Dark Side RPG

Um RPG que se passa em um mundo pós-apocalíptico, com vários reinos se formando sobre as ruínas do mundo antigo.
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 O Caminho da Espada I

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: O Caminho da Espada I   Sab Jan 17, 2015 9:40 pm

Durante a batalha entre nossos heróis e a temível frota de Gelo, comandada por Youko Icewill, as coisas em Dragonland se provavam um pouco mais calmas. Era manhã, com uma fina neblina no ar, e Touya Nikolaievich havia acordado cedo para ir até a padaria, comprar pão para comer no café-da-manhã.

Parecia ser um dia normal, ir até o mercadinho onde ficava a padaria que costumava ir, comprar os pães e voltar para casa, mas quando o mesmo saia do mercadinho, um acontecimento mudaria seu dia...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Dom Jan 18, 2015 10:16 am

UDE! O samurai deve manter-se escondido mostrando um perfil modesto, restrito, contido e reservado, sem vangloriar-se ou exibir-se gratuitamente, deixando para revelar suas mais importantes forças no momento apropriado e de forma estratégica. Desde que começou sua jornada em busca de seu desconhecido pai, Nana tentou ser discreta de todas as maneiras, porém no mundo como o atual alguém muito tradicional acaba chamando a atenção mesmo que sem querer, e a garota samurai não conhecia nada sobre a sociedade, uma vez que viveu toda a sua vida com seu avô numa cabana isolada nas montanhas.

10 minutos atrás

Vestindo um de seus quimonos e sua capa favorita Nana caminhava pela cidade em busca de seu pai. Ela não fazia a minima ideia de como ele era, nem mesmo do seu nome, as únicas informações que possuía eram, "Seu pai é um poderoso lutador", e a antiga imagem que possuía em sua mente de uma pessoa com uma marca na forma de flor numa das nádegas.

Nana entrava num pequeno bar de rua, sua aparência por si só já chamava muita atenção, mas ela decidiu falar com o dono para pedir informações, e satisfazer sua sede.

- Com licença senhor, você não conheceria alguém forte com uma marca de flor na bunda?

O homem que já não fora com a cara dela agora começava a rir e respondia.

- Hahahaha garotas não deveriam falar essas coisas, mas então, não conheço ninguém assim por aqui.

Nana sorria e respondia.

- Entendo, obrigada de qualquer forma. O senhor poderia me trazer um copo de leite?

O homem trazia o copo de leite, porém pouco antes de Nana conseguir beber alguma coisa três homens que escutavam a conversa a cercavam. Estavam sorrindo e suas intenções eram claramente maliciosas.

- Ei Ei garota, se quer tanto assim saber sobre a bunda de alguém eu posso te mostrar a minha, mas primeiro vai ter que mostrar a sua pra gente.

Nana não respondia de imediato, ela dava um gole em seu copo de leite e só então falava.

- Obrigada, mas eu não acho que nenhum de vocês sejam a pessoa que eu procuro.

Aquilo fazia uma veia de raiva brotar na testa de um dos homens, ele tomava o copo de leite de Nana e derramava sobre a cabeça da garota enquanto falava.

- Maldita, quer dizer que não somos fortes o suficiente pra você?  Tsc, não vou perder meu tempo aqui, aproveite seu leite, e tome cuidado, posso não ser tão gentil da próxima vez.

ENMAN! Um samurai deve sempre estar em harmonia com seu espirito, manter a calma e procurar a melhor solução para qualquer situação, não permitindo que seus sentimentos pessoais dominem suas decisões. Nana tinha o leite derramado em sua cabeça, mas aquilo não a tirava do sério, ela fechava os olhos e sorria, enquanto respondia.

- Obrigada pelo aviso, vou tomar mais cuidado.

Ela poderia acabar com aquelas pessoas mesmo sem usar as mãos, mas um samurai não deve lutar a menos que seja necessário. Sem saber quanto devia Nana colocava um monte de moedas sobre o balcão e se levantava, cumprimentava o dono do bar e caminhava até a saída, com o rosto e as roupas cheias de leite. Porém, quando estava fora do bar ela sentia uma poderosa energia vinda de uma daquelas construções.

Um homem com uma sacola de pão em suas mãos. Apenas olhando para ele Nana sabia dizer que era um poderoso lutador. Em sua mente fechada Nana presumia que aquele era com certeza seu pai, tudo o que ela precisava fazer era provar, e para fazer isso ela teria que olhar a bunda daquele homem. Nana gritava super alto apontando o dedo para ele.

- EI VOCÊ! ME MOSTRE SUA BUNDA POR FAVOR!

Sem esperar uma resposta Nana começava a correr na direção de seu "pai" com uma expressão determinada no rosto. Ela não tinha a minima noção de que algumas coisas não devem ser ditas em voz alta, e muito menos para estranhos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Touya Nikolaievich

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/05/1989
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Dom Jan 18, 2015 12:21 pm

Lá estava Touya, tranquilamente voltando para casa com uma sacola de pães em mãos. Em seus pensamentos viajava. Pensava em como seus filhos poderiam estar fora de Dragonland.

- Não me preocupo tanto com a Airi, ela é mais madura do que eu mesmo. Mas o Ryouji, será que vão dar conta de controlar ele? Meu filho é muito impulsivo as vezes, acho que a garota que ele gosta tá com ele, então não deve ter problema...

Murmurava Touya, enquanto fazia seu clássico caminho de todas as manhãs. Ir até a padaria e voltar. Aquele dia estava comprando pães, mas poderia ser muito bem outros produtos, como massas para panquecas, e doces. Depois que sua mulher havia falecido, ele teve que aprender bastante coisa para que conseguisse cuidar dos filhos. Porém logo ouvia uma voz não familiar, e ainda por cima gritando aquelas coisas vulgares. Ele olhava para a garota que as pronunciava e apontava para si mesmo.

- Eu? Não acha que é o lugar errado pra dizer isso? Podia me convidar pra jantar antes.

Touya respondia a agressiva fala da garota com o rosto corado, envergonhado. Mas assim que ela partia correndo para cima dele como uma maníaca, ele soltava a sacola que estava segurando e gritava com uma moça.

- YAAAAAAAAAAAAAAAAAA! UM MOLESTADOR! ME AJUDEM!

O homem começava a correr com os braços pra cima, fugindo de sua perseguidora, com toda a velocidade que tinha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 3:26 pm

Seu pai começava a fugir chamando-a de molestadora, e sem conseguir entender porém determinada a alcança-lo Nana corria atrás dele com todas as suas forças. Seu pai era rápido como ela já esperava, mas Nana também era muito rápida, pois desde sua infância treinou seu corpo e sua alma nas artes samurais.

- NÃO SOU MOLESTADORA! SÓ PRECISO VER SUA BUNDA!

Ela saltava sobre banquinhas de comida, passava no meio de pessoas , pulava paredes e mais paredes atrás daquele homem, estava desapontada com seu pai por ele ser um fujão.

- Meu pai está tão assustado assim depois de tanto tempo?! Enfrente sua filha de frente! Me deixe ver sua bunda!

Nana pensava que o fato de ele estar fugindo significava que não queria que ela descobrisse que a marca estava lá por debaixo de suas calças, ou seja ele era sem duvidas seu pai. A pobre garota samurai não conhecia muito bem os conceitos de vida em sociedade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Touya Nikolaievich

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/05/1989
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 4:14 pm

Touya corria, por toda a cidade, a fim de despistar aquela menina louca que queria ver sua bunda. E para isso começava a usar algumas cartas na manga. Primeiro, a todo carrinho de frutas em que passava, pegava uma delas e jogava na samurai que o perseguia. Uma vez foi banana, outra uma maçã, uma melancia, pêras e entre outras que estavam a venda na rua da feira.

Quando via alguns becos, ele virava neles, e tombaria alguns latões de lixo, ou encima da perseguidora ou para bloquear o seu caminho. A correria nunca parava, e por fim chegava a um lugar bem famoso de Dragonland, uma casa de banho.

Touya entrava na parte masculina, depois de tanto mexer com lixo precisava tomar um banho. Usava uma toalha que cobria sua parte intima, juntamente com suas nádegas. E lá ele pulava em uma das banheiras, afundando inteiramente na água. Se a garota entrasse, veria vários homens sem roupa algumas, mas não ele que estava escondido debaixo da água.

"HAHAHA! O esconderijo perfeito. Ela não vai ter coragem de entrar aqui, e mesmo se entrar, a vergonha vai ser tão grande que ela vai sair! Genial Touya, você é genial!" - Pensava o fugitivo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 4:35 pm

Manter a calma, um samurai deve sempre manter a calma, era o que Nana tinha em mente enquanto perseguia seu suposto "pai". Mesmo quando as frutas voavam em sua direção, ela desviava de algumas porém outras eram impossíveis, manter a velocidade para acompanhar aquele homem não era fácil, por isso desviar de tudo durante o processo era quase impossível. Nana até mesmo conseguia cortar algumas das frutas com sua katana com cortes praticamente invisíveis, pois parecia que a katana nunca deixava sua bainha devido a velocidade, porém, toda vez que ela fazia isso o suco e sementes das frutas voavam em seu rosto, quando as barracas finalmente acabavam a pobre garota samurai parecia um suco de fruta ambulante.

- Pare já! frutas não vão me fazer desistir de você papai!

Fingindo que nada havia acontecido ela continuava a perseguição, mas agora montes de lixo eram arremessados contra ela, e mais uma vez ela conseguia desviar de quase tudo, mas era inevitável que o cheiro de lixo grudasse nela, e alguns pedaços de coisas podres também. No fim das contas ela também acabava coberta pelo cheio de lixo podre.

- Espere! por favor! Eu só preciso dar uma olhadinha!

Mesmo a paciência de um samurai tem limites, e o de Nana já estava próximo, mas ela ainda conseguia manter a calma e corria atrás daquele homem. Até que ele entrava num estabelecimento que Nana nunca ouvira falar. Por isso ela entrava com tudo ali dentro.

- Por favor, vocês viram um homem de cabelo laranja entrando aqui?!

A dona do estabelecimento colocava o dedo no nariz e reclamava.

- Meu deus que fedor! De qual lixão você saiu?

Nana agora envergonhada pela situação em que se encontrava tentava continuar agindo seriamente

- E..Eu preciso mesmo saber se um homem com essa característica entrou aqui.

A mulher apontava na direção da porta do banho masculino e falava ainda cobrindo o nariz.

- Ele tá lá dentro , mas você nã...

Nana não esperava, ela cumprimentava a mulher e a agradecia, e corria lá pra dentro.

- Muito obrigada!

Mas para sua surpresa não era apenas aquele homem que estava lá dentro, havia uma multidão de homens ali, e todos sem roupa. Nana ficava paralisada, afinal de contas mesmo sendo uma samurai ela ainda era inocente, e nunca vira um homem nu em sua vida. Coisa que nunca passou por sua cabeça mesmo quando pedia pra ver a bunda das pessoas. Seu rosto ficava completamente vermelho enquanto os homens saíam dali constrangidos cobrindo suas partes.

- E..E...Eu sin...E...Eu...sinto....muito...eu não sabia...E...

Como se a humilhação não fosse suficiente todos ainda saíam cobrindo os narizes com uma das mãos por que Nana estava fedendo lixo, e fazendo comentários do tipo.

- Que garota mais sem noção! E ainda fede a lixo! Tá precisando mesmo de um banho!

Quando todos saíam Nana estava com a cabeça abaixada e a mão no cabo de sua katana tremendo, seu rosto ainda estava completamente vermelho, mas ela não fazia a minima ideia do que fazer.

- Droga..Cadê você?!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Touya Nikolaievich

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/05/1989
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 4:44 pm

Touya ainda estava escondido, mas depois de ouvir todos falando mal dela, por ela estar fedendo, e agora ouvir a voz dela que estava confusa com toda aquela situação. O pingo de bondade que o homem tinha o cutucava, e eis que ele saia, ainda de toalha, da banheira.

- TÁ BOM! Vou te desafiar aqui e agora, molestadora! Se você me vencer, faço o que você me pediu!

Ele estava manter o sorriso no rosto, mas o fedor era insuportável mesmo. Mas ele conseguia, por mais difícil que aquilo poderia estar. Touya poderia ser bem travesso, mas que ele era bom não podia negar. O único problema é que ele demorava demais para perceber o nível dos problemas que as coisas que fazia poderiam alcançar. E agora estava de frente para uma garota que estava quase chorando por sua culpa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 5:05 pm

De fato Nana estava segurando suas lagrimas naquele momento, ela foi ensinada a aguentar qualquer tipo de situação, mas nunca as tinha enfrentado de verdade, afinal fazia pouco tempo que começou a frequentar cidades, ainda era uma inocente garota samurai, e seu aprendizado ainda estava em andamento.

O homem, seu suposto "pai" finalmente mostrava alguma honra e a propunha um desafio, estaria seu pai a testando para saber se ela era digna de ser sua filha? Nana aceitava sem pensar duas vezes.

- Eu aceito seu desafio! Se eu vencer mostre-me sua bunda! Prepare-se ai vou eu!

Nana investia na direção de Touya numa velocidade incrível, a agilidade da garota era de surpreender qualquer um, apesar de sua personalidade inocente Nana era uma poderosa lutadora. Ainda não havia sacado sua katana e só o faria quando estivesse no alcance de seu oponente, esse era seu estilo, o "Estilo Jikiden", passado a Nana por seu falecido avô, seu principal fundamento dizia que a katana só deve ser sacana no momento exato em que será utilizada.

- ESTILO JIKIDEN! CORTE ASCENDENTE!


Somente quando estava no alcance de Touya era que Nana finalmente sacava sua katana, realizando um corte na diagonal de baixo para cima, segurando a katana com a mão direita enquanto a esquerda segurava a bainha. Ela não se segurava pois sabia a força de seu oponente, e considerava uma grande desonra para um samurai não levar um oponente a sério. A velocidade do golpe era incrível, e acabava cortando até mesmo um pedaço da parede atrás de Touya.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Touya Nikolaievich

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/05/1989
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 5:19 pm

Touya ficava parado perante a investida da garota, e assim que ela golpeava, percebia que ela não era brincadeira. Tinha potencial. Mas sua técnica era utilizada. Uma ilusão fora deixada momentos antes de Nana gritar o nome de seu golpe. A ilusão era cortada, e a parede nas suas costas danificada. Era quando o homem aparecia atrás da garota, a tocando no ombro.

- Nossa. Foi um ótimo golpe garota. Onde aprendeu isso?

Parecia que Touya estava brincando, mas isso era natural dele. Mas só pelo fato dele ter que usar uma ilusão logo de cara já provava que ele enfrentava alguém com talento. E depois de sua "piadinha" momentânea, ele esbanjava um sorriso no rosto, cerrando um punho e tentando socar o lado direito de seu rosto.

O homem tinha uma boa técnica para fugir, esse era o ponto máximo de Touya, cansar seu oponente. Em resto ele era um humano normal, nada de tão extraordinário. Mas daquela vez, ele partia para uma luta corpo-a-corpo, coisa que a muito tempo não fazia. Por tanto ter ajudado Kyuubei antigamente, ele havia até ganhado uma certa experiência em combate e chegava a ter uma boa leitura de golpes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 5:39 pm

Nana aplicava seu golpe com perfeição, mas para sua surpresa seu oponente se livrava dele sem muita dificuldade.


"Ele é rápido! Não...tenho certeza que acertei, uma ilusão?!" Ela descobria quais eram as habilidades de seu oponente, um ilusionista. Sentindo que aquele soco estava muito próximo de acerta-la Nana se abaixava e preparava outro de seus golpes.

- ESTILO JIKIDEN! FURACÃO!

Ainda agachada Nana golpeava de baixo para cima girando seu corpo em 180º, porém o angulo que sua katana percorria era de 360º, a habilidade utilizava uma grande velocidade e força provenientes de Nana e causava uma forte ventania em torno de seu usuário, como um pequeno furacão, o golpe buscava não só cortar Touya como também afasta-lo, e tira-lo de sua retaguarda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Touya Nikolaievich

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/05/1989
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 5:56 pm

Ela se esquivava. Aquilo impressionava Touya, ela reagia rápido também. E o golpe que vinha depois não daria para usar sua ilusão. Isso o fazia saltar para trás, sair do alcance daquele golpe que julgava perigoso. Alguns fios de seu cabelo eram cortados, mas ao cair longe. Soltava mais um elogio pra garota.

- AAAH! Foi por pouco! Tá querendo matar seu suposto pai!?

Touya ria, então começava a correr na direção dela. Mas para o seu azar, e azar da garota, havia um sabonete no chão. Alguém devia ter deixado ali quando foram embora por causa do fedor da jovem, que estava matando Touya aos poucos.

Enfim, quando pisava naquele sabonete, escorregava de uma forma tão violenta que chegava a dar um mortal invertido no ar, em direção de Nana. Depois de bastante barulho, o resultado da queda era mostrado. Touya estava por cima da garota, com as pernas abertas a centímetros da cara dela, e ele estava com o rosto quase afundado entre as pernas da garota.

Com aquele escorregão, sua toalha finalmente cedia, e o nó que havia feito para mantê-la presa desatava, o que o deixava completamente nu bem na frente dela. Touya sentia a perda da toalha e fechava os olhos.

- Você venceu...

Daria para ela ver a bunda dele agora, e Touya mesmo constrangido com a situação, ainda soltava suas irritantes piadinhas. Aquilo tinha virado uma mania do homem.

- É sua primeira vez não é? Então eu vou com calma...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 6:13 pm

Seu oponente conseguia se livrar novamente do ataque de Nana, mas ele já preparava outro contragolpe. Nana estava pronta para contra ataca-lo.

- ESTILO JIKID--AHN?! AAAAAAAAA!

Aquele movimento era muito estranho pra ela, Nana não estava esperando por um ataque daqueles por isso era pega de surpresa, ela caía com tudo no chão sem entender o que estava acontecendo, mas quando abria seus olhos presenciava a situação mais constrangedora de toda a sua vida.

- O..O..que..

Era muita humilhação para um só dia, primeiro derramavam leite em sua cabeça, depois ela ficava coberta de sementes e suco de fruta, depois vinha o lixo que a deixava fedendo, todos se afastavam por causa de seu fedor, em seguida ela entrava numa sala cheia de homens nus que agora pensavam que ela era estúpida e porca, e para fechar com chave de ouro Nana tinha um homem pelado com o rosto entre suas pernas e a bunda a centímetros de seus olhos. Aquilo era demais para a jovem samurai, tudo bem que ela queria ver a bunda daquele homem , mas não daquele jeito, não naquela situação. O que terminava de derrubar a garota era o fato de que o homem depois de tudo não possuía a marca em forma de flor no traseiro. Tudo aquilo foi em vão, ele não era seu pai.

- E...o que... por que...a..

Seus olhos se enchiam de lagrimas e estas agora jorravam como cachoeiras, ela até mesmo largava sua katana e cobria esfregava os olhos sem parar.

- BUAAAAAAAAAAAAAAA!!

Nem se dava o trabalho de se mexer, ela não estava em condições pra continuar lutando, apenas chorava como uma criança desamparada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Touya Nikolaievich

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/05/1989
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 8:33 pm

Touya estava pronto para aceitar sua derrota seja lá o que ela queria fazer com sua bunda, mas então escutava o choro altíssimo da garota. O homem então saia de cima dela, e se sentava ao seu lado. Desesperado, não sabendo o que fazer.

- EI! Ei! Calma, não precisa chorar assim! HAHAHA!

"Isso é mal! Isso é mal! Se alguém ver ela chorando vão pensar que eu fiz alguma coisa com ela, sendo que nada tinha acontecido. Ainda."

Percebendo que ainda estava nu pegava a toalha que havia caído e a colocava novamente. Depois disso começava a balançar a garota.

- Garota! Pare de chorar! Vai tomar um banho pra relaxar, eu pago pra você o banho! Mas por favor, pare de chorar!

Touya estava desesperado, que nem sabia o que fazer com a garota as berros por culpa dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 8:44 pm

Nana estava literalmente berrando, e quando o homem saía de cima dela ela se sentava, porém continuava chorando e esfregando os olhos como uma criança de 5 anos. (obs: Nana tem 18 anos)

- Por que...por que essas coisas acontecem comigo?...e você nem é meu pai.. eu não aguento mais... buaaaaaaa!

Depois de acalmar seu coração chorando Nana escutava as palavras daquele homem, ainda soluçando e com o nariz escorrendo o respondia. Ela tinha o espirito muito nobre, por isso só culpava a si mesma por não ter sido capaz de aguentar tamanha humilhação.

- Hai...Desculpa... um samurai não deveria agir assim...

A garota limpava o nariz na manga do quimono e percebia que realmente precisava de um banho.

- E..eu ficaria agradecia se pudesse tomar um banho..

Nesse momento ela realmente parecia uma criança sendo adulada pelo pai depois de cair de bicicleta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Touya Nikolaievich

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/05/1989
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Seg Jan 19, 2015 9:09 pm

Touya conseguia, de alguma forma, acalmar a garota, e então se levantava com um sorriso no rosto.

- Ótimo! Agora se levante e vá pro outro lado, eu preciso de um banho também! Pode ficar tranquila que eu pago tudo pra você e talvez não me encontre mais porque vou pra casa.

Colocava a mão sobre o queixo, fechando os olhos por um tempo. Quando os abria, decidia perguntar algo. Mas antes deveria explicar a situação. Saia do banho ainda de toalha levando a garota consigo, chegando até a recepcionista.

- Senhora. Aconteceu bastante coisa lá dentro, mas fique tranquila. Eu cubro os prejuízos e os estragos causados. E também um banho pra essa garota.

- Tudo bem. Espero que cubra mesmo, porque meus ouvidos já tão quase estourando de reclamações.

- Me desculpe. Só vou lá dentro me vestir...

Assim que terminava de falar com a recepcionista, se virava para a garota e finalmente decidia se apresentar.

- Ah, é mesmo. Ainda não me apresentei. Meu nome é Touya. Agora vai entrando ai.

Touya ia empurrando a garota para o lado feminino depois de dar a ela uma toalha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Ter Jan 20, 2015 5:41 pm

Nana tinha sua opinião sobre alguém mudada facilmente dependendo de como tal pessoa agia, por exemplo se uma pessoa a ofende de maneira inescrupulosa Nana pode facilmente perdoa-la e a mesma se desculpar, ou a elogiar logo depois. E era exatamente isso o que acontecia, mesmo depois de passar por tanta coisa ruim por causa daquele homem, Nana começava a mudar seu pensamento sobre ele.

- Espera.. não posso permitir que você faça tanto por mim, eu..

Ele não dava ouvidos e começava a empurra-la la pra fora. Nana testemunhava sua conversa com a dona do estabelecimento em silêncio se surpreendendo a cada palavra daquele homem. Ele não só pagaria um banho como também cobriria todo o prejuízo causado por ela ali dentro.

"Talvez ele não seja uma pessoa ruim"

Novamente ele a empurrava, dessa vez na direção oposta para que ela tomasse seu banho, e ao mesmo tempo se apresentava. Por uma questão de educação e também gratidão, Nana respondia enquanto se virava e se curvava.

- Meu nome é Ohashi Nana, muito obrigada por sua gentileza, prometo retribuir.

Logo em seguida ela entrava no banheiro, e começava a copiar as outras mulheres ali dentro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Touya Nikolaievich

avatar

Sexo : Masculino
Data de nascimento : 15/05/1989
Horóscopo chinês : Cobra
Zodíaco : Touro
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Neutro - Bom
Data de inscrição : 30/06/2014
Mensagens : 30

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Ter Jan 20, 2015 5:55 pm

Assim que ela entrava, Touya ia para o lado masculino, se jogava numa banheira, ficava por um minuto, e já saia. Só pra molhar um pouco o corpo que estava suado com toda aquela tensão que teve do embate com Nana. Se vestia após se secar com a toalha e quando se aproximava para pagar a moça da recepção pelos dois banhos e os estragos, ele percebia que em seu bolso tinha um pirulito.

Touya tinha dinheiro de sobra, ele trabalhava de vez em quando pra conseguir se manter e manter seus filhos. Mas mesmo assim não era tanto dinheiro, e ao pagar os estragos na casa de banho quase acabaram com a poupança que tinha. Mas tinha que fazer, estava se sentindo culpado por tudo de ruim que Nana havia passado. E depois de pagar, entregava o pirulito para a recepcionista.

- Pra que isso?

- Dê pra menina que eu paguei o banho quando ela sair. Diga que é um presentinho do tio Touya.

O homem piscava para a recepcionista e saia da casa de banho rindo. O que ele não percebeu era que o pirulito que ele pediu para que entregassem a Nana tinha um sabor picante, coisa que ele perceberia apenas quando chegasse em casa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ohashi Nana

avatar

Sexo : Feminino
Data de nascimento : 25/03/2011
Horóscopo chinês : Gato
Zodíaco : Áries
Status : Vivo(a)
Terra Natal : Dragonland
Tendência : Leal - Bom
Data de inscrição : 17/01/2015
Mensagens : 33

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Sex Jan 23, 2015 1:34 pm

Nana guardava suas coisas da mesma maneira que as outras mulheres faziam, era sua primeira vez num banho como aquele por isso ela não fazia a minima ideia de como as coisas ali funcionavam. Normalmente ela tomava banho numa banheira esquentada a lenha que tinha numa pequena cabana nos fundos de sua casa nas montanhas.

De qualquer forma ela não demorava muito pra aprender, mas quando terminava ela percebia que não tinha roupas reserva, tinha perdido sua sacola enquanto perseguia Touya pela cidade. De que adiantaria tomar banho e vestir aquelas roupas sujas e fedidas? Nada. Mas quando ela se preparava pra vestir por falta de opção, a dona do estabelecimento aparecia, lhe oferecendo um conjunto de roupas novas e um pirulito.

- Aquele homem deixou isso pra você.

Nana não conseguia acreditar, o quão gentil era aquele homem? Ela se esquecia completamente das maldades que ele a fez passar.

- Onde ele está? Preciso agradece-lo..

Ela não gostava de aceitar tantos favores assim, seu código não permitia depender de terceiros, e quando isso acontecesse o débito nunca seria esquecido.

- Ele já foi.

A mulher com a cara fechada saída dali, e Nana se vestia, guardando suas roupas antigas numa outra sacola. Ela agradecia a mulher e começava a ir embora, mas quando se virava a dona do estabelecimento lhe gritava.

- Onde pensa que vai? Eu disse que ele te deixou o pirulito, as roupas foram por minha conta, e você vai limpar o lugar pra me pagar.

Nana congelava e olhava para trás envergonhada, ela definitivamente tinha entendido errado.

-E..Eu sinto muito! Vou começar agora mesmo!

"Um pirulito? Ah..ainda assim é muito gentil da parte dele"

Enquanto começava a limpar o chão Nana colocava o pirulito na boca, porém seu sorriso inocente logo desaparecia, sua boca começava a arder, e sua baixa tolerância a pimenta atacava novamente. Nana cuspia o pirulito e rolava no chão com as mãos na garganta e a língua pra fora.

- ÁGUA! ÁGUA! AAAAAAAAAAAH

E em sua mente ela amaldiçoava aquele homem por ter caçoado dela até no ultimo momento, quando ela finalmente tinha mudado sua opinião sobre ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador-kun

avatar

Sexo : Masculino
Status : ???
Tendência : Neutro - Neutro
Data de inscrição : 01/11/2014
Mensagens : 213

MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   Sex Jan 23, 2015 2:17 pm

E assim terminava o dia da primeira tentativa de encontrar seu pai, um fracasso total. Nana amaldiçoava Touya do fundo de seu coração por causa daquele pirulito e depois que terminasse de limpar o lugar, ela partiria novamente em sua jornada. Procurando pelo seu pai com a única pista da marca que ele tinha em sua bunda...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Caminho da Espada I   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Caminho da Espada I
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O Caminho da Espada III
» Caminho a seguir para ser Piloto de Linha aérea
» [AH, BUCETA!] Novo jogo da VANILLAWARE (de DRAGON'S CROWN) a caminho?
» Kokotto e espada na mina
» A espada Lendaria

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Dark Side RPG :: Histórias do Novo Mundo :: Ato 2 - Histórias Secundárias-
Ir para: