a isso, mas precisamos de um plano.

Se sentava no pedaço do navio e fechava os olhos. Estava bem pálida mas a calma ainda não sumia. Assim que Airi se sentasse, a garota deixaria a mão encostada na pele da garota e faria o mesmo com Kin, ela se sentando ou não. Aquele ato era sua mais nova habilidade que aprimorou ao treinar mais a antiga. As presenças de Airi e Kin, assim como a da própria Otohime, sumiam por completo, como se elas não existissem mais naquele lugar para qualquer inimigo a não ser que fossem vistas. Só assim seriam encontradas por eles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kin Hoyer

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 04/07/2004
Horóscopo chinês : Macaco
Zodíaco : Câncer
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 22/12/2014
Mensagens : 15

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Qui Dez 25, 2014 10:04 pm

Kin, que estava "travada" até então, quando subia nas costas de Otohime sentia o seu corpo começar a se aquecer novamente, e aquela sensação era muito boa. A chama que vinha da garota também acabava acalmando a mulher que antes estava perdida, e nem se surpreendia tanto com os cabelos dela ficando prateados, dias atrás tinha visto um dragão enorme na sua frente...

Segundos depois de ter visto os cabelos prateados de Otohime, Kin acabava fechando os olhos enquanto ainda sentia seu corpo aquecer, encostava a testa nas costas da garota e ficava em silêncio durante toda a ação, se segurando bem nela para não cair. E quando tudo terminava e ela era colocava no chão novamente, ou melhor dizendo, na plataforma de madeira que flutuava no oceano, se sentava assim como Otohime fazia. Ela já tinha voltado ao normal, mas antes mesmo que Airi pudesse falar algo, Kin abraçava Otohime forte e falava com uma felicidade enorme na voz:

- Hime-chaaan!!! Você é tão quentinha! Acho que vou ficar grudada em você pra sempre! Hahaha!!!

Kin ria bastante com os olhos fechados, se divertindo. Mesmo que a situação estivesse indo de mal a pior, se ela ficasse  muito pra baixo ai que não conseguiria fazer nada. Procurava sempre manter o bom astral, e com seu jeito "chato", procurava manter os outros em sua volta animados também. Ela acreditava que animação era algo essencial para ser bem sucedido em uma missão. Além dela confiar em qualquer um ali, todos eram fortes a sua maneira, e com certeza sobreviveriam àquele ataque custe o que custar.

Quando abria os olhos novamente, olhava para Airi enquanto ainda abraçava Otohime, falando sempre com um sorriso no rosto.

- Não precisa se preocupar com seu irmão, Airi. Ele é forte, meu marido me falou. Ele vai derrotar todos os vilões e vir correndo até você! Você vai ver.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Airi Nikolaievich

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/12/2014
Horóscopo chinês : Cavalo
Zodíaco : Capricórnio
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 18/07/2014
Mensagens : 49

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sex Dez 26, 2014 10:02 pm

Otohime conseguia manter tudo sobre controle e Airi estava grata a garota, mas não agradecia, não tinha esse costume de agradecer as pessoas, pois sempre teve tudo e todos aos seus pés e foi criada com mais cuidado do que a maioria das crianças. As habilidades de Otohime a surpreendiam novamente, e até mesmo a faziam sentir inveja da garota, ver alguém dotado de tantos poderes lhe doía la no fundo de sua consciência, mas Airi não deixaria aquilo escapar. Quando era colocada naquela plataforma Airi se apoiava nos joelhos por alguns instantes, até mesmo a adrenalina do momento abalava seu organismo e a deixava ofegante.

- Conseguimos sair...você é mais útil que o imprestável do meu irmão...

Na cabeça de Airi aquilo foi um elogio e até mesmo um agradecimento por ter sido salva, apesar de parecer ofensivo. As suas palavras saíam pausadamente enquanto recuperava o folego, se sentava e mechina na mochila. Naquele momento escutava Kin falar sobre seu irmão estar bem.

- Obviamente ele está, se tem uma coisa que eu aprendi com essas pessoas foi que a burrice é igualmente proporcional a resistência.

Airi sentia Otohime lhe tocar e alguma coisa corria pelo seu corpo naquele momento, mesmo não sabendo o que era, Airi podia sentir. Mas logo em seguida era forçada novamente a pensar em um plano. Mesmo já com um plano em mente Airi odiava quando tocavam nesse assunto, mas como agradecimento a Otohime ela não começava a cuspir inúmeros insultos, ela suspirava e começava a falar.

- Ainda não desisti do sinal, sei que parece loucura mas a probabilidade de escaparmos aumenta em até 6% se continuarmos enviando...

Ela continuava mexendo na mochila até retirar um aparelho muito parecido com um celular de lá e mostrar as outras duas.

- Com isso eu posso enviar, mas não está completo, precisamos de alguns componentes

A garota apontava para o navio mais próximo e continuava falando

- Tenho certeza que todos estes navios possuem algum tipo de sistema de rádio, se pudéssemos nos infiltrar num desses navios e utilizar a aparelhagem dele, tenho certeza que consigo enviar o sinal para toda essa área.

Guardando o aparelho de volta na mochila e fechando-a, Airi continuava agora um pouco mais desanimada.

- Sei que parece suicídio, mas estamos sem opções.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Otohime Katashi

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 20/04/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 01/07/2014
Mensagens : 71

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sab Dez 27, 2014 12:27 am

Otohime ouvia o que Kin e Airi falavam. Kin lembrava um pouco a Lin, Sayuri e até mesmo sua mestre Amaya. Aquilo era irônico. Aparentemente a garota conseguia atrair a atenção de pessoas assim. Já o que Airi falava, uma alfinetada bem sutil até, coisa rara da garota, então a Katashi aceitava aquilo como um elogio sincero de Airi.

- Certo, posso explicar algo... - Otohime fazia uma pausa. - Nesse momento, eu estou encostando em vocês, então uma habilidade que eu herdei da minha mãe passou para as duas enquanto o contato físico for claro. Nosso cheiro, nossas auras, elas estão escondidas, como se nós três não existíssemos mais para as pessoas que conseguem nos rastrear. Isso pode ser útil, apesar de que podem nos ver ainda. Isso não vai durar pra sempre, já que eu realmente preciso segurar em vocês, mas já é alguma coisa. Bem, podemos nos infiltrar com mais facilidade assim...

Por um breve instante os olhos de Otohime brilhavam novamente e a água empurrava a plataforma na direção do navio. Era como apenas um comando, pois logo em seguida os olhos da garota voltavam ao normal e ela não soltava as duas em nenhum segundo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kohaku Akihito

avatar

Sexo : Feminino
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Desconhecido
Tendência : Leal - Neutro
Data de inscrição : 11/08/2014
Mensagens : 46

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sab Dez 27, 2014 6:56 pm

Kohaku era empurrada facilmente pelo seu oponente, percebia que  sem duvida alguma aquela pessoa era muitas vezes mais forte e mais experiente que ela. Kohaku conseguia se manter de pé depois de ser empurrada arrastando um pouco seus pés no chão.
Quando se preparava para investir novamente Ygros manifestava sua verdadeira força, um vendaval junto a um frio congelante tomavam conta do lugar.

- Forte...muito forte!

Ela começava a ser arrastada, e não conseguia entender direito o que se passava nos arredores. Mas uma coisa Kohaku entendia, ela precisava resistir. Ela virava sua espada de ponta-cabeça e a enfiava com tudo no piso do navio, aquilo serviria como base, mas não era o único problema, seu corpo começava a ficar dormente e congelar.
Toda aquela situação enchia o corpo de Kohaku com adrenalina, ela se empolgava e se animava por finalmente poder lutar pra valer contra um oponente poderoso. As memórias de sua luta com Lin surgiam em sua mente, e seu sangue começava a ferver e a circular numa velocidade tão grande que graças a sua aura do fogo permitia a Kohaku elevar sua temperatura corporal a níveis que nenhum ser humano seria capaz de aguentar, aprendera tal habilidade enquanto treinava sobre o sol na lateral do vulcão da ilha para qual viajou durante os últimos 2 anos. De seu corpo saía vapor que logo desaparecia devido ao frio do exterior, e sua espada tomava a cor de metal levado ao fogo. Kohaku se sentia elétrica, como alguém que bebeu 5 copos de café expresso.

- A Kohaku disse que vai ajudar... Então ela vai ajudar!

Mas quando se preparava para atacar, Kohaku sentia o calor de sua arma e de seu corpo ser drenado aos poucos, e então ela percebia que não era o suficiente, ela precisava de mais, precisava forçar seu corpo a elevar sua temperatura constantemente se quisesse permanecer lutando contra aquele gigante. E assim ela o fazia, a garota possuía uma quantidade assustadora de energia para alguém do seu tamanho e idade, por isso conseguia manter aquele estado por um bom tempo. Ela finalmente atacava, correndo na direção de Ygros e puxando sua espada que estava cravada no chão logo em seguida, ela mirava um ataque na horizontal utilizando a própria força e o peso da espada para fazer um giro e acertar a cintura do gigante.

- AAAAAAAH!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ygros Frostwatch

avatar

Status : Vivo(a)
Data de inscrição : 14/12/2014
Mensagens : 19

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Sab Dez 27, 2014 11:29 pm

"Dê a eles uma chance de rendição. Se recusarem, mate à todos."


Ordens. O cavaleiro da vigilha congelada segue à risco todas as ordens que lhe são confiadas por sua rainha.

O vendaval passava. A maior parte do barco ainda flutuava, mesmo que seus danos fossem irrecuperáveis. Ygros Frostwatch testemunhava a morte de inúmeros tripulantes da embarcação, outros que conseguiam sobreviver seriam capturados pelo cerco. O caos começava a cessar e o servo da Rainha de Gelo preparava-se para retornar ao seu posto, quando notava um ser ali parado.

- Noto que vosso desejo de viver lhe absteve do congelamento iminente. - O Cavaleiro de armadura branca esmaltada assumia sua postura de combate, segurando a Claymória com as duas mãos, na frente do corpo. - Pois bem. Se é a morte de um guerreiro que desejas, nada deletaria mais este cavaleiro, do que conceder-lhe tamanha honra !

Algo que Ygros Frostwatch notava de imediato, era que sua absorção de calor parecia não afetar a garota, que continuava a se mover livremente, mesmo se aproximando à distância corpo-à-corpo contra o Cavaleiro. Além de uma forte combatente, também uma usuária de magias de fogo, era o que o servo da Rainha de Gelo pensava e, por questão dessa surpresa, perdia sua reação naquele segundo, portanto, o ataque de Kohaku rapidamente se tornava indefensável.

Ygros Frostwatch, em seu passado, ganhara este nome por ter guardado sozinho, uma ponte no reino de um poderoso Rei, durante um inverno inteiro enquanto esperava por reforços. Durante todo esse tempo, ele jamais recuara um passo sequer, mas agora, deixando-se ser surpreendido, o Cavaleiro dotado de experiência, notava ameçava real no ataque da garota, o que o fazia recuar um único passo com sua perna esquerda para ter tempo suficiente para colocar sua espada entre ele e a lâmina da garota. A lâmina fria chocava-se com a lâmina quente, e de imediato a absorção de calor tornava-se muito mais forte.

- Conceder-lhe-ei um elogio breve. - Suas mãos se fechavam com força na empunhadura da Claymória. - Por fazer-me retroceder um passo em vossa segunda investida contra este Cavaleiro... Prezo por um oponente de alta magnitude, afim de obter um embate digníssmo. LUTE COMIGO !

Subitamente, a voz do Cavaleiro soava como um rugído metálico, e com um movimento preciso, de anos e anos de experiência, Ygros Frostwatch desvencilhava-se da lâmina da garota e atacava num corte crescente diagonal, afim de cortar a caixa toráxica da garota ao meio. Seu ataque era acompanhado de mais uma rajada de neve, porém, por ter sido um ataque rápido e quase sem preparação, a tal rajada não era nem um décimo do que a anterior, mas ainda assim forte o suficiente para empurrar e resfriar bastante alguém bem próximo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Campanaro

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 16/09/2012
Horóscopo chinês : Dragão
Zodíaco : Virgem
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Qantuum
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 77

MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   Dom Dez 28, 2014 1:27 am

Dante esperava uma abertura de Ygros, mas aquele seu contra-ataque foi perfeito. Fazia o garoto fazer um breve som de impaciência, mas ele permanecia imóvel e escondendo sua presença, esperando o momento certo para atacar, e parecia que aquele momento nunca chegaria, uma vez que agora começava uma implacável nevasca conjurada por Frostwatch.

Estava um tanto distante de Ygros, por isso de começo a nevasca não o afetava. Ele observava alguns de seus amigos conseguindo escapar, e alguns tripulantes acabavam perdendo a vida naquela ventania, sendo congelados ou sendo arremessados para fora da embarcação. Fazendo Dante fechar os olhos por instantes, e quando os abria, começava a perceber vários pedaços do navio voando em sua direção, e então não poderia mais ficar escondido. Com sua katana fora da bainha começava a aplicar golpes que cortavam facilmente todos aqueles pedaços de madeira e até mesmo os de ferro. Usando sua aura de ar, aumentava bastante o poder de corte de sua lâmina.

Dante já não estava mais escondendo sua presença por ter começado a utilizar sua aura novamente, e quando a ventania o alcançava, de nada o afetava por causa de uma das habilidades que havia ganhado durante os anos de treinamento. Seu corpo era revestido por uma leve e fina camada de sua aura, e esta quando em contato com o ar, fazia que o corpo do garoto "cortasse o ar" em sua volta, retirando assim quase toda a resistência e força do ar a sua volta.

Essa sua aura também o ajudava a não se congelar naquela nevasca, mas mesmo assim não era o suficiente, Dante tinha que ficar sempre em movimento, se ele parasse um segundo sequer, começaria a sentir o efeito da nevasca de Ygros. Dez segundos, foi o tempo para que a nevasca causasse todo aquele estrago, e por fim terminar. Dante não havia saído do navio porque Ygros ainda estava nele, e queria impedi-lo de atrapalhar qualquer um de seus companheiros de sair da embarcação que agora estava aos pedaços.

Deveriam fugir agora, o navio não aguentaria mais tanto tempo. E era quando via Kohaku voltando a lutar com o cavaleiro, o forçando a dar seu primeiro passo desde quando havia pousado no navio. Mas mesmo assim, lutar nas condições que aquela embarcação se encontrava não seria nada favorável, por isso não podia deixar a garota lutar agora. Ygros começava seu golpe e essa era a hora dele tirar Kohaku do navio, e tinha um plano para isso.

O garoto agachava, e pegando um ângulo certo, usava tudo o que tinha para aumentar sua velocidade ao máximo no impulso que havia realizado. Cortando o ar, e o usando também para o empurrar. Sua velocidade era tanta que ao olhar humano, o corpo de Dante se transformaria em vultos. E em questão de milésimos conseguia chegar um pouco antes do golpe de Ygros terminar, e batia o seu ombro com toda aquela velocidade no abdômen de Kohaku, a força seria grande mas o garoto sabia que ela era resistente para aguentar isso. E depois que atingisse seu objetivo, saltaria para fora do navio, levando Kohaku consigo e usava a rajada de neve que vinha junto do ataque do cavaleiro para arremessar seu corpo longe, ganhando uma velocidade tremenda que fazia o garoto "voar".

- Você é louca? Lutar com ele nesse navio todo quebrado?

Depois da pequena bronca de costume, Dante suspirava e durante o "vôo", segurava Kohaku com uma das mãos e se viraria para o navio de Heikki, olhava especialmente para Ygros, apontando sua katana para ele. Levantando sua voz contra o cavaleiro, para que ele ouvisse mesmo quando ele já estava a vários metros de distância e em uma grande velocidade.

- FROSTWATCH! Não vai ser tão fácil nos derrubar assim! Venha nos pegar se conseguir!

Era a primeira vez que se sentia bem daquele jeito. Escapar da lâmina pesada daquele homem por um triz, rasgando parte das costas de seu quimono, e nos milésimos que ficou perto dele, seu corpo havia ficado bem gelado, como se uma parte de sua vida fosse tomada naquele instante, era o que fazia Dante sorrir agora. "Essa é uma luta de verdade então? Isso é insano!". Ele pensava, poderia ser preocupante para ele mas queria lutar mais, queria saber o quanto cresceu nesses últimos anos, e também saberia se estava apto a continuar seu caminho, o seu sonho.

Em segundos, o corpo de Dante segurando Kohaku chegava em seu destino. Um dos navios inimigos, e também o navio onde Ygros estava anteriormente. E o pouso não fora tão bem controlado, uma vez que Dante poderia utilizar do ar em sua volta, mas não podia manipula-lo, não podia fazer seu corpo levitar e amenizar a queda, e por isso destruía quase todo o comprimento do convés do navio inimigo enquanto seu corpo se arrastava, e ao mesmo tempo aquele impacto prolongado freava o corpo do rapaz que abraçava forte Kohaku durante a queda. E para terminar, batia com força as costas na beirada do navio. Doía muito, mas naquele navio seria bem melhor para lutar contra o cavaleiro. Ele ainda estava inteiro e provavelmente seria seguro, já que a frota não iria atacar seus próprios soldados. Era isso que pensava.

- Tá bem Ko-chan?

Ofegante, Dante já ia se levantando ao soltar Kohaku, nem esperando uma resposta dela. Haviam alguns soldados naquele navio, e eles já estavam cercando os dois que haviam caído do céu. Segurava sua katana em uma das mãos, olhando para os inimigos, ainda com o mesmo sorriso no rosto.

- Acho... que eles não vão ser tão amigáveis assim...

A tripulação daquele navio inimigo em poucos segundos já se encontrava toda no convés. Era mais seguro do que ficar em um navio aos pedaços, porém ainda era perigoso. Os soldados da Rainha do Gelo que os cercavam agora deveriam ser altamente treinados em combate por estarem participando de uma frota que dominava o antigo Mar do Japão inteiro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fim da Linha   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fim da Linha
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Dicas de como escolher curso de pilotagem de linha aérea...
» Caminho a seguir para ser Piloto de Linha aérea
» [Brasil] Piloto de linha aérea: há vagas
» Fotos da linha de montagem dos caças MiG-29
» Brasil Linhas Aéreas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Dark Side RPG :: Histórias do Novo Mundo :: Ato 2 - "Shadowrealm"-
Ir para: